Mapa da pobreza em Porto Alegre

Após alguns meses pesquisando a localização das vilas e favelas de Porto Alegre, enfim consegui montar o mapa final da pobreza na cidade. Conforme extraí do Google Earth, tenho a seguinte imagem (as vilas estão destacadas em vermelho):

Como se pode ver, as princiais concentrações de pobreza na capital gaúcha estão nas ilhas do Guaíba (ainda que sejam favelas pequenas), no extremo norte da cidade, na fronteira com Alvorada, na encosta dos morros (morro Santana, morro da Cruz, morro da Polícia, morro Santa Tereza, morro do Sargento), e nas “baixadas”, regiões de baixa altitude entre os bairros residenciais, que não são vistas das grandes avenidas de circulação (como a Vila Bom Jesus, a Vila Tronco e a Vila Cruzeiro). Além disso, a cidade conta com um bom número de vilinhas, isto é, pequenas favelas de dimensão inferior a uma quadra (e, que devido a problemas do Paint Brush, podem estar superdimensionadas no mapa). Essas vilinhas são mais comuns na região sul do que na zona leste, e nessa última, concentram-se ao longo da Avenida Ipiranga e no bairro Vila Jardim.

Pelo mapa, a maior favela da cidade é o complexo Partenon-Morro da Cruz, localizada na encosta norte do mesmo morro, e que circunda o presídio municipal.

Fonte:

http://essametamorfose.blogspot.com/

POST RETIRADO TOTALMENTE DO BLOG “ESTA METAMORFOSE AMBULANTE”

________________________

Acompanhem o Blog acima, há muito mais informação sobre este tema. Não vamos reproduzir tudo aqui. (este blog já está devidamente linkado com o Blog Porto Imagem).

IMPORTANTE: Este mapa foi construído de forma não oficial. É apenas um estudo visual para melhor se identificar as manchas de pobreza de Porto Alegre.

Share



Categorias:Demografia, Morros da Cidade, Outros assuntos

Tags:, , , , , , ,

6 respostas

  1. O problema das vilas menores em função do tamanho não seria tão difícil de resolver se houvesse vontade política (podendo até aproveitar mão de obra ociosa), mas enquanto a juventude dessas vilas receber doutrinação esquerdista nas escolas públicas para virarem massa de manobra ou justificar condutas criminosas ao invés de educação de qualidade isso ja começa a atrasar o desenvolvimento desses locais.

    Curtir

  2. Me surprende um foco de pobreza bem ao lado do Bourbon Country.
    Aquela região tem mutos blocos de classe media e muitos predios de classe alta, mas não imaginava que tivesse classe bem baixa.

    Curtir

  3. Concentra-se na periferia? Que nada. Está distribuída por toda a cidade…entremeando-se em seu âmago. Grande cruzeiro, Morro da cruz, zero hora, maria degolada, mato sampaio, cristal, bom jesus…chocolatão….são apenas alguns exemplos de favelas localizadas bem no meio da cidade. Não há lugar em que não haja alguma vila ou favela. Algumas pequenas, outras imensas.

    Curtir

  4. Concentra-se na periferia? Que nada. Está distribuída por toda a cidade…entremeando-se em seu âmago. Grande cruzeiro, Morro da cruz, zero hora, maria degolada, mato sampaio, cristal, bom jesus…chocolatão….são apenas alguns exemplos de favelas localizadas bem no meio da cidade. Não há lugar em que não haja ulguma vila ou favela. Algumas pequenas, outras imensas.

    Curtir

  5. Parabéns ao Ricardo!

    Nota-se que a pobreza concentra-se mais na periferia da cidade.

    Será que o projeto do rodoanel (aquele que ligaria a Assis Brasil ao Lami) ajudaria aquelas famílias? Talvez sim. Pelo que li a respeito, o projeto do Rodoanel passaria justamente por estas áreas.

    Mas… era um projeto da Yeda, então melhor esquecer…

    Curtir

  6. Gilberto,

    Valeu pela divulgação!

    Abraço

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: