Parque do Pontal – novas imagens (atualizado)

11034537_10203980206130404_885229394_o

01_nivel_observador_guaiba_EF (Custom)

05_danca_aguas_EF (Custom)

Imagens: BMPar / Divulgação



Categorias:Pontal do Estaleiro

Tags:, ,

42 respostas

  1. Caro Simon, espetacular imagem do projeto. Porto Alegre merece um projeto deste porte.
    A praça de acesso de frente para o Lago Guaíba permitirá que todo porto-alegrense desfrute com segurança de um dos mais lindos por do sol.
    Abs
    Ricardo Sessegolo.

    [assinatura]
    Ricardo Sessegolo
    Diretor
    Mostardeiro, 800 6º andar
    Tel: (51) 3021 7710
    Fax: (51) 3021 7702
    O e-mail ricardo@cyrelasul.com.br mudou para ricardo@goldsztein.com.br.

    Curtir

  2. qual o projeto afinal? o projeto da imagem de capa do site ou o projeto dessa imagem?

    são prédios bem diferentes…

    hoje a zh publicou uma reportagem sobre a trincheira da anita um dos problemas detectados é que o projeto original nunca estava disponível.

    Curtir

  3. Muito, mas muito melhor, e vai dar uma mudada no skyline quadradão que teriamos junto aos prédios do Barra.

    O shopping parece que vai ser bonito também.

    Curtir

  4. O Guaíba vai até ficar azul e cristalino…

    Curtir

  5. Legal um projeto para modernizar a area, se ticiver espaço público para desfrutafmos desta área vip da cidade, junto ao Guaiba. Mas mais um outro shopping bemm do lado do Barra? Terá u a Leroy Merlin? Não seria grande demais para ocupar uma área tão nobre?

    Curtir

  6. Com um design desses, essa torre poderia ter uma altura (muito) maior!

    Curtir

  7. Essa imagem mostra como a movimentação contra o Pontal do Estaleiro foi importante. O atual projeto é muito melhor e mais proveitoso para a cidade. Claro, alguns continuarão reclamando – nunca teremos 100% de satisfação. Mas antes de bater naqueles que pedem melhorias, transparência e participação, lembre que são os “do contra” que salvam poa de ser um interminável paredão. Se todos aceitarem tudo q as construtores querem, é o que aconteceria.

    Curtir

    • Discordo, o primeiro projeto era muito superior.
      Na minha opinião, claro.

      Curtir

    • Imagino que tua preferência por esse seja por causa da quantidade de prédios, volume, etc?

      Entendo essa visão, mas acho que uso misto (ou seja, com residências) seria melhor. O que falta na orla é vida, especialmente a noite.

      Mas é um bom projeto sim🙂

      Curtir

      • Exatamente o que não teríamos caso houvessem residências no pontal, vida noturna. Rapidamente seria tomado por pessoas acima dos 50, pois mais de 60% da renda de Porto Alegre se encontra nas mãos desta faixa etária. É como diz minha mãe: “seria bom pros idosos residências no pontal, teriam tudo perto”.
        Deixamos de criar a nova cidade baixa, com a cidade clamando por vida noturna e os moradores reclamando do barulho e das pessoas que não moram lá. Ainda bem que não será assim.

        Curtir

      • hã… tu acha que vai ter baladinhas no pontal?

        Curtir

      • Eu sei o que não terá: biker-chato fumando maconha e morador de roupão exigindo silêncio. Ainda bem que não tem residências.

        Curtir

      • Ah, ok, outro Oscar que não fala nada com nada e parte pra xingamentos.

        Curtir

      • Não ofendi ninguém meu caro, pra mim é fato que essas típicas coisas que acontecem em lugares mistos de comércio e residências não acontecerão no pontal.

        Curtir

      • ´Logo depois de postar me arrependi da expressão “biker-chato”, mas enfim, a intenção era essa, mostrar que nem moradores e nem descolados vão se sentir os donos do lugar.

        Curtir

      • Má notícia para ti, vai ter muito ciclista, afinal contempla ciclovia, e muito maconheiro, afinal não via ter ninguém na rua de noite. Quer dizer, até agor atu não me disse que vida vai ter lá de noite.

        Mas concordo, não vai ter morador na pedindo silênco por que não vai ter NINGUÈM de noite.

        Óbvio que não foi xingamento, nem teve conotação pejorativa né rsrsrsrs.

        Curtir

  8. Tá certo que estamos na renderland, mas tá bonito.

    Curtir

  9. Aquela parte de cima do shopping parece uma com varanda e mesas na rua, não? Se for vai ser massa.

    Curtir

  10. Este projeto coloca Porto Alegre na vanguarda da moderna arquitetura mundial,das cidades cosmopolitas do século XXI.

    Curtir

    • Menos, Sady. Menos. kk
      O troço ainda nem saiu das telas do computador e já aparece gente arrotando caviar. Pobre quando sente o cheiro de rango bom se baba todo.

      Curtir

  11. As fundações poderiam ser sobre o cadável do Henrique Wittler, assim o projeto cumpriria dupla função social.

    Curtir

    • Contaminaria o lençol freático. Melhor não.

      Curtir

    • É você, cebolinha?😀

      Curtir

    • Caraca, esse Sr. Henrique é anti tudo!!! Cruzes

      http://www.correiodopovo.com.br/blogs/hiltormombach/?p=23319

      Uma Arena amaldiçoada

      Henrique Wittler,

      A Arena gremista será amaldiçoada para sempre por milhares de atletas que praticavam esporte nos oito campos de futebol ali existentes, pela supressão das áreas verdes onde as aves em migração faziam o repouso, pela destruição de duas escolas de alto nível, pela permanência de lixão no subsolo envolto em “chorume”, que escoará por centenas de anos para o rio Guaíba atingindo a biota do Parque Delta do Jacuí, pelo procedimento adotado na obtenção da área e pela destinação de R$ 30 milhões da isenção de impostos que irão para empresa de sócios sigilosos e de capital de R$ 1 mil. A área utilizada para a Arena, doada pelo Estado há mais de 40 anos a uma entidade privada para construção de escola técnica, com cláusulas de impenhorável e inalienável, foi parar nas mãos da Construtora OAS, dos 37 hectares ficou dona de 28 para enriquecer seu patrimônio.

      O contrato entre Grêmio e OAS previa a compra da área e a construção da obra com recursos da construtora e que, só após a obra concluída haveria a permuta da mesma pela área do Olímpico. Portanto, não necessitava a doação da área estadual, tirada da Fcors, um brinde. Ocorre que a área que a OAS estava comprando, vizinha a atual, custaria, já em 2008, 10 vezes mais do que pagou à Fcors, e, além disso, teria 10 hectares a menos, reduzindo a área destinada para especulação imobiliária. A lei feita para a transferência, publicada logo após reunião, justificada em um acordo com a Fcors que obrigava a entrega da área ao Grêmio, mas foi parar diretamente nas mãos da firma Novo Humaitá Empreendimentos, que pertence à construtora OAS. Tenho certeza que os crimes ambientais, o uso da força, a maldade, o enriquecimento ilícito e a destruição de outras entidades não trazem o bem, pelo contrário, marcam o empreendimento e seus usuários com o timbre da “maldade”, que será lembrada para sempre, de forma que, lesões de atletas, perda de jogos, briga entre dirigentes, desastres e derrotas esportivas serão consequências, pois estarão inseridas nas mentes insanas dos que praticaram e na dos que sabiam de tais atos e nada fizeram. Que a maldição dos prejudicados se encarregue de fazer justiça, pois a humana, hoje em dia, está fora de “moda”.

      Engenheiro civil e perito ambiental

      Curtir

  12. Muito melhor.

    Curtir

  13. Acho que tem umas questões importante a serem consideradas sobre o projeto que foram levantadas na audiencia da sagrada familia:

    1- uma leroy merlin? as pessoas vão comprar 4 metros de pvc e sair pra passear no parque? o tipo de comercio previsto pro lugar é, no minimo, pouco compativel…

    2-acho que tem o povo do contra mais punk, que tenta remoer a origem do terreno que foi cedido ao estaleiro, e o leilão teria sido ilegal, pois o terreno não pertencia a empresa, etc.. acho que esse pessoal pode até ter razão.. mas é uma causa perdida.. ninguem vai assumir a bronca dos 7mi pagos pela atual empreendedora, fora os processos que isso iria gerar, etc.

    3- o pessoal mais “do contra” mais xiita quer tudo publico. Acho que esse não é o caminho, acho que a empresa tem o direito de usufruir do espaço comprado e a solução que eles deram foi bastante criativa. Mas não podemos deixar que questões ambientais sejam esquecidas. Em epoca de lava jato, é importante saber se a empresa nao patrocinou nenhum politico pra que as “exceções” da lei passassem.

    4- algumas pessoas apontaram que este projeto pode ser um precedente para construções na orla. alguns podem achar isso divino, maravilhoso.. mas o centro de poa é um forno justamente pelo paredão de prédios construídos na orla;
    e outra coisa: qual a relevância arquitetônica, cultural ou turística do prédio apresentado no projeto? nenhuma. Assim como o Diamond tower, residence do lac,o cristal tower, e na borges o tred city e o novo forum… são prédios bonitos, mas LONGE, LONGIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIISIMO de merecer o local de destaque que estão.
    Alguém viria pra porto alegre pra tirar fotos no prédio do projeto do pontal? Nem fudendo. se for pra construir um prédio ali, que seja um Burj al Arab, ou um Gherkin, NO MÍNIMO.

    E digo mais, o ideal para aquele lugar seria algo estilo Sydney Opera House.

    Curtir

    • A questão da venda do terreno é complicada por que ele foi vendido para cobrar o passivo trabalhista do estaleiro. O pessoal quer que o estado (ou seja, todos nós) paguem?

      Sobre o opera house, concordo na teoria. O problema é que não somos a Austrália🙂

      Curtir

  14. E o povo segue acreditando em renders…

    Curtir

  15. E essas palmeiras? Se querem arvores altas porque não araucárias? Além de ser classicas da região sul do brasil ainda tem gera mais sombra…

    Curtir

  16. Eu acho que essas associações que são contrárias ao anterior e ao atual projetos do Pontal do Estaleiro Só poderiam ser mais diretas e objetivas e assim poupar o nosso tempo…

    Explico: ao invés deles dizerem que são contrários ao novo projeto tb, deveriam ser mais claros e escancararem logo o que todos já sabem, ou seja, que eles sempre serão contrários a QUALQUER tipo de projeto para a área. A ideologia deles não permite nada privado ali. Querem o lugar como está ou que surja um parque público ali, mas se esquecem que a área ali é privada e que a Prefeitura mal dá conta de manter os parques já existentes.

    Deveriam era agradecer por a iniciativa privada propor algo bom e de acesso público das áreas gerais ali, pois a orla do Centro, por exemplo, até agora sequer teve interessados qd do lançamento das licitações.

    É bom deixar tudo às claras. Os contrários não admitirão nunca nada ali, então ignore-se eles, pois birra ideológica não leva a lugar algum.

    Curtir

    • Exatamente. Nossos parques públicos estão PODRES! Estão sujos, degradados, inseguros, mal iluminados, vandalizados, pichados… Precisamos de mais do mesmo??

      Em 72 km de orla não se pode fazer diferente?

      Curtir

  17. Esse é mais um projeto que nunca sairá do imaginário popular. Sabem por que? Porque tá lindo demais. Impressionante como as pessoas continuam acreditando nas mesmas balelas de sempre>> Rênderes espetaculares. Basta um artista gráfico modelar algumas coisas bonitas no mundo virtual e já tem gente sonhando em comer caviar de beluga. As balelas do Cais, do Beira-rio, do Centro de Eventos, do Oceanário Esteio, do centro multiuso da Arena, da Marina Pública, do projeto Orla e de todas as obras de mobilidade da Copa estão aí, fresquinhas na mente de todos. Continuam vendendo ilusões e o porto-alegrense continua comprando-as.

    Curtir

  18. E digo mais. Não sai esse projeto e nenhum outro no Pontal. Tá na cara que o troço não vai se criar. A área foi adquirida apenas para especulação imobiliária. Continuará sendo um terreno baldio em que os compradores repassarão a outros num futuro distante. Lembram-se das Máquinas Condor? Pois é…eles são donos de zilhões de metros quadrados desocupados na cidade toda.

    Curtir

  19. Com tantos prédios comerciais bonitos desde o Fórum até o Barra Shopping Sul a região ficará mais impactantemente bonita do que a terceira perimetral, que praticamente só tem prédios inexpressivos e não é digna de ser chamada de avenida paulista gaudéria.

    Faltava só um mirante decente pra contemplar nossa orla lá de cima. Incrível como nada se pensou ainda de relevante e praticamente nada se fez para aquela área.

    Quanta falta de visão. Enquanto isso a pequena Gramado substituiu o antigo e simplório teleférico por um moderno teleférico com bondinhos e até pista de esqui indoor à lá Dubai tem. Viva à iniciativa privada e viva à municipalidade que consegue atraí-la.

    Curtir

    • Só uma pequena correção: o teleférico, no Parque do Caracol, é em Canela.

      Curtir

      • Verdade, obrigado pela correção. É que como Gramado é majoritariamente a que tem maior apelo e poder de atração, sendo a mais conhecida pelos turistas, embora tecnicamente todos visitem ambas e muitas atrações de “Gramado” fiquem na sua vizinha Canela, acabei citando-a genericamente.

        Quis me referir ao apelo de Gramado, pois a maioria só se refere a Gramado fora do RS, mas tens toda a razão.

        Curtir

  20. Eu acho que POA não terá solução enquanto tiver esquerdistas caviar berrando como a cidade deve agir. O RS é muito mais arrojado, ousado e pujante no seu interior. Nossa capital está engessada pelo fisiologismo esquerdista barato oriundo de certa parcela de universitários adeptos da marcha da maconha que fazem barulho e gritam as regras. Nem todo mundo que é contrário é assim, mas muitos o são e na capital são ouvidos mais do que os que querem empreender e fazer a cidade progredir.

    Talvez a única solução fosse levar a capital pra longe de POA, afastando-a do povo gritador e de suas amarras ideológicas. Uma nova capital seria de um custo absurdo, mas o custo do atraso me parece maior. Quem sabe fazendo-a no meio do mato, num lugar sem qualquer desculpas pra impedir o progresso, os agitadores fossem devidamente ignorados.

    Curtir

  21. Achei o projeto do caralho! Porto Alegre precisa de projetos assim, uma conexão da cidade com sua orla. O parque é limpo, suave e bem interativo. O shopping é baixo e o prédio, gostei da sua arquitetura, combina com o shopping e não vejo maiores problemas, senão a sua fachada envidraçada, que pode desconfortar os pedestres ou os usuários do prédio.

    Uma dúvida que tenho é, alguém sabe a distância do prédio até a beira?

    Curtir

  22. Gostei da ideia, mas será que não teria melhores alternativas pra palmeiras?? Não podem colocar araucárias não ali?

    Curtir

  23. Acho o projeto válido e necessário, mas precisa ter alguns cuidados técnicos. Listo algumas ponderações importantes (e não radicais) no post: https://cidadepreservada.wordpress.com/2015/04/13/parque-do-pontal/

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: