Por omissão, RS deixa escapar verba para presídio, denuncia Promotoria Pública

O Rio Grande do Sul perdeu a verba de R$ 8 milhões que seria usada para a construção de presídio em Passo Fundo, no Norte do estado. A Promotoria Pública aponta omissão do governo no processo de execução do projeto, como mostra reportagem da RBS TV (veja o vídeo ao lado). O montante retornou aos cofres federais.

As obras que se iniciaram em dezembro de 2010 foram paralisadas em junho do ano passado, após o Tribunal de Contas da União (TCU) apontar irregularidades. Segundo a Corte, a construção começou sem a autorização da Caixa Econômica Federal.

“Havia a área, havia dinheiro e nós esperávamos somente a execução por parte do estado, que fosse realizado no mínimo um processo licitatório de quadro. Foram, segundo temos notícia, três processos licitatórios anulados. Isso é inadmissível por parte do estado”, destacou o promotor de Justiça Marcelo Pires.

De acordo com a Superintendência dos Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul (Susepe), o Presídio Regional de Passo Fundo, único do município, tem capacidade para até 390 detentos. A população carcerária em agosto deste ano, no entanto, era de 569. Somente 7% do total da obra foi concluído. O estado fez três licitações e diz que não havia tempo hábil para a execução.

De acordo com o delegado penitenciário José Marlei Frighetto, a obra segue sendo prioridade. “Ela vai sair com dinheiro do governo do estado”, afirma.

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2012/10/rs-perde-r-8-milhoes-destinados-obra-de-presidio-em-passo-fundo.html

__________________________________________

Uma perda de verbas que já estavam certas já é algo inadmissível. Mas esse fato revela um contorno ainda  mais escandaloso e inaceitável já que, neste mesmo ano de 2012, um dos acontecimentos mais chocantes aqui no Estado foi a denúncia sobre a situação calamitosa do Presídio Central, em Porto Alegre, o pior presídio do país. Presídio, esse, que faz parte do sistema de presídios estaduais, uma vez que os criminosos não precisam necessariamente ficar em sua cidade de origem,  já que podem ser distribuídos pelos demais presídios do Estado. Pois bem, na ocasião o Governo logo apareceu fazendo mil promessas de, ao menos, tentar amenizar a grave situação do sistema prisional do Estado.  Mas parece que o que está acontecendo é muito mais do que não estarem se esforçando: parece que  não estão nem aí.



Categorias:Outros assuntos

13 respostas

  1. É lamentável e uma vergonha!

    Curtir

  2. Esse eh o defensor do terrorista italiano. Governador do Rio Grande do Sul.

    Curtir

    • Pois é entao Georgeano, nao tem nem assim o que comentar né, o cara defendeu um terrorista que matou gente inocente na Itália e deixou outras que sobreviveram com graves sequelas físicas e emocionais … O que vai se falar deste homem??! É o que é!!!

      Curtir

  3. Por isso eu tenho medo dos eleitores gauchos

    (Comentando o comentario acima)

    Curtir

  4. Em entrevista concedida ao zero hora, o sr. Desgovernador ainda disse que “está preocupado com a segurança pública do Estado e de Porto Alegre”! Piadista, não é mesmo.

    Assim foi sua empreitada frente ao ministério da justiça, uma piada, outra piada tb quando esteve frente a prefeitura de Poa, e agora a mais engraçada das piadas é este seu “passeio” como governador!

    Não fez uma vírgula em dois anos e meio de mandato, não apenas a segurança pública está às moscas, mas todos os setores do Estado! T.Genro foi um dos autores da Lei que definiu o reajuste dos professores, e agora o mesmo cidadão diz que o Estado nao vai pagar o teto pq nao tem recursos para tanto!!!

    Como esse cara foi eleito, mais uma vez me pergunto????!?

    Curtir

  5. E, na campanha, o PT batia no Fortunati por ter “perdido verbas do governo federal” por falta de planejamento, sem nunca ter mostrado um exemplo concreto sequer. Bom, taí um exemplo concreto.

    Curtir

  6. mandei algumas vezes um maior e nao foi, estranho

    Curtir

  7. Gilberto, qdo o comentário é um pouco maior como esse meu anterior nao consigo mandar, para mim aparece que já mandei e fica como comentário repetido, como correu aquele dia que deu bug aqui!

    Curtir

  8. Independentemente da situação vergonhosa da estrutura carcerária e de possível solução do problema com a construção desse presídio, perder uma verba dessas por negligência é inadmissível em qualquer governo.

    Curtir

  9. Já falei acerca do DESGOVERNO tarso … fiz referência em posts anteriores que esse Governo é de uma esquerda reacionária e anarquista, e tem como doutrina aquela do qto pior melhor pra se governar, eles crescem na Anarquia, e esse descaso com a segurança pública do Estado, de Poa, e agora com essa questão de deixar esses recursos destinados a construção de pentenciárias escaparem, é bem a cara do tarso genro!!!
    Ele fez isso tb com a segurança pública qdo foi ministro da justiça, nao vigiou uma fronteira, nao investiu nada na polícia federal, só se preocupou em criar factóides mentirosos pra derrubar a Yeda, pois ele tb era chefe fa PF e colocou todo seu aparato institucional pra atrapalhar o governo Yeda.
    Por que faria diferente aqui como governador??? Eu realmente nao entendi como elegeram esse cara, agora aguentem … Quem perde somos todos nós!
    Enquanto isso, ele deve tá tomando chimarrão com Césari Batistti!!!

    Curtir

  10. Mais uma do DESgoverno Tarso!!!!

    Curtir

    • Vamos ser justos: a situação do Central é calamitosa há muito tempo. Não deveria ser necessária uma intervenção tão forte da grande mídia para denunciar isso e provocar o estado. Mais uma do DESgoverno Tarso e de todos os outros anteriores.

      Curtir

      • acho q oq o Ricardo quis dizer é q o Sr Governador durante campanha criticou a Yeda por n buscar verbas do governo federal… e advinhe qual área ele citou pra dar exemplo?? poisé, justamente os presídios, pois ele era ministro da justiça…

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: