Laçador pode trocar de lugar em 2019

Estátua do Laçador no atual local. Foto: Gilberto Simon

Está começando a tomar forma a proposta de vários órgãos do estado, incluindo prefeitura e governo do estado, para a troca de local da Estátua do Laçador. Todos concordam em uma coisa: está no lugar errado. A estátua foi transferida para o atual local, o Sítio do Laçador, há 11 anos.

Segundo o secretário da Cultura de Porto Alegre, Luciano Alabarse, não há demérito algum em reconhecer que algumas experiências, eventualmente, podem dar errado.

Todos concordam em que deva trocar de lugar, mas para onde iria ?

A ideia que mais está crescendo é a de fazer uma consulta à população da capital. Mas o ideal, segundo a maioria das pessoas já ouvidas, seria próximo a Usina do Gasômetro e / ou à orla.

Conforme o filho do folclorista Paixão Côrtes, o homem que serviu de modelo para a Estátua do Laçador, Carlos Paixão apoia a transferência da obra para outro local. E diz que seu pai, hoje com 90 anos, critica há tempos a localização atual do monumento.

Carlos diz que, infelizmente, o Laçador não funcionou onde está. Segundo ele, se se vai a um lugar onde tem uma atração turística, mas, chegando lá, não existe ninguém sequer para vender uma água, então aquilo não é um ponto turístico. Na época da transferência (em 2007), Paixão Côrtes já dizia que um símbolo precisa estar acessível às pessoas. E a população não adotou aquele local, não há fluxo de gente ali, diz ele.

Matéria: Blog Porto Imagem
Informações adicionais: Affonso Ritter

________________________

O Blog preparou estes croquis e fotos para mostrar onde ele estava, onde está agora e onde é sua mais provável localização futura:

1. LOCAL ANTIGO

2. LOCAL ATUAL

3. LOCAL PROPOSTO (IDEIA MAIS ACEITA ATÉ AGORA)

FOTOS

1. ANTIGO LOCAL

2. LOCAL ATUAL



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Cultura, TURISMO

Tags:, , , ,

19 respostas

  1. Seria retirada as cuias (Tetas!) para ser colocado o laçador ali? Para onde elas iriam?

    Não imagino que seja o melhor lugar ali.
    Um lugar com tantas coisas, enquanto temos outros sem nada.

    Também não sei se sou a favor dessa troca de local.

    Curtir

  2. Mais um jeitinho de jogar dinheiro publico pelo ralo,lá se vai uns dois, tres, quatro milhões de reais ?

    Curtir

  3. Não vejo porque trocar de local. Onde está ficou bem visível. O fato de não haver pontos de venda de água por exemplo, em nada modifica pois anteriormente também não havia. Sempre foi um lugar de passagem onde as pessoas vislumbravam a estátua ao chegar e sair de Porto Alegre. Coloca-la no entorno do Gasômetro, será mais um elemento a se misturar àquela parafernália de informações em que o local se transformou.

    Curtir

  4. Gatekeeper
    Segundo o Zero Hora, a Operação Gatekeeper vem após investigação que começou em 2013 sobre aportes feitos por um fundo de previdência privada gaúcho em um fundo de investimentos, o Icla Trust. Conforme a PF, este último aplicava os valores em empresas de construção civil sem que houvesse a devida execução de obras públicas.

    De acordo com a Polícia Federal, não há, pelo menos até o momento, agentes públicos ou políticos envolvidos no caso. São cumpridos nove mandados de busca e apreensão, sendo cinco em Porto Alegre e quatro no Rio de Janeiro, além de busca e apreensão de três veículos na capital gaúcha e bloqueio de ativos em nome de 20 pessoas físicas e jurídicas.

    O Zero Hora informou que a Polícia Federal apura possíveis movimentações de recursos para pessoas ligadas à administração, inclusive com a aquisição de bens de alto valor, como veículos de luxo. No decorrer da investigação, foram identificadas ligações do grupo com obras de revitalização urbana em Porto Alegre, informou a polícia ao veículo.

    Batismo
    O termo Gatekeeper, além do significado em inglês, porteiro ou até mesmo guardião, também tem uso no mercado financeiro, estando ligado a pessoas ou instituições de credibilidade que atuam em processos de análise de conformidade, verificação e certificação, explicou a Polícia Federal.

    Mudança
    Há dois meses, pouco antes do início das obras de revitalização, a gestão do fundo de investimentos e da carteira de investidores no projeto mudou de mãos, segundo o Zero Hora. Deixou de ser realizada pela Icla Trust, com sede no Rio de Janeiro, e foi transferida para a Reag Investimentos, localizada em São Paulo, que passou a ser responsável pela captação de recursos para a continuidade da revitalização.

    Crise do PreviPalmas
    Além deste investimento de R$ 30 milhões no Cais Mauá, o PreviPalmas também é questionado pelo aporte de R$ 20 milhões no fundo Tercon. Resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) limita em apenas 5% a participação de um investidor institucional em um fundo de crédito privado, mas antes disso, a própria política de investimentos do instituto palmense zera este percentual; impedindo o emprego de recursos dos servidores em fundo em participações ou de crédito privado. Ou seja, ambos os investimentos foram irregulares.

    Com o investimento de R$ 30 milhões, o instituto palmense é responsável por mais de 15% da Cais Mauá. Além disso, a política do fundo prevê a retenção dos recursos por 12 anos, e o prazo ainda pode ser prorrogado pelo mesmo período, chegando a 24 anos sem retorno da aplicação. Já no Tercon, o instituto tem 46,57% do patrimônio líquido do fundo e ficará com os valores retidos por quatro anos.

    Após a mídia expor a situação de risco do PreviPalmas, uma comissão de servidores foi criada para analisar os investimentos. Eles elaboraram um relatório apontando diversas irregularidades nas aplicações nos dois fundos, entre elas, descumprimentos de normas e limites e certidões vencidas.

    FONTE; Blog Cleber Toledo (Jornalista do TO)

    Curtir

  5. Eu colocaria ele naquela praça publica que tem na área do Cais do Porto, porque aí os guardinha do cais do porto cuidariam dele. Quando trouxer ele pra cidade pode apostar que ele vai aparecer com maquiagem, com soutien da Madonna, com pixação, com camisa do inter.

    Curtir

  6. Meu amigo gremista já sugeriu que ponham no entorno da Arena… : ))))

    Curtir

  7. Acho inexplicável não ter saído nada antes na imprensa sobre o fundo que administrava o Cais Mauá. Já em 2014 eles haviam praticado fraude de vários milhões de reais em Palmas/TO. Aqueles pilantras aportaram por aqui e fizeram o mesmo esquema com fundos de pensão e investimentos de fachada em empresas da construção civil, que não prestavam contrapartidas em obras públicas. Tá ficando bem interessante essa história. Aguardemos os próximos e sujos capítulos.

    Curtir

  8. Melhor deixar onde está por enquanto. A facilidade de acesso à população vai levar à depredação da estátua. Infelizmente é assim.
    Como bem dito, a cidade têm outros problemas urgentes e que precisam ser resolvidos antes.

    Curtir

  9. No local primeiro, o monumento recebia aqueles que estavam chegando à cidade mas tampouco era local de reunião de pessoas. Nunca foi local de encontro. No atual local esta relegado a quem souber que ali esta e resolver ir conhecer: mas quem informa? Qual seja: uma péssima localização. Porem concordo que como ali ficou por tanto tempo, possa ficar por mais algum e utilizarmos essa movimentação toda, seja de pessoas seja principalmente financeira pois o custo de recuperação e re-localização é alto e usarmos isso para colocar ordem na cidade: tapar buracos; dar uma geral no Centro, que virou uma única banca de frutas e verduras e igualmente bazar. Porto Alegre esta um caos.

    Curtir

    • Entendo que voce deveria chamar a atenção para essa matéria noutro lugar e aproveitar que entrou aqui e comentar sobre a matéria proposta pelo Blogh.

      Curtir

    • Pois é. Pois é. A cada dia que passa a corrupção revela tentáculos ainda maiores. Certamente o blog trará um post especial para esse caso, mas você fez muito bem em trazer o link a este presente post. É do interesse de todos. Estava lendo a reportagem ainda com informações preliminares e vem mais sujeira pela frente.

      Curtir

  10. faz sentido a troca

    Curtir

  11. Bem melhor que aquelas cuias…

    Curtir

  12. Se é pra mudar de lugar, facilitar acesso e integrar o monumento com a população, coloquem no Largo Glênio Peres. Agora, convenhamos; não há mais nada pra se preocupar e investir recursos? Que tal tapar os buracos e fazer a capina da cidade, senhor prefeito?

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: