Prefeitura de Porto Alegre propõe orçamento de R$ 5,1 bilhões para 2013

Saúde deve absorver 21% do valor direcionado a investimentos

A prefeitura de Porto Alegre prevê um orçamento de R$ 5,1 bilhões para 2013. O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) foi entregue na tarde desta sexta-feira pelo prefeito José Fortunati ao presidente da Câmara Municipal, vereador Mauro Zacher (PDT).

A LDO orienta a elaboração do orçamento e define metas e prioridades do município para o próximo ano. Além de estabelecer regras sobre mudanças nas leis de impostos, finanças e de pessoal, a proposta define metas e prioridades do Executivo para o futuro exercício fiscal.

Conforme o prefeito, o R$ 872,9 milhões devem ser direcionados a investimentos, “o que significa um total de 17,01% do valor orçado, demonstrando a saúde financeira do Município”. Fortunati observou que a aplicação dos recursos ocorrerá de acordo com as prioridades estabelecidas pelos cidadãos, através do Orçamento Participativo: habitação, educação, saúde, assistência social e pavimentação. A saúde deverá absorver um percentual de 21% do orçamento. A Copa do Mundo também está entre as ações de destaque do Executivo para o próximo ano.

Dos R$ 5,1 bilhões previstos, R$2,4 bilhões correspondem a receitas próprias de Porto Alegre, R$ 2,1 bilhões em função de transferências (Estado e União) e R$ 499,5 milhões são provenientes de operações de crédito. Em menos de dois meses, os vereadores deverão analisar e discutir a proposta para que a LDO retorne ao Executivo até o dia 10 de outubro deste ano, para efetiva sanção do prefeito. Após esse processo, serão estabelecidos os percentuais do orçamento para cada ação priorizada.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

11 respostas

  1. Com estes recursos da pra bancar a infraestrutura necessária a empresas de tecnologia… Poa tem q se repensar, pq se for depender dos governos estadual e federal…

  2. O percentual gasto com investimentos é muito maior do que o governo federal gasta para investir no país. Parabéns a prefeitura!

    Se o governo federal investisse o mesmo percentual, com certeza teríamos grandes obras sendo realizadas no país.

    • Falso ! O orçamento é meramente autorizativo. Alguém tem um link para comprovar entre a diferença entre o previsto e o investido no orçamento de 2011 ?
      O que se realiza é muito menos do planejado .

      • Mas pode acreditar, mesmo não investindo o que foi previsto esse percentual é muitas vezes maior do que o do governo federal.

      • a prefeitura tem investido menos q o planejado e batido recordes de investimentos da mesma forma… mas mesmo q se considere apenas o q é realmente investido o número ainda é bem maior q o investido pelos governos estaduais ou federal…

  3. Isso é muito dinheiro! Por que ficam choromingando 1 milhão para manutenção de todas as paradas de ônibus? Ou 1 milhão para a sinalização para ciclistas?
    Fiquei com os dois pés atrás agora…
    Ficam dizendo que manter chafariz é caro e vem com uma bolada dessas antes das eleições.
    Muito estranho.

  4. 17% de investimentos é muito bom, o problema é que o Poder público brasileiro só investe basicamente a partir de déficits orçamentários e endividamento, apesar da imensa carga tributária que arrecada todos os anos (eu sei os municípios ficam a menor parte disso, mas estou falando de modo geral). E isso significa que pagaremos bem mais caro que os valores anunciados por essa obras, já que sobre eles incidirão juros e mais juros.

  5. No http://www.rsurgente.opsblog.org, denúncia sobre mais uma fantasma da Assembléia : a primeira-dama do município .

  6. o Bairrista tem mais credibilidade q o RS Urgente

  7. Será que a prefeitura contabiliza ‘manutenção’ como ‘investimento’ assim como o PAC? hahah

    • O PAC faz pior, contabiliza financiamentos para pessoas privadas, como o habitacional por exemplo, para engrossar os números dos investimentos do programa, numa das maiores sem vergonhice que se tem notícias.

      Aliás, acho que uns 80% dos investimentos previstos pelo PAC são de financiamentos habitacionais e de estatais, ou seja não tem origem na receita dos impostos do governo.

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.167 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: