Tentativa de desvirar o Cisne Branco contará com duas balsas nesta quarta-feira

Embarcação adernou com o temporal de sexta-feira e salvamento é complexo

 Embarcação adernou com o temporal de sexta-feira e salvamento é complexo | Foto: Alina Souza


Embarcação adernou com o temporal de sexta-feira e salvamento é complexo | Foto: Alina Souza

A tentativa de desvirar o barco Cisne Branco prosseguirá nesta quarta-feira, com duas balsas, e não mais uma só, como ocorreu nesta terça. A embarcação foi parcialmente retirada da água, mas não foi possível colocá-la em posição de navegação. Os trabalhos terão início na parte da manhã. O tradicional meio de passeio turístico em Porto Alegre adernou com o temporal de sexta-feira.

Na segunda-feira, uma das cordas afixadas no barco para puxá-lo d’água acabou arrebentando. Novas cordas foram amarradas e afixadas nas balsas para retomar os trabalhos. Segundo a direção da embarcação, o processo é lento. Os prejuízos, segundo a gerente do Cisne Branco, Adriane Hilbig, ainda são incalculáveis.

A embarcação turística emprega funcionários, além de DJs e garçons contratados para eventos específicos. Por mês, eram feitos de 5 mil a 6 mil passeios pelo Guaíba. Depois de colocado em condições de flutuação, o veículo será levado a um estaleiro, onde vai ser recuperado. Não há prazo para que ele volte a navegar no Guaíba.

Samuel Vettori / Rádio Guaíba / Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: