Aeroporto Salgado Filho terá hotel Laghetto

Laghetto Hoteis terá hotel no aeroporto Salgado Filho, de Poa, e no aeroporto Afonso Pena, em Curitiba

Laghetto Hotel - Aeroporto Salgado Filho

Laghetto Hotel – Aeroporto Salgado Filho

A Laghetto Hoteis vai construir e administrar o novo hotel do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (Rio Grande do Sul), e o novo hotel do aeroporto Afonso Pena, em Curitiba (Paraná). As obras dos dois hotéis devem iniciar nos próximos meses, e a previsão é que entrem em operação no início de 2016. O investimento total nos dois empreendimentos será de mais de R$ 60 milhões.

Fundada em 1989 na cidade turística de Gramado, na Serra gaúcha, a Laghetto Hoteis foi vencedora das duas licitações feitas pela Infraero para construir e operar por 25 anos os dois hoteis. A licitação ocorreu em maio desse ano e a abertura dos envelopes ocorreu nos dias 21 e 22 de julho.

Com a iniciativa, a Infraero quer aprimorar os serviços oferecidos ao passageiros, proporcionando facilidades aos usuários e criando novas oportunidades comerciais, além de conceder a iniciativa privada a realização de empreendimentos que não são específicos da atividade fim dos aeroportos. A medida também tem a intenção de dinamizar e melhorar os aeroportos.

O novo hotel do aeroporto de Porto Alegre, que ficará ao lado do terminal 1, terá 242 apartamentos e 120 vagas de estacionamento. Já o hotel do aeroporto de Curitiba terá 200 apartamentos e 100 vagas de estacionamento.

O Gerente Comercial da Laghetto Hoteis, Carlos Blodörn, afirma que a expertise que a rede possui na atração de clientes garantirá o sucesso dos empreendimentos. Além disso, garante, nos dois casos, tanto no aeroporto de Curitiba como no de Porto Alegre, a Laghetto Hotéis terá espaços dentro dos aeroportos para fazer o atendimento dos clientes de forma mais ágil, confortável e prática.

Em Porto Alegre, o hotel do Laghetto terá um balcão no Terminal 1 de 13,95m² e outro no Terminal 2 de 9,70m². Já em Curitiba, haverá um balcão de 6m². Em todos, o cliente poderá confirmar reserva e fazer o check-in nos hotéis.

Ainda, de acordo com Blodörn, no caso específico de Porto Alegre, a Laghetto Hoteis pretende com a operação do aeroporto Salgado Filho, bem como já faz com o Hotel Laghetto Viverone Moinhos, fazer uma integração com clientes que tenham como destino os seus hoteis em Gramado e Bento Gonçalves, conhecidos destinos turísticos

“Temos experiência no mercado de Gramado e também estamos em há um ano em Porto Alegre. Atualmente, muitos dos nossos clientes que têm como destino a Serra, ficam uma noite no hotel de Porto Alegre. Acreditamos que as duas operações serão um sucesso, tanto em Curitiba como Porto Alegre. Sempre buscamos operações que propiciem alta rentabilidade dos investidores”, destacou

A Laghetto Hoteis projeta chegar até 2018 com 25 estabelecimentos sob seu comando. Em breve, a Laghetto Hoteis estará presente também em Canela (cidade vizinha de Gramado). Essa nova operação terá 125 apartamentos e deve ser aberta em 2016. O investimento será de R$ 18 milhões. Segundo Carlos Blodorn, gerente comercial da Rede Laghetto, para o hotel de Canela, a Laghetto está disponibilizando a venda de apartamentos para investidores, o que possibilitará alavancar também o crescimento da rede.

Crescimento

Em janeiro desse ano, ao assumir a administração do Hotel Laghetto Vivace Viale, em Gramado, a Rede Laghetto Hotéis chegou a sete operações, sendo cinco delas em Gramado (539 apartamentos), uma em Porto Alegre, com o Hotel Laghetto Viverone Moinhos (132 apartamentos) e uma em Bento Gonçalves, também na serra gaúcha, com o Hotel Laghetto Viverone Bento Gonçalves (121 apartamentos). Ao todo, atualmente, a Laghetto Hoteis administra 792 apartamentos.

Portal da Hotelaria

_________________________

A localização do futuro Hotel Laghetto:

Imagem: Google Earth

Imagem: Google Earth



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho, Arquitetura | Urbanismo, hotelaria, TURISMO

Tags:, ,

25 respostas

  1. Esses empreendimentos muito próximos ao aeroporto acabam com minhas ilusões do Governo abandonar o projeto 20 de Set e investir pesado no Salgado Filho….Acho que Poa não precisa de outro aeroporto pois é totalmente inviável dois aeroportos em Poa, principalmente se o 20 de Set for tão grande quanto se planeja. Pra mim, tirava hotel, Pepsi On Stage e o máximo possível, construía mais uma pista, ampliava o terminal o quanto fosse necessário.Até se possível, emendava o aeroporto com a Base Aerea de Canoas (meio louco) enfim, não passa de utopia. Fico pensando nesses investimentos que estão fazendo no SF agora, será que terão a devida utilidade no futuro? Por exemplo, o aeromóvel, que hoje já tem menos usuários que o esperado, imagina quando o SF não for o principal aeroporto….. E essa ampliação que já está sendo feita pra copa (sempre falo pra copa pra tornar um pouco cômico)? Isso remete o quão desentrosado é o planejamento do Governo Federal e do Governo Estadual…..agora só falta a prefeitura querer fazer um aeroporto.

    Curtir

  2. Enquanto no Mont’ Serrat só pode construir prédios abaixo do 4º subsolo, a 3 ou 4 km em linha reta do aeroporto, tem esse hotel de uns 30 metros de altura sendo contruído ao LADO do aeroporto. Gostei do projeto e acho que será muito bom, não atrapalhará nenhum tráfego aéreo, mas ver permitirem isso e não permitirem construir em bairros residenciais “próximos” é muita hipocrisia.

    Curtir

  3. Não gosto de muitos hotéis perto do aeroporto. É causa e consequência de um miolo urbano não atraente ou problemático em algum sentido. Não vejo isso acontecendo em proporção tão grande em cidades de turismo de lazer, que é o que desejo que Porto Alegre se torne.

    Curtir

    • Isso explica parta de mainha dúvida lá em cima. Mas há hotéis saindo em outros locais para este outro fim, inclusive ali pelo BarraShopping.

      Curtir

    • Cara, em qualquer lugar do mundo há opções de hotéis perto de grandes aeroportos. Não são hotéis para turismo ou lazer, mas sim, se destinam a alocar o público voltado aos negócios, que fica na cidade por pouco tempo.

      Curtir

      • Se não me engano o hotel mais próximo ao aeroporto de Floripa é em Campeche 😀

        Curtir

      • Porque Floripa não é base de comparação, com todo respeito. Eu sou consultor, quase não tem negócios em Florianópolis, vou muito mais pra Joinville. Há muita demanda de hotéis perto de aeroporto para gente que viaja muito à negócios, como eu, fora as tripulações de companhias aéreas que pernoitam, há também muitas convenções e congressos que pela facilidade fazem do lado do aeroporto mesmo, já que muita gente vai vir de outras cidades, além de outros usuários em geral que fazem conexões. Tem muita gente que não tá disposta a dormir no chão do aeroporto.

        Curtir

  4. E o que é aquela área ao lado do Pespi on Stage, que está sempre em obras?? Alguém sabe?

    Curtir

  5. Pode construir hotel tão perto? e a restrição de altura?

    Curtir

  6. E como será existindo o aeroporto 20 de Setembro ???

    Curtir

    • o 20 de setembro se sair ainda vai levar muito tempo
      dito isso: vai ser a mesma coisa, o salgado filho viraria um aeroporto doméstico como o congonhas

      Curtir

      • Em paises de 1o mundo areoportos do porte que se pretende fazer o 20 de setembro demoram no minimo 10 anos para serem feitos…
        Imagina aqui no brasil com nossa agilidade de lesma burocratica.

        Curtir

  7. Acho que a rede deveria antes de pensar em construir um novo hotel terminar aquele que ficou pela metade ali na 24 de outubro….

    Curtir

  8. Gostei!

    Curtir

  9. Tem uma coisa que nunca entendi, alguém sabe dizer por que há toda essa demanda para ficar em um hotel perto do aeroporto? Já tem uma porção ali, até entendo que quem vem a negócios na grande POA pode querer ficar por ali mesmo, essa é a demanda? Existe a mesma em Curitiba, com o aeroporto tão afastado?

    Curtir

    • O terreno deve ser mais barato ali do que em áreas mais nobres, eu suponho. Também podem oferecer serviços como traslado gratuito hotel-aeroporto, o que é atraente para alguns hóspedes.

      Curtir

      • Mas o preço do terreno explica o interesse da empresa, não de uma suposta demanda dos clientes 🙂

        Curtir

    • Trabalhei no Bacen por alguns anos como motorista, e pegava muita gente de outros estados e países pra deixar em hotéis em Poa.

      O que era muito comum (e falcatrua de alguns), era do pessoal vir pra Poa, dormir num desses hotéis, alugar um carro e se tocar pra Gramado ou outra cidade do interior.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: