12 respostas

  1. No lugar de ficar criando essas listinhas inuteis aí, o IAB deveria ser mais incisivo com o Governador Tarso e pressionar para que seja feito um concurso público a respeito da construção do Centro de Eventos do estado. Seria de muito mais utilidade.

    Curtir

    • Antes de criticar é melhor estar informado:

      SEXTA-FEIRA, 3 DE AGOSTO DE 2012
      Carta Aberta ao Governador Tarso Genro
      Senhor Governador,

      Foi veiculado na mídia gaúcha que o Senhor, juntamente com a Secretária Estadual do Turismo, a Sra. Abigail, esteve reunido na última semana com o Arquiteto Oscar Niemeyer. A pauta noticiada, um projeto para um Centro de Eventos na capital gaúcha.

      Primeiramente, parabenizamo-lo pela iniciativa de instalação de um equipamento do qual a cidade carece, frente à importância do turismo de negócios e eventos para a cidade e o Estado.

      No entanto, não podemos deixar de manifestar nossa surpresa frente à notícia veiculada nos últimos dias da intenção de convidar um notório colega para a realização do projeto arquitetônico.

      Será que mais uma vez o “notório saber” deve ser a solução escolhida para a contratação de projetos excepcionais? Já que lá na outra ponta, projetos para equipamentos fundamentais à sociedade, tais como escolas, postos de saúde, terminais rodoviários, entre outros, são contratados em licitações por menor preço. Que abismo de qualidade é este, incentivado por esta dicotômica prática?

      A realização de concursos públicos de projeto de arquitetura, processo de seleção bem sucedido em diversas cidades do Brasil e do mundo, promove a democratização do processo e a qualificação do produto deveria ser aplicada desde os mais singelos edifícios públicos até os grandes equipamentos cujo caráter prescinde da monumentalidade.

      Senhor Governador, o testemunho do potencial dos concursos públicos para promoção de uma arquitetura monumental e de qualidade estão bem a sua frente, as sedes dos três poderes do Estado: os Palácios Piratini, da Justiça e Farroupilha.

      Um concurso público nacional, ou até mesmo internacional para um Centro de Eventos em Porto Alegre atrairia olhares mundiais para Porto Alegre antes ainda de sua inauguração, promovendo a cidade como incentivadora da qualificação e da inovação no trato da coisa pública.

      Certos de sua sensibilidade para com a questão, e no compromisso do seu governo com a inovação da gestão pública, desde já nos colocamos a disposição para a qualificação do espaço público das cidades de nosso Estado.
       
      Respeitosamente
      IAB-RS

      Curtir

  2. É a boa e velho CIDADE PARA OS CIDADÃOS, ou seja, todos, não somente os ricos, com transporte individual exclusivo e que vivem em “Alfa Villes” da vida!

    Curtir

  3. Denied, nem a pau com isso ai. Nao se podera fazar nada na cidade entao. Coisa de comunista. Denied!

    Curtir

  4. Blablabla.

    Curtir

  5. Participacao social em Porto Alegre nao e’ democratica, porque quem participa de verdade e’ a gentalha de sempre. Vai la’ na Bom Jesus ou Cruzeiro pra ver… o Ze’ Povinho trabalhador, esse nao sabe de participacao alguma, nunca ouviu falar de participacao. Quem participa e’ a quadrilha que os “representa”.

    Curtir

  6. Item 2:
    Garantir a participação da comunidade em todas as etapas do processo de planejamento urbano..??

    Tenho medo!!

    Curtir

  7. O ponto 9 é importantíssimo, pena que não respeitam.

    […] e as questionáveis e antiquadas contratações de “notório saber”.

    Pois é… Imposição política é triste. Desceram o Niemeyer pela goela… Super democrático.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: