Hospital Restinga deve ficar pronto em dois anos

Direção do Hospital Moinhos de Vento anunciou investimento de R$ 68 milhões na obra.

O tão esperado Hospital Moinhos Restinga começou a tomar forma na tarde de ontem, com a assinatura do contrato para sua construção pelo prefeito José Fortunati e pela direção do Hospital Moinhos de Vento, entre eles o superintendente João Polanczyk. No ato, também foram apresentados outros investimentos do complexo hospitalar, que totalizam mais de R$ 240 milhões, e a construção de novos pavimentos. Para o Hospital Restinga serão destinados R$ 68 milhões, dos quais a metade será utilizada para a construção da estrutura. Segundo Polanczyk, o projeto se iniciou com um diagnóstico da saúde da população. “Isso é bem mais do que um projeto, pois visa à redução significativa da mortalidade”, ressaltou.

Maquete do Hospital da Restinga

O novo hospital vai atender aos bairros Restinga, Lajeado, Lami, Belém Novo, Ponta Grossa e Chapéu do Sol, onde vivem mais de 100 mil habitantes. Terá inicialmente leitos com enfermaria para adultos nas áreas de clínica médica e cirúrgica. Haverá, também, enfermaria pediátrica, além de alojamento conjunto obstétrico e neonatal e centro obstétrico com capacidade cirúrgica, salas de reanimação e estabilização e para procedimentos, como curativos, inalações e injetáveis.

Na solenidade, Fortunati destacou a alegria por ter um grande investimento numa área nevrálgica da cidade. “Porto Alegre é referência na América Latina em atendimento de média e alta complexidade, o que muitas pessoas não reconhecem. Entretanto, é fundamental consolidar a saúde básica”, afirmou. O prefeito também lembrou da luta, que, segundo ele, foi emblemática para a concepção do hospital. “Essa luta é a cara de Porto Alegre, pois tem uma comunidade que se mobiliza”, complementou.

O chamado Projeto Social Restinga e Extremo-Sul é uma rede de atenção à saúde, composta por um hospital geral de média complexidade, um centro de especialidades, centro de diagnóstico, pronto atendimento e escola de gestão em saúde, sendo resultado de uma das seis parcerias estratégicas que o Ministério da Saúde está promovendo com os hospitais. No início do ano passado, o Hospital Moinhos de Vento disponibilizou também cursos técnicos de enfermagem gratuitos para alguns moradores do bairro.

O Hospital Moinhos Restinga, que terá inicialmente 120 leitos, deve estar pronto daqui a dois anos e atendendo a cerca de 10% da população de Porto Alegre. Outro objetivo do projeto é que as obras gerem empregos e capacitem à comunidade. Nelson da Silva, diretor do Comitê Pró-Construção do Hospital Restinga, esteve presente na assinatura do termo de construção e afirmou que as pessoas não podem imaginar o benefício que a iniciativa trará para aquela comunidade. “O índice de natalidade na Restinga é o dobro do das outras áreas de Porto Alegre, por isso a importância, e eu estarei acompanhando todas as etapas da construção”, comemorou.

Jornal do Comércio



Categorias:Saúde

Tags:,

7 respostas

  1. Gostaria de saber sobre a possibilidade de trabalhar neste Hospital, como Tecnico em RX, pois tenho uma experiencia de 32 anos, inclusive ja atuei no Hospital Moinhos de Vento.
    Paulo

    Curtir

  2. Será um presente para o povo daquela região hoje tão esquecida pelo poder público, moro no bairro a mais de 30 anos e estou aguardando abrir as vagas para a área administrativa do hospital. Peço a gentileza de maiores informações de quando irão abrir vagas para a inscrição. Valeu!!

    Curtir

  3. Elenice Mendes vcs saberiam me dizer se vai abrir mais vagas para cursos de qualificacao no novo hospital, moro proximo ha 10minutos do hospital. onde devo me informar desde ja OBRIGADO!

    Curtir

  4. Vcs saberiam me dizer como faço para me inscrever nos cursos que estão sendo dados para qualificação e trabalho no novo hospital?? Onde devo procurar me informar??

    Curtir

  5. Este grande feito vai ajudar muita gente,Restinga precisa muito de um hospital. gostaria muito de saber quando começam as contratações, sou tecnica de enfermagem.desde ja meu muito obrigado, e parabens Restinga….

    Curtir

  6. muito boa a iniciativa Porto Alegre precisa muito de mais um hospital.
    Sou tecnico em enfemagem e peço a ajuda de voces gostaria de saber quando começara as contratações e como eu faço para me inscrever.
    desde ja agradeço obrigado

    Curtir

  7. Excelente notícia! Construir um hospital na Restinga significa descentralizar os serviços públicos. Já estive na região, é longe pra burro,aquele pessoal leva uma vida muito difícil. Nada mais justo que a construção do Hospital da Restinga.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: