Aracruz Guaíba para chilenos

Aracruz confirmou nesta quinta (08) a assinatura de contrato de venda da unidade de Guaíba para a chilena CMPC por US$ 1,43 bilhão. O valor, de acordo com Marcos Grodetzky, diretor de relações com investidores da companhia, será utilizado na redução do endividamento da Fibria, resultado da união entre Aracruz e Votorantim Celulose e Papel (VCP), que chega a R$ 13,4 bilhões. O pagamento será efetuado em duas parcelas, a primeira US$ de 1 bilhão no ato de conclusão da negociação, com previsão para 15 de dezembro, e a segunda 45 dias após, corrigida a uma taxa de 7,5% ao ano. O contrato celebrado com a CMPC envolve instalações industriais e ainda terras e florestas que formam a unidade Guaíba, localizada no município de mesmo nome, na Região Metropolitana.

www.affonsoritter.com.br



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

%d blogueiros gostam disto: