Por ter alto custo, projeto do sambódromo de Porto Alegre será alterado

sambodromo-porto-alegre

Jornal Metro Porto Alegre, 24/04/2013

___________________________

E aí, alterando, em vez de um projeto bom, sai uma porcaria, como tudo em Porto Alegre…



Categorias:Arquitetura | Urbanismo

Tags:, ,

20 respostas

  1. E agora José, prometeu no período eleitoral e agora não cumpre.

    Para a copa do mundo não faltou empenho para realizar obras públicas para atender os interesses do futebol e o ente privado, mas para o carnaval???????????

    Curtir

  2. Porque não valorizam o histórico de Porto Alegre em vez de copiar os cariocas e botam de volta os blocos na rua? Mais barato, mais popular e mais alegre.

    Curtir

    • Porto Alegre não está fazendo uma cópia dos cariocas. A cidade tem escolas de samba de quase 100 anos.

      Curtir

      • A cidade que eu mencionei é Porto Alegre.

        Curtir

      • Me refiro especialmente a esse modelo de desfile, não às agremiações.
        Escolas de samba que já foram blocos, que desfilavam na rua, em meio ao povo. E há alguns anos atrás, o desfile era na Borges, correto? Eu acho mais divertido e espontâneo assim. Mas reconheço que vai do gosto de cada um. O carnaval é um evento genuinamente popular onde a maioria do povo o vê pela RBS… Acho isso meio incoerente.

        Curtir

      • Georgiano.
        .
        Andei dando uma olhadinha por aí e a primeira escola de samba de Porto Alegre é a Acadêmicos da Orgia, que foi fundada com este nome em 1940, entretanto ela foi criada a partir da Turuna da Santana que é anterior a isto, ou seja, facilitando um pouco as escolas de samba em Porto Alegre tem a mais ou menos a mesma idade das do Rio de Janeiro, que foram fundadas com os nomes atuais por volta de 1930 a 1940.
        .
        É interessante que não se acha nada de estudos acadêmicos sobre sociedades carnavalescas mais antigas. Para muitos pode significar que estas sociedades não existiam, mas só traçando um paralelo entre a articulação entre o movimento de negros brasileiros (não vou utilizar o chamado politicamente correto, afro-brasileiros, para não copiar os norte-americanos) começa bem mais cedo do que todos pensam, a Sociedade Floresta Aurora foi fundada em 1872, ou seja antes da abolição e com objetivo de libertar escravos. Se olharmos outras sociedades tradicionais Porto Alegrense o Leopoldina-Juvenil, começa em 1863 com o nome Gesellschaft Leopoldina, ou seja somente 9 anos antes da Floresta Aurora.
        .
        Em resumo, pensar que as escolas de samba de Porto Alegre são meras imitações das escolas de samba do Rio de Janeiro é não saber de história da nossa cidade.

        Curtir

        • Foi exatamente isso que o Georgeano falou.

          Curtir

        • Simon.
          .
          Concordei com ele! Só coloquei datas para ficar mais explícito.

          Curtir

        • Concordo com o Rogerio. Aliás, sou admirador da história carnavalesca de Porto Alegre, pois contraria vários preconceitos culturais históricos do RS. Só me parece que o atual modelo de apresentação tem influência carioca (assim como em todo o Brasil) e seria interessante remeter ao passado, onde o carnaval me parecia mais vivo, menos televisionado e menos dependente do dinheiro (leia-se corrupção). Mas é uma ideia radical, reconheço.

          Curtir

  3. Se não fosse ficar um elefante branco, pois eu duvido que será um local revitalizado, com eventos o ano todo; agora, se for para por todas as escolas de samba la o ano todo, fazer tipo um parque tematico do samba, até que o valor seria razoavel, mas como isso não vai ocorrer e acham mais interessante um sambodromo que so vai funcionar alguns dias do ano, ok, torrem o dinheiro.

    Curtir

  4. pensei que a prefeitura faria uma escola técnica ali.( duas vilas foram instaladas ali, se não houver escola, o tráfico ensina) escolas de tecnologia, com apoio do senac (que não sai do centro). isso daria vida ao lugar, ou então a uergs poderia ter a sede ali. deixando o centro vida como centro de eventos.

    Curtir

  5. 10 milhões para o carnaval não é muito… A prefeitura teve que dar um aporte de 20 para a Carris.

    http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/prefeitura-de-porto-alegre-repassa-mais-de-r-20-milhoes-para-a-carris-desde-2009-2697.html

    Curtir

  6. Como ja falaram, que ao menos tenha alguma utilidade alem do carnaval.

    Curtir

    • O Fortunatti vai pintar uma faixa laranja e dizer que fez mais um zilhão de quilometros em ciclovias.

      Curtir

  7. Que seja planejado para ter utilidade além do Carnaval.

    Curtir

  8. Acho um desperdício gastar 10 milhões num sambódromo, mas essa é a opinião de alguém que não gosta de carnaval.
    Assim como quem diz que é desperdício gastar milhões em um viaduto por exemplo(e eu respeito).

    Curtir

    • Pois é, eu sou contra os viadutos e não gosto de carnaval. Mas honestamente eu preferia que cancelassem o viaduto e gastassem no sambódromo, ao menos o sambódromo tem alguma utilidade.

      Curtir

    • Caro Julian.
      .
      O sambódramo deve ser visto por várias óticas, sendo que a primeira é a da população de Porto Alegre que gosta e participa deste evento, eu como tu não sou muito ligado em Carnaval, mas tem muitas pessoas que acham importante e gostam desta festa popular.
      .
      Outra ótica é do aumento de Turistas (Uruguaios, Argentinos e do interior do estado), que já vem mesmo com condições precárias para assistir este evento, pergunto: Quanto incremento haverá neste turismo se existir uma infraestrutura adequada para o carnaval? Talvez estejamos subestimando isto.
      .
      Mais uma observação, várias vezes as arquibancadas do carnaval eram colocadas numa curva, e me parece que não havia problemas ao espetáculo. Se as arquibancadas fossem feitas também em curva, no lado externo da mesma, e no lado interno fosse deixado um espaço livre para a montagem de um palco, não poderíamos ter um excelente local para shows que são montados em estádios de futebol? O Sambódramo desta forma seria utilizado todo o ano, não só na época do carnaval!
      .
      Veja, se olharmos de uma forma mais multifacetada achamos respostas para problemas.

      Curtir

      • Bom Rogério, se apresentarem um projeto que contemple essas outras opções que tu deu, como servir de palco para shows, claro que pode ser uma boa ideia. Eu nem conheço esse local, então não faço ideia se isso seria possível.

        Como eu disse acima, foi apenas a minha opinião pessoal e não levei em consideração as outras opções. E obrigado por apresenta-las.

        Curtir

        • Teríamos uma enorme sala de espetáculos ao ar livre, com o tempo poderia ser feita uma cobertura e teríamos uma forma semelhante a um Teatro Grego.
          .
          Quem for arquiteto, faça um esboço e apresente a concepção para a PMPA, não esqueçam de quem deu a ideia!
          .
          Importante, quando as escolas de samba entrassem não seria aquela confusão de cores e luzes que só permite uma definição de quando passam exatamente pela frente, também não se veria a concentração, que é uma bagunça. Quando entrasse a escola se veria uma por uma das alas e quando estivesse no meio do desfile todos veriam tudo.
          .
          Tá melhor do que o Niemeyer!

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: