12 assaltantes arrombam Galeria do Rosário

Parece que entramos mesmo num novo patamar de violência e assaltos na cidade. Ou: vamos na onda, que a polícia não tá pegando ninguém mesmo, e quando pega, o juíz nos solta. Na madrugada de hoje nada menos do que 12 assaltantes renderam seguranças e funcionários e arrombaram duas joalheiras na Galeria do Rosário no centro de Porto Alegre. Foram levados óculos, relógios e joias. Segundo as vítimas, os bandidos fugiram pouco depois da 1h30 deste domingo.



Categorias:violencia urbana

Tags:,

11 respostas

  1. Queiram ou não, uma hora ou outra isso vai acontecer.
    Em qualquer pais acontece.

    O problema é que pra ser preso no Brasil, o cara vai ter que aprontar muita coisa.

    Curtir

  2. Isso que enviaram um efetivo da BM de outros municípios para Porto Alegre……

    Curtir

  3. BALAAAANÇA porto iBagem!

    Curtir

  4. Agora o blog também vai começar a publicar notícias sobre violência?

    Curtir

    • e pelo jeito naquela pegada fascista de “polícia prende e justiça solta” personificada nessa eleição pelo “Estivalete-28-Nada-contra-gays-mas-no-meu-CTG-não”.

      Curtir

      • Quanto um parente teu morrer de bala perdida, tu serás o primeiro a gritar por uma justiça rigorosa.

        Curtir

      • A bala, às vezes, é a polícia quem perde. E justiça nada tem a ver com chiliques fascistóides, tem a ver com um Estado Democrático de Direito forte, que garante, inclusive, o direito à habeas corpus e progressão de pena. O papinho “polícia prende, justiça solta” nada mais é que populismo e demagogia.

        Curtir

      • Pior mesmo são os chiliques dos “bandistóides”. Quem defende bandido é comparsa.

        Curtir

      • E tu vais ter essa opinião fascista até o dia que o estado, seja de esquerda ou de direita, se cansar de oprimir o outro e desviar o foco pra ti ou pra tua família. Defender direitos humanos não é defender bandidos, é defender a liberdade de todos contra os desmandos do poder, independente da orientação ideológica desse poder.

        Curtir

    • Ricardo; não é notícia sobre violência. É notícia sobre Porto Alegre. O que acontece aqui, o blog publica. E é apropriada a notícia, visto que é repercussão de uma nova tendência na cidade.

      Curtir

    • É um problema que cresceu muito nos últimos anos. Não vejo por que não discutir isso.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: