Serviço de vistos para os EUA começa a funcionar nesta quarta em Porto Alegre

Brasil é um dos cinco países que mais emitem vistos para os Estados Unidos  Foto: Divulgação/PMPA

Brasil é um dos cinco países que mais emitem vistos para os Estados Unidos Foto: Divulgação/PMPA

O prefeito José Fortunati participa nesta quarta-feira, 19, da inauguração do Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), do governo dos Estados Unidos, em Porto Alegre. A solenidade, com a presença do ministro conselheiro da Embaixada norte-americana no país, Todd Chappman, começa às 10h. Logo em seguida inicia-se o atendimento ao público, pois o escritório já abriu os agendamentos para renovação do documento ou encaminhamento do primeiro visto. O ministro informou que a estimativa é de que 30 mil pessoas utilizem os serviços nos primeiros 12 meses.

Para o chefe do executivo, a instalação do CASV em Porto Alegre, e futuramente do consulado norte-americano, é muito importante para a Capital. “Além de facilitar a solicitação de vistos para os gaúchos, esse escritório representa um investimento dos Estados Unidos em Porto. A volta da representação norte-americana para a Capital significa criar condições para estreitarmos laços culturais e econômicos com os norte-americanos”. destacou Fortunati.

Além do atendimento de segundas a sextas-feiras, das 7h às 18h, o CASV abrirá ao público também aos domingos, das 13h às 18h. O escritório fica na avenida Carlos Gomes, 1.501, bairro Três Figueiras. O Brasil é um dos cinco países que mais emitem vistos para os Estados Unidos, com mais de 1 milhão de documentos processados em 2013.

CASV – O Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto realizará a primeira etapa da documentação para novos pedidos de visto e a renovação completa do visto dos interessados. Entretanto, a entrevista, ainda será feita em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília ou Recife.

Todos os procedimentos junto ao CASV serão feitos a partir de agendamento prévio pelo call center (51) 3251 0321 ou no site http://brazil.usvisa-info.com. A operação do escritório está a cargo da empresa Computer Sciences Corporation. No caso da emissão do primeiro visto, o centro faz a coleta dos dados biométricos (digitais) dos solicitantes e a checagem dos documentos necessários antes da entrevista que, por enquanto, ainda precisa ser feita em São Paulo, Recife, Brasília ou Rio de Janeiro que sediam escritórios da representação norte-americana no país.

O processo de renovação do visto pode ser feito todo em Porto Alegre, sem precisar sair do Estado. Além do comprovante do agendamento, o solicitante deve apresentar no CASV o passaporte válido e o formulário exigido. Podem renovar o visto pessoas que tenham o documento vencido nos últimos quatro anos e não precisem fazer entrevista; quem possui vistos de turista com validade máxima de 5 a 10 anos vencidos há menos de 48 meses; pessoas com 66 anos de idade ou mais e menores desacompanhados com idade menor ou igual a 15 anos, que possuam ou não visto anterior.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , ,

7 respostas

  1. Entendam, é para RENOVAÇÃO…
    Gostando ou não, a entrevista é só em SP…
    Para nós, a província dos PAMPAS já foi um grande avanço, ou melhor… UM MEGA AVANÇO…
    JÁ VOU TER UMA ECONOMIA DE NO MÍNIMO R$ 1.000,00

    Curtir

    • Mega avanço vírgula, pois já tivemos consulado aqui no passado. Acostumamos a achar avanço voltar a ter coisas que já tivemos há 20 anos como se fosse uma novidade. Já que a cidade não evolui, quando volta algo que foi embora, achamos grande coisa.

      Curtir

  2. Não gostei do fato de ter que viajar para fazer a entrevista. A única coisa que traz de melhor é o encaminhamento do pedido. Mas acho que dá pra fazer isso pela internet, não?

    Curtir

  3. Tomara que o CASV não seja uma solução definitiva, mas sim temporária, e que venha logo o Consulado gaúcho.

    Curtir

  4. amem irmão

    Curtir

  5. Muito bom! Interessante também é o horário de funcionamento! Bem que as repartições publicas brasileiras poderiam funcionar nesse regime de horário também, não só de segunda a sexta das 10 as 16 sem expediente externo as segundas pela manhã e sexta a tarde, como eu já vi.

    Curtir

  6. Enquanto todo o processo não for aqui, não tem jogo. Ter de pagar estadia em São Paulo/Brasília/Rio/etc, mais passagens de avião, para obter permissão para pisar nos EUA, perdendo no mínimo um dia de trabalho, no business.

    Mas é um bom começo. Visitar os EUA poderá tornar-se tão competitivo quanto ir à Europa, esta sendo de longe a minha opção preferida. Não que eu esteja em condições de fazer turismo fora da América do Sul. Mas acho que lá por 2015 ou 2016 eu consigo fazer uma viagenzinha a um câmbio mais favorável, se o(a) futuro(a) presidente ajudar, investindo mais e torrando menos dinheiro em estádios.

    Será que o dólar voltará um dia ao patamar sub-1,80?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: