Comerciantes lavam Viaduto Otávio Rocha

vdt1

vdt2

Jornal Metro – Porto Alegre – 24/12/2013



Categorias:Patrimônio Histórico

Tags:

27 respostas

  1. Enfim, jogaram a bola da vez para o colo do Pref. Fortunati, como não poderia ser diferente, virão a público dizer o que agora, que foi uma fatalidade a limpeza do viaduto.

    Tem sido até agora a desculpa para não realizar suas obrigações perante a sociedade que banca os impostos e não tem o devido retorno do erário público.

    A quem interessa que o viaduto da Borges de Medeiros se encontrem em total abandono, há dormitório público para os moradores de rua em plena avenida.

    Seria a privatização do local para o ente privado, como ocorreu com o Araújo Viana.

    Façam suas apostas, se o local em breve será tornado de público para privado na calada da noite.

    A Agora José????????????????

    Curtir

  2. Esse é o reflexo do caos em que se encontra nossa cidade!
    Está foi a ultima gota da água que os moradores de Porto Alegre aguentaram.
    Que sirva de ícone este exemplo para o próximo ano de 2014 Portoalegrenses.

    Curtir

  3. Neste mesmo local tem um prédio (o mais bonito entre os 4 do topo do viaduto, um mais antigo) que tem a parede virada para o viaduto pintada (sem exageros) no mínimo uma vez por semana (claro, por causa de pixações). Algum dia tenho que mandar uma carta para o síndico parabenizando o prédio pelos esforços não só para embelezar a cidade mas para o combate dessa praga que é a pixação.

    Curtir

  4. O problema que ninguém pensou é: o viaduto é tombado, logo não pode ser descaracterizado de nenhuma forma. Imagine se os moradores ali tivessem usado um produto de limpeza que reagisse com o material do próprio viaduto, esbranquiçando tudo por exemplo. A prefeitura iria multar e faze-los pagar pela recuperação dos estragos.

    Por isso (dentre outros motivos) que tem de ser a prefeitura a responsável pela limpeza, pois em teoria tem pessoal habilitado a evitar qualquer problema.

    Curtir

  5. Meu irmão é o proprietário do estabelecimento que emprestou a energia (e o carinha da foto).

    Já atendi no bar gente dos mais diversos países (Suécia, Áustria, França, EUA, Alemanha, Cingapura, Índia, etc…) e estados e uma coisa é fato: todos ficam admirados com o Viaduto.

    Me pergunto porque o poder público não ajuda a revitalizar o local? Tudo que eu vejo acontecer de bom ali vem das pessoas que trabalham/moram/gostam do local. Um dia toda essa vontade de manter a roda girando acaba, morre à míngua.

    Boas festas a todos do Blog.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: