Vereadores convocam reunião para discutir derrubada de árvores no Gasômetro

Políticos questionam falta de diálogo com a população para o início das obras de duplicação na área

Diante do impasse quanto à remoção de árvores ao longo da praça Júlio Mesquita, em frente à Usina do Gasômetro, na manhã desta quarta-feira, vereadores e representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam) marcaram uma reunião aberta da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) para o dia 14. O objetivo será ouvir a prefeitura – que suspendeu temporariamente a obra – e os moradores contrários à derrubada das árvores.

Ao final da sessão plenária os parlamentares, em reunião emergencial, ouviram o superintendente de Parques, Praças e Jardins da Smam, Léo Bulling, e o arquiteto Álvaro Steiw, responsável pelo processo de remoção de árvores naquele local. “Nós sabemos que toda e qualquer obra que precisa ser feita na cidade causa um impacto. O trabalho da Smam é tentar diminuir este impacto. Neste caso, por exemplo, realizamos os estudos técnicos necessários e agimos de acordo com todos trâmites legais”, explicou Steiw.

A preocupação manifestada por alguns vereadores, contudo, não dizia respeito à legalidade ou legitimidade da obra, como explicou a vereadora Sofia Cavedon (PT): “Ninguém questiona a importância da obra, mas sim a falta de diálogo com a população, que foi pega de surpresa”. Diante das alegações questionando as remoções, o líder do Governo, Airto Ferronato (PSB), garantiu que as obras continuariam suspensas até a reunião da próxima semana.

Duplicação

As obras da avenida Edivaldo Pereira Paiva fazem parte das ações de mobilidade previstas para a Copa do Mundo de 2014 e preveem a duplicação de 5,8 quilômetros da Usina do Gasômetro até o Viaduto da Pinheiro Borba. De acordo com a prefeitura, para a realização desta obra serão removidas 115 árvores, além do transplante de outras duas. Como compensação, haverá o plantio de 401 novas mudas. Após a conclusão das obras viárias, será desenvolvido um projeto de arborização específico.

Também participaram da reunião os seguintes vereadores: Paulo Brum (PTB), Jussara Cony (PCdoB), Alceu Brasinha (PTB), Marcelo Sgarbossa (PT), Pedro Ruas (PSOL), Cláudio Janta (PDT), Bernardino Vendruscolo (PSD) e Fernanda Melchionna (PSOL).

Correio do Povo



Categorias:Duplicação de avenidas, Meio Ambiente

Tags:, ,

30 respostas

  1. Desenvolver a cidade é vital!

    São inviáveis outras alternativas? Não existem outras opções? É uma situação bem diferente da que se tomou quando deste infeliz episódio.
    Seria tão difícil deixar a linha das árvores derrubas(e outras na mesma direção, que seguem na mira das moto-serras) sobre um estreito canteiro que dividisse os fluxos dos automóveis, preservando-as? As pistas existentes hoje ficariam para um sentido da via(lado do gasómetro), e o sentido contrário, duplicado, seria construído sob o que hoje vem a ser a linha do aeromóvel(este sim, podendo ser amputado da capital, findo que inútil para 99,99% da população portoalegrense, ou com terminal reposicionado e trajeto parcialmente alterado para o lado, próximo à área sem vegetação densa). Teríamos a duplicação, um corredor verde com árvores já adultas, sem a necessidade de esperar mudinhas crescerem sabe-se lá por quantos anos(isso se sobrevivessem).

    Visualizem essa idéia pelas imagens de satélite do google map. Tão difícil assim o Sr. José * privilegiar * o diálogo e as opiniões de moradores e frequentadores do local, entre outros, ao invés de assistir seu colegiado valer-se de ações furtivas e degradantes para alcançar metas estabelecidas???

    Curtir

  2. A Sofista Cavedon está sempre na vanguarda…

    Das duas uma:

    1. Ela não sabia das obras: INCOMPETENTE.

    2. Ela sabia e esperou acontecer para juntar as moscas: HIPÓCRITA e DEMAGOGA.

    Curtir

    • Também não gosto da Sofia, mas lá tem cada vez menos gente que se salva.

      O nosso prefeito acha que criando mais infra para automóveis vai diminuir a emissão de monóxido de carbono e que tem pouco pedestre ali naquela praça. Ah, ele também acha que VLT cria “obstáculos no trânsito”. Fantástico hein.

      E o Capellari brigando pelo aumento de passagens, estamos bem!

      Curtir

  3. *Pinheiro Borda

    Curtir

  4. Eu só sei que Árvore é um ser sagrado, porque são elas que nos dão vida ou esta turma neste Blog que acha ótimo cortar Árvores já esqueceu isso. Caso tenham esquecido é porque esta faltando oxigênio nestes cérebros, é salutar vocês sentarem embaixo de uma árvore e fazerem um bom abastecimento para ver se estas mentes se abrem….
    Não me interssa se vão discutir ou não se uma árvore deve ser cortada. Nenhuma Árvore deveria ser cortada. Os planos deveria premiar a localização das árvores existentes e serem elaborados a partir disso.
    Quantos construções em Porto Alegre preservaram as Árvores existentes pois os engenheiros e arquitetos que as projetam já tem seus empreendimentos focados no meio ambiente.
    Por que destruir o que a Natureza levou anos e anos para criar. Chegam lá com as motosseras rugindo e sem dó nem piedade põem abaixo a beleza e a vida.
    Eu sinto uma dor quando vejo isso, me sinto impotente frente esta fúria sem significado, porque a obra pode ser construída ao lado da Natureza, preservando-a e deixando tudo muito mais bonito ou alguém aqui quer viver num deserto…..

    Curtir

  5. Coloquem-se no lugar do prefeito. TODOS os nossos vadios vereadores já sabiam que a obra iria sair e em que moldes ela seria realizada. TODOS. Pois se os nossos inúteis edis já sabiam, o que o prefeito deveria fazer era chamar uma reunião com eles pra mandá-los tomar no khu…por estarem fazendo proselitismo aos holofotes da mídia. É simples.
    Esses mesmos cretinos vereadores que deram aval às obras, estão agora querendo aparecer como defensores e vingadores da humanidade. É um troço nojento. É o jogo que eles mais sabem fazer.

    Curtir

    • A situação é bem mais simples… ao construir qualquer prédio, a construtora coloca uma imagem de como vai ficar depois de pronto. Por que essa prefeitura inútil não faz o mesmo? Custa uns R$ 50,00 uma impressão digital! Isso o prefeito gasta por dia em almoço.

      Curtir

  6. Gente que não tem o que fazer, junta com politicos que se aproveitam e ta feita a merd*.

    Deu pra nossa cidade.

    Curtir

  7. Engraçado… para protestar contra a podridão aberta do dilúvio, que joga fezes e todo o tipo de sujeira na orla e pelo fato de não termos praia (poderíamos ter praia de água doce e não morrer nas estradas indo pro litoral), não há estudante desocupado, Sofia Cavedon, Pedro Ruas ou Fernanda Melchiona que se manifeste. Agora é cortar árvore (por mais que o triplo de árvores sejam plantadas para a compensação), que essa gente se mostra preocupada com a natureza… que ecologismo torto este!

    É dar nojo!

    Curtir

    • Putz, tu falou tudo, Marcelo!!!! Bem por aí mesmo!

      Curtir

    • Ah, sim, os outros tem que protestar pelas causas que tu achas justas né?

      Curtir

      • Não Felipe X, mas tem que ter coerência, existem problemas tão ou mais sérios, que ninguém se manifesta! É uma indignação muito grande caminhar na “orla” e passar pelo dilúvio e ver toda aquela porcaria desembocando no Lago. E ver ainda os pássaros comendo no meio daquela sujeira.

        Curtir

      • Marcelo, sobre o esgoto existe o PISA em andamento que vai melhorar. Inclusive o dilúvio é foco da obra.

        Fora isso, cada um sabe o que considera prioritário. Mas enfim, acho que me respondeste já.

        Curtir

    • Mas Marcelo, esses pesudopolíticos que vc citou são figurinhas carimbadas na cidade já, atuação deles nunca que foi pelo bem comum, pela melhoria coletiva, mas sim eles sempre se utilizaram de polêmicas e do estímulo a meia dúzia de do contra para conseguir seus votos nesses grupos radicais e bem específicos! É uma resposta ao tipo de gente que vota neles, e fica-se assim nesse círculo vicioso! Sabemos sim, esses 3 vereadores nao valem um montão de esterco de camelo!!!

      Curtir

    • Concordo contigo que o dilúvio é uma vergonha e eles deviam estar batalhando pela revitalização do arroio. Existem projetos em andamento nessa questão.

      Só não ache que o dilúvio polui o guaíba, porque nele não é catalizado nem 5% do esgoto de POA. O esgoto é(ra) jogado por vias subterrâneas a uns 2km de distância da orla, por canalizações na zona sul e zona norte. O desvio desse esgoto bruto para tratamento na serraria é o que POA chamou por 4 anos de projeto sócio-ambiental, que deve entrar em funcionamento antes da metade do ano e passar a tratar ~50% do esgoto bruto que era jogado no Guaíba.

      Não seja um pseudo-protestante

      Curtir

      • Pseudo-Protestante são aqueles lá. Eu levantei outras questões que ninguém se manifesta. Qualquer cabeça pensante sabe que há esgoto que polui o guaíba, outras questões graves como a coleta do lixo (onde mais de 90% do lixo das novas lixeiras) são de lixo reciclável e não orgânixo, da falta de planejamento urbano e do transporte coletivo para diminuição da poluição, enfim, são muitos temas que ninguém protesta, que não aparece nenhum político de meia-tigela para questionar e fomentar o debate.

        Curtir

      • Eu concordo contigo, e vejo que esses caras tomam qualquer onda pra aparecer na mídia, agora que o partido deles tá afundando.

        Só não considero que o tema em questão seja de pouca importância e valorizo o esforço dos protestantes que passaram a noite em cima das árvores. Considero isso como um bem que eles fazem pra mim, levantando esse debate na câmara.

        Curtir

      • Não existe pseudo-protestante. Protestante é protestante e deu. Se querem ver protestos sobre o que revoltam vocês, mobilizem-se ou encontrem alguém que faça a mobilização.

        Curtir

  8. E nós pagando esses palhaços….

    Curtir

  9. Quanta palhaçada, esse povo não tem o que fazer???? Vão pintar uma calçada, limpar o lixo da orla do Guaíba, façam algo mais útil. Melhor, vão morar no campo, saiam da cidade, simples! Aliás, por que em tudo tem que ter política? Saco isso!

    Curtir

  10. Meu deus!

    Não tem como administrar um município do tamanho de Porto Alegre estabelecendo uma discussão pública cada vez que tiver de derrubar uma árvore na cidade. Isso não existe.

    Quer dizer, existe na cabeça de um grupo político que sabidamente usa essa estratagema, quando na oposição, para paralizar e criar confiltos de toda espécie entre o governo e a população.

    Curtir

    • Nada a ver! Você quer dizer que a prefeitura informa adequadamente? Tá louco? Tem gente do blog que trabalha na prefeitura e que tem dificuldade de saber o que vai sair no local! Imagina os pobres mortais ou que não acessar a Internet?

      Curtir

    • Julião, eu não subestimo o poder da negação, mas vamos aos fatos:
      1- A prefeitura sequer comunicou que mudanças estão sendo feitas ali adequadamente
      2- Os foristas que tentaram achar informações, concluíram que vão QUADRUPLICAR a avenida ali, fazer ciclovia e não deixar nada de calçada. Justamente onde há muitos pedestres.
      3- Transporte público nem pensar né?

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: