Inaugurada unidade industrial de caminhões da International em Canoas (atualizado)

Até o fim do ano devem ser entregues à União 75 caminhões comprados da unidade de Canoas

Foto: Caco Argemi/Palácio Piratini

Foto: Caco Argemi/Palácio Piratini

O governador Tarso Genro participou nesta terça-feira (11) da cerimônia de inauguração da nova unidade industrial de caminhões Navistar Mercosul. Após 14 anos fabricando para o mercado de exportação, a empresa começará a produzir no município de Canoas, e até o fim deste ano deverá entregar ao Ministério do Desenvolvimento Agrário 75 caminhões, comprados diretamente desta unidade.

Tarso ressaltou que o investimento é saudável para o Estado em todos os sentidos. “Demonstra a confiança da empresa no Rio Grande do Sul, e isso é muito importante perante o cenário global competitivo, nos dando visibilidade para atrair investimentos. Esta é uma empresa que possui tecnologia moderna, com uma nova linha de produção de caminhões, gerando emprego, firmando a Região Metropolitana como carro-chefe no desenvolvimento industrial e descentralizando no país a produção de veículos desta natureza”, afirmou.

Conforme o presidente do Grupo de Operações da Navistar, Waldey Sanchez, a escolha pelo Rio Grande do Sul deu-se a partir de uma base importante na fabricação de motores. “A nossa história na montagem dos caminhões iniciou no Rio Grande do Sul, e tudo isso facilitou o processo de ampliação das nossas instalações em Canoas. A partir da mão de obra qualificada continuamos trabalhando nos moldes e padrões que hoje a Navistar utiliza nos Estados Unidos”.

O presidente da International Caminhões, Guilherme Ebeling, celebrou a inauguração ressaltando que a quase totalidade dos sistemas e equipamentos foram adquiridas no mercado nacional. “O resultado é uma linha de montagem atual, flexível e com capacidade de ampliação para atender às demandas futuras do mercado local e de exportação”, disse.

“Nosso negócio no Brasil vive um ano positivo e este sucesso é parte relevante do avanço em nossa estratégia”, disse Eric Tech, presidente da divisão Global de Caminhões e Motores da Navistar. Conforme ele, enquanto for mantido o foco na evolução, a América do Norte continuará procurando novos caminhos para investir.

International Caminhões

A International Caminhões é a marca de caminhões da norte-americana Navistar International Corporation. Em 2013 a empresa transfere sua produção para a nova unidade de Canoas, empregando 1.100 pessoas. Inicialmente a linha terá capacidade de produção de cinco mil caminhões por ano.

Nos últimos três anos a Navistar investiu aproximadamente R$ 400 milhões no Mercosul, destinados principalmente ao desenvolvimento da tecnologia e produção de novos modelos de motores, modernização da linha de produção e a nacionalização de componentes.

Texto: Daiane Roldão da Silva
Foto: Caco Argemi/Palácio Piratini
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305

Portal do Governo do Estado do RS

_________________

Do Diário de Canoas – em 12/06/2013 (link)

Empresa instalada em Canoas produzirá para o mercado mundial

Nova fábrica de caminhões foi inaugurada na terça-feira

A International entregará dois lotes que somam 75 caminhões DuraStar 6x4, basculante, ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), órgão do Governo Federal.

A International entregará dois lotes que somam 75 caminhões DuraStar 6×4, basculante, ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), órgão do Governo Federal.

Canoas – O novo complexo industrial da Navistar já funciona a pleno vapor. São mil e cem funcionários trabalhando na fabricação de caminhões pesados e semipesados em solo canoense. Serão produzidos cinco mil veículos anualmente da linha International, nos modelos 9800i e DuraStar. Segundo o presidente da International Caminhões, Guilherme Ebeling, o empreendimento tem capacidade de expansão da produção, que inicialmente será de cinco caminhões a cada três dias, e chegar a cinco veículos por dia até o fim do ano. A unidade, instalada junto ao complexo da fábrica de motores da MWM, na Avenida Guilherme Schell, também pertencente à Navistar e foi inaugurada ontem. “A região tem o menor índice de desemprego do País e encerramos o semestre orgulhosos pelo desenvolvimento que empreendimentos como este representam”, destacou o governador Tarso Genro.

Investimento estimado em R$ 100 milhões

A velocidade de implementação e o baixo custo foram os motivos apontados para decisão de mudança para o município. “Apostamos no projeto que foi concluído em tempo recorde, de oito meses. A fábrica é estratégica para o nosso crescimento global”, ressaltou o presidente da Divisão Global de Caminhões e Motores da Navistar, Erich Tech. A companhia informou que dos 400 milhões de reais investidos no Mercosul, a maior parte foi para o segmento de motores e aproximadamente 100 milhões no mercado de caminhões, incluindo a implantação da fábrica de Canoas. A International comercializou, segundo dados apresentados pelos executivos da empresa, 521 caminhões em 2012 e a meta é alcançar crescimento de 35% deste número. Os veículos produzidos são destinados para o mercado interno e também para exportação.

Geração de empregos da região

Pelo menos cem pessoas de Canoas e região foram contratadas na fábrica da International. Apesar das expectativas de ampliação, a companhia preferiu não fazer projeções para abertura de postos de emprego. Mesmo assim, a chegada da fábrica entusiasmou o setor metalúrgico. “A vinda da empresa é muito boa para nós, conversamos bastante sobre as condições de trabalho e recebemos garantias de que serão as melhores”, explica o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas, Paulo Chitolina. Para o município, além da geração de empregos o empreendimento deve proporcionar maior arrecadação para os cofres públicos. “Vai desenvolver a nossa cidade e fortalecer o nosso polo metalmecânico”, salientou o prefeito Jairo Jorge.

Informações: Diário de Canoas e TranspoOnline



Categorias:Economia Estadual

Tags:, ,

1 resposta

  1. Tarso, o CHUPIM.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: