Smam abre concorrência para trenzinho na Redenção

Equipamento deverá ter características semelhantes a de trem Maria Fumaça

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) publicou no Diário Oficial de Porto Alegre edital de Concorrência Pública para  exploração de um circuito de trenzinho no Parque Farroupilha. A licitação tem como critério de julgamento a maior oferta de contribuição mensal para o Fundo Pró-Defesa do Meio Ambiente de Porto Alegre, com o valor mínimo de R$ 2 mil. Documentação e  propostas serão recebidas em audiência pública no dia 9 de fevereiro de 2011, às 15 horas, na sede da Smam (Avenida Carlos Gomes, 2.120 – sala 200).

Clique aqui para ver o edital.

O equipamento deverá ter características semelhantes a de um trem Maria Fumaça, movido por energia proveniente de baterias recarregáveis por energia elétrica, biodiesel ou gás natural. Deverá ser dotado de, no máximo, quatro vagões, também caracterizados, com capacidade para 24  pessoas em cada vagão. O permissionário poderá utilizar a edificação tombada, denominada Postinho, como bilheteria do referido serviço.

A trilha a ser percorrida terá 1.800 metros e o trenzinho deverá ter sistema de sonorização com fins educativos, relatando durante o trajeto  a história do parque, identificando seus recantos e promovendo educação ambiental e patrimonial do Parque Farroupilha. Tradicional na Redenção, o serviço de trenzinho está desativado desde 2007.

A permissão de uso terá validade de cinco anos, podendo ser prorrogada por iguais e sucessivos períodos.

Prefeitura de Porto Alegre

 

Share



Categorias:Parques da Cidade, TURISMO

Tags:, ,

11 respostas

  1. “Tem uns aqui que merecem uma passagem pra Cuba.

    Vão ser felizes la, andando nuns carros dos anos 50.

    haha”

    Eu até gosto de algumas daquelas banheironas dos anos 50, mas não pretendo ir em Cuba nem amarrado. Quanto ao trenzinho na redenção, me lembro de ter andado num carrinho elétrico que rodava por lá a pouco mais de 10 anos atrás, semelhante ao que se usa em campos de golfe mas com uns reboques.

    Curtir

  2. Rafael,
    discordo de ti.
    Não dá pra querer ser ultra-mega-blaster moderno num trenzinho da redenção..
    É uma voltinha, que quem dá são pais com crianças. É um outro público. Nadavê com “turismo”.
    A Redenção não combina com essa modernidade. Porque não uma Maria Fumaça?
    Ia combinar mais com o parque do que um trem moderno e futurista.
    É programa de domingo, de pais com filhos, namorados… Não é pra ser usado como meio de transporte e nem virar “icone”a ser visitado na capital. É só uma opção e uma coisa a mais na Redenção.
    Existe milhares desses parquinhos em parques de cidades grandes no mundo todo. Porque sempre precisa ser usado como referência as “Dubais”?
    Prefiro que invistam em mobiliário urbano no parque e nas avenidas do entorno do que gastar num trem caro que não vai fazer sentido no meio de um parque antigo.

    Curtir

  3. Tem uns aqui que merecem uma passagem pra Cuba.

    Vão ser felizes la, andando nuns carros dos anos 50.

    haha

    Curtir

  4. A falta de empreendedorismo é gritante…
    É por causa dessa mentalidade comunista e atrasada que continuamos sendo uma província.
    Aqui, tudo tem que ser feito como se fosse um imenso CTG a céu aberto, ou seja, ser o mais bairrista possível.
    Só acho uma grande ironia que os provincianos sejam os primeiros a comprarem pacotes turísticos para visitarem lugares exóticos, prósperos e modernos.

    Curtir

  5. Essse é o blog do contra. Até trenzinho da redenção eles implicam …

    Curtir

  6. Essse é o blog do contra. Até trenzinho da redenção eles implicam…

    Curtir

  7. hahaha eu tenho que rir dos pseudo-progressistas… Ate’ trenzinho para as criancas eles querem que seja moderno, tenha ar-condicionado, TVs plasma, oculos 3D e que mais mesmo? hahaha Que comedia!

    Curtir

  8. É, o massa mesmo seria um aeromóvel mas acho que é melhor que nada.

    Curtir

  9. Há alguns anos atrás já houve trenzinho ali…

    Curtir

  10. Isso que não entendo na cultura do estado, o apego ao que é antiquado. Se fosse na Serra Gaúcha, até entenderia um trem estilo Maria Fumaça porque combina com as casas antigas..
    Mas por que construir algo antiquado aqui na capital? Por que não fazer um trem de turismo moderno? Poderia ser um trem elétrico, com ar condicionado, janelonas, que fizesse um belo passeio ao redor de toda a redenção.

    No final, vão acabar colocando um trator puxando uns vagões e soltando fumaça…podem apostar…

    Curtir

Trackbacks

  1. Tweets that mention Smam abre concorrência para trenzinho na Redenção « Blog Porto Imagem -- Topsy.com

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: