Pra não dizer que não falei de flores

Não canso de admirar como os  poucos canteiros de terra no centro de Porto Alegre estão tão cheios de…terra. Mas a paisagem seria totalmente transformada se os canteiros recebessem flores, ou arbustos, ou plantas ornamentais. A diferença é brutal.

As fotos mostram nossos canteiros, e os canteiros de Curitiba, e o antes e depois das fotos dispensam mais comentários.

Av. Otávio Rocha 1 – ANTES

Av. Otávio Rocha 1 – DEPOIS

Av. Otávio Rocha 2 – ANTES

Av. Otávio Rocha 2 – DEPOIS

Pra comparar, uma rua de Curitiba:

Av. Otávio Rocha, Porto Alegre
_____________________
Texto e fotos de Marcelo Bumbel


Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

30 respostas

  1. Ótimo destaque da diferença do olhar das cidades ! Sería ótimo ver as imagens e ouvir também a bela música que tem sua letra lembrada no título da msg, para ver nosso cotidiano batido ( de canteiros de “chão-batido”).

    Curtir

  2. Nossa, é realmente terrível essa terra sem cuidados!

    Flores trazem alegria pra qualquer ambiente que estejam!
    Realmente ficaram bem melhores as fotos com flores

    Curtir

  3. Menos pichada do que Curitiba. Isso eu garanto.

    Curtir

    • Olha…faz tempo que eu não vou a Curitiba…me se o que você disse é verdade, então a capital paranaense já tem um lugar garantido no Guiness Book. “A cidade mais pichada do mundo.”…desbancando Porco Alegre.

      Curtir

  4. Será que haverá educação e civilidade como em Curitiba e os depredadores costumazes terão atitudes contemplativas e respeitosas pela natureza?

    Curtir

  5. Por que não plantamos algo nós mesmos? Eu sou parceiro de fazermos uma ação direta nesses canteiros. Sugiro plantarmos arbustos nativos e ornamentais, como caliandras vermelhas. Alguém topa?

    Curtir

  6. Só quero complementar o raciocínio sobre a nossa cidade. As pessoas que insistem em ajudar os vagabundos. Me causam a mesma indignação do que o vagabundos em si. e porque eu me irrito com eles? Simples! Porque elas estão ajudando a criar os vagabundos e a perpetuar a situação de indigência e mendicância da cidade. Gente que distribui esmolas, comida, sopinha na boca de uma cambada de viciados e moradores de rua. Esses “bons samaritanos” estão é ajudando a destruir o lugar onde eu vivo. Ninguém me deu comida até hoje…eu que trabalho e pago imposto. mas os vagabas, os inúties, os sujos..esses ganham afaguinhos todos os dias nas esquinas. É por isso que eu digo que nós merecemos viver charfurdando no lixo. Povinho chulo, assistencialista de desocupados, onde o coitadismo sempre dá as caras. É bem coisa da filosofia católico-cristã…mas uma filosofia cínica, pois ao mesmo tempo de mete a mão na nossa grana, faz ações beneficentes pra se passar por boazinha. Essa conversa eu conheço muito bem. O mundo é muito cínico.

    Curtir

    • É isso aí, Augusto. Mas tem otário que gosta de gastar dinheiro criando vagabundo perto de casa achando que está fazendo uma boa ação, até a hora que o animal estupra a filha do “bom samaritano”…

      Curtir

  7. Olha, não caiamos no velho costume portoalegrense de ficar discutindo – não discutamos mais sobre papeleiros. Façamos uma ação real de colocar plantas ali nesta terra, nem que seja somente grama! Só quero quer algo seja feito, além de ficar na retórica e na discussão. Prefeitura!

    Curtir

  8. Querem que os papeleiros trabalhem com o que, engenharia aeronautica? Eles nao sao o problema, eles querem trabalhar. O que eu vou falar e’ politicamente incorreto, mas o problema e’ que muitos destes papeleiros nem deviam ter nascido em primeiro lugar. Gracas aos inuteis da Igreja Catolica, nao ha’ uma politica de controle de natalidade e aborto no Brasil, e entao continuamos na mesma.

    Curtir

    • Não ricardo, podem trabalhar com construção civil, ouvi falar que falta gente. E aposto que essa gente ia continuar tendo filho a rodo mesmo com legalização do aborto.

      Curtir

      • A menina gravida de 16 anos da favela ia pensar duas vezes antes de ter o filho se no posto de saude local oferecessem abortos com acompanhamento medico. Ou tu acha que essas adolescentes tem gravidez desejada e planejada? Depois que o filho delas nasce so’ ha’ 2 caminhos em 95% dos casos, ou vira bandido ou se vira com trabalhos informais (catar lixo sendo um deles).

        Curtir

        • Que papo é esse? A guria grávida deveria pensar duas vezes antes de engravidar AGORA que não tem volta! Legalizando o aborto o negócio é engravidar bastante e aproveitar, porque é só ir no posto que o SUS aborta. Outra lógica bem mais plauzível.

          Curtir

      • Eu sei… coitadinhos, coitadinhos. 🙂

        Curtir

  9. Concordo com a essência da tua mensagem Augusto, mas tem muita gente que acha que estes catadores são a solução pro tratamento de lixo… lamentável.

    Ontem visitei uma amiga no centro, depois de concorrer com sacos de lixo até achar uma vaga para estacionar, tive que fazer gincana pulando outros sacos. Aquilo parece um aterro, e eu estava perto da Duque!

    Curtir

  10. Uma cidade embrutecida não pode ser tratada com flores. Água e óleo não se misturam. Você olha pra Porco Alegre e vê um exército de bichos vestidos de gente emporcalhando a cidade. Carrinheiros, carroceiros e biscateiros são um cancro. Uma mendigagem podre, atirada pelas ruas. Porco Alegre é uma cidade pós-holocausto. É muito lixo…muita podridão…muita incivilidade. Que cidadezinha mais nauseabunda. Esse dias estava passando pela Venâncio Aires e vi dois catadores de lixo rasgando sacolas plásticas e jogando longe tudo o que não queriam…no meio da rua..assim sem cerimônia alguma. São animais que nem poderiam estar vivos. Uns desgraçados que merecem o extermínio sumário.

    Curtir

    • Esse monte de nóia de crack, como se não fosse suficiente emporcalhar a cidade, ainda ameaçam a integridade física da população, principalmente idosos e menores de idade, ao praticar assaltos. Tem que acabar o paternalismo que permitiu à mendigada que se proliferasse como ratos num esgoto. E até mesmo um cachorro vira-lata quando rasga um saco de lixo não faz tanta bagunça quanto esses nóias de crack.

      Curtir

  11. Verdade, ia mudar muito a zona ali.

    Poderiam incentivar as lojas a cuidarem, colocando algum tipo de propaganda.

    Meu pai fazia isso nos anos 90, cuidava duns vasos que tinha na benjamin, mas sem mais nem menos um pessoal da prefeitura foi la, apagou a propaganda da loja, que era discreta, arrancou fora as folhas e ameaçou dar uma multa.
    o.0

    Com o tempo quebraram os vasos que ficavam.

    Curtir

  12. Faltaram os carrinhos de papeleiros na foto da rua XV, em Curitiba. Eles são bem característicos da região central da capital paranaense. É o que mais tem por aqui.

    Curtir

  13. Quando vi a primeira foto lembrei direto daquela rua central de Curitiba. Mas bem, daí estamos falando de uma cidade que viu alguma estruturação nos últimos 30 anos.

    Curtir

  14. Realmente chega a ser um tanto sem sentido ter esses canteiros se ficarem desse jeito, e não seria caro. Mas como nós estamos em Porto Alegre, eu acredito que seria necessário ter uma cerca ao redor para proteger de vandalismo, como aquelas que se vê ao redor de mudas muito novas de árvores.

    Curtir

    • Creio que seja uma questão de educar o povo a conviver com o patrimônio público sem querer roubá-lo. No começo seria bom colocar plantas mais ariscas, ou com espinhos, e aos poucos, à medida que o povaréu se acostumasse com a novidade, colocar as flores mais delicadas e vistosas. Só não pode continuar, como eu disse, com esses canteiros de terra. É um insulto à nossa capital.

      Curtir

      • Basta passar o ponto final das lotações para outro local mais adequado, fazer um consórcio com os estabelecimentos comerciais para viabilizar uma qualificação do local mediante renúncia fiscal para compensar os gastos com a manutenção das plantas ornamentais e vigilância.

        Curtir

  15. Não precisa nem ir longe..qualquer cidade do interior ou várias tem canteiros com flores ornamentando e melhorando o ambiente…

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: