Espanhois encantados com as oportunidades no RS

Sem muita badalação, começa a ganhar contorno um novo – e forte – investimento espanhol no Estado. Com mais de 30 anos de atividades, o grupo de construção Ramón Salvador fincou bases por aqui, onde tem planos bem definidos para os próximos anos.

Sem nenhuma obra ainda, já investiu R$ 30 milhões na aquisição de terrenos que servirão para projetos ligados ao Minha Casa, Minha Vida, hotéis, centros comerciais, além da possível participação na licitação dos estacionamentos subterrâneos que a prefeitura da Capital fará ainda este ano e da revitalização do Centro.

André Vasques, da Xavier Vasques Advogados Associados, administrador do grupo no país, explica que a opção pela Capital, onde já foram abertas seis empresas, tem relação com o bom momento vivido pelo Brasil em contraste com a crise na Espanha.

Uma dessas oportunidades que “encantam” os espanhóis é o programa habitacional para baixa renda. A ideia é construir mil unidades habitacionais por ano. Em Novo Hamburgo, uma área para 4 mil imóveis foi comprada.

Quando as obras começarem, Vasques calcula que 800 empregos serão criados, mas, em cinco anos, a geração de negócios significará 10 mil vagas. Ramón Salvador, presidente do grupo, já participou de reunião com o governador Tarso Genro e, na próxima semana, terá encontro com o prefeito José Fortunati, quando explicará seus planos de expansão. E, ao contrário das visitas que as autoridades normalmente recebem, não pedirá um R$ 1 de incentivo.

Zero Hora



Categorias:Economia Estadual, Habitação

Tags:, , ,

18 respostas

  1. correçao acima; “os espanhóis” = os espanhois do consórcio

    Curtir

  2. Gilberto,
    pelas minhas informaçoes essa construtora espanhola nao tem nenhuma relacao com o Consórcio de 4 empresas espanholas e uma brasileira que farão a revitalização do Cais Mauá. Pelo menos nao vejo nenhuma conexao, os espanhois sao de Barcelona e esses são de Alicante. Abraço

    Curtir

  3. Todos os povos que descobrem o RS e Poa ficam encantados com as oportunidades. Aqui é a terra onde há tudo por fazer.

    Curtir

  4. Marco, concordo com você. Temos que mudar o nosso jeito de construir prédios, sem criatividade nenhuma, buscando exclusivamente o lucro, e não a arquitetura da cidade e o bem viver de seus condôminos !

    Curtir

  5. Medo? não tenho não….
    Ainda bem que são espanhois, tomara que contratem arquitetos espanhois, tomara que importem mão de obra espanhola…quem sabe assim os brasileiros poderao ter um pouco mais de contato com o mundo civilizado…onde as habitações sociais sao pensadas, planejas com qualidade, uma simples casinha, ou apartamento de 49m² tem conceito, tem qualidade, quem sabe assim a nossa mao de obra aprenda que ser servente, serralheiro, é tao digguino e deve ser feito com qualidade…

    Curtir

  6. Não serão os espanhois que investirão na revitalização da região do Cais da Mauá?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: