Porto Alegre sente efeitos das cinzas

Partículas devem seguir hoje para os estados de Santa Catarina e Paraná Crédito: PEDRO REVILLION

O vento deslocou a nuvem de cinzas expelida pelo vulcão chileno Puyehue-Cordón Caulle, em atividade deste junho, para a Grande Porto Alegre, Serra e Litoral Norte ontem. As partículas vulcânicas também atingiram o Leste de Santa Catarina. A visibilidade baixa provocada pela passagem das cinzas afetou as operações no Aeroporto Internacional Salgado Filho, que operou por instrumentos das 11h às 16h05min. Até as 18h desta terça-feira, pelo menos 42 voos foram cancelados. Deste total, 28 cancelamentos ocorreram durante o período em que o terminal operou por instrumentos (decolagens e aterrissagens com ajuda de aparelhos).

Segundo a Infraero, apesar de o Aeroporto estar aberto, são as companhias aéreas que decidem se voam ou não. Então, com exceção da Gol, todas as empresas cancelaram voos. A TAM e a Azul foram as que registraram o maior número de cancelamentos. As operações foram retomadas por volta das 16h, após as companhias se assegurarem de que não havia riscos. Apesar de os passageiros terem sido reacomodados em outros voos, o saguão de embarque do Salgado Filho ficou lotado de pessoas tentado chegar aos seus destinos.

As cinzas seguem sobre o Sul do Brasil nesta quarta-feira, com maior concentração no Leste de Santa Catarina e no Paraná. Entre hoje e amanhã elas poderão chegar aos litorais de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

1 resposta

  1. Tem que cair uma chuva pra limpar as cinzas..
    sahshushuas

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: