Porto Alegre liderou abertura de novos postos de trabalho no RS

Dos 4.454 empregos gerados no Estado em maio, 3.657 foram na Capital

Porto Alegre - Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

O aquecimento da economia fez com que a capital gaúcha liderasse a abertura de novos postos de trabalho no Rio Grande do Sul no mês de maio. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Dos 4.454 empregos gerados no Estado em maio, 3.657 foram em Porto Alegre.

A geração de empregos na cidade tem contribuído para manter a taxa de desemprego da Região Metropolitana como a mais baixa do país. Em junho, enquanto a taxa de desemprego brasileira foi de 6,2%, na RMPA o desemprego atingiu apenas 4,8% da população economicamente ativa.

Para o prefeito José Fortunati, os dados mostram que a proximidade da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo de 2014, e a preparação da cidade para recebê-las, com o início das obras viárias e de mobilidade, além do setor de serviços e de outros investimentos, estão aquecendo a economia de Porto Alegre, fazendo com que mais empregos sejam gerados. “A tendência é que, ao nos aproximarmos das competições, e com as novas obras sendo implantadas, haja a manutenção dos atuais empregos e a geração de outros não somente em Porto Alegre, mas também em todo o Estado”, garantiu.

Entre as principais obras para as copas das Confederações e do Mundo estão a ampliação do Aeroporto Internacional Salgado Filho, a duplicação da avenida Tronco, as melhorias do Estádio Beira-Rio e a construção da Arena do Grêmio.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Economia da cidade

Tags:,

5 respostas

  1. “A geração de empregos na cidade tem contribuído para manter a taxa de desemprego da Região Metropolitana como a mais baixa do país.”

    Como eu sempre digo, Porto Alegre e’ o capim mais verde desta grande varzea chamada Brasil.

    Curtir

  2. O banner a que me refiro é o do Aterro do Flamengo.

    Curtir

  3. SENSACIOAL o banner de hoje ! ! !

    Perfeito, em todos os sentidos. Até para os chatos que dizem “não queremos um paredão como em Copacabana” (melhor seria dizer como em Camboriu) esse banner é um tapa na cara, para mostrar que até sem prédios podemos ter uma orla bonita, com vida, e sem “destruir” ou causar um impacto ambiental catastrófico como dizem.
    Além de tudo, essa foto é outro tapa na cara porque não é necessário criticar nossa orla, chamar de feia, ser “pessimista” nem nada: essa linda foto do Aterro, sozinha, deixa EXPLÍCITO o quão VERGONHOSA é nossa orla.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: