Conheça o polêmico aditivo da Arena do Grêmio – ATUALIZADO

Do Blog do Hiltor Mombach – Correio do Povo

Documento propõe alterações ao original, de 2008

Antes de ler o aditivo ao contrato entre Grêmio e OAS é preciso conhecer o que consta no original, de 2008.

Lá está: “A contratação de financiamento equivalente a no mínimo 45% do custo estimado de construção da Arena, nunca inferior a R$ 140 milhões e nem superior a R$ 170 milhões, corrigidos pela variação do Índice Nacional de Custo da Construção, medido pela Fundação Getúlio Vargas desta data até a data de contratação do financiamento, e cujo prazo de amortização não exceda a 10 (dez) anos a contar do início da obra”.

Clique no link abaixo para ler o documento integral, no Correio do Povo – Exclusivo:

http://issuu.com/jonathasac/docs/gr_mio_completo

Arena e aditivo: final feliz

 

Atualizado em 26 de agosto de 2011 – Grêmio

 

Adalberto Preis esteve reunido ontem com vários representantes da OAS, Raul Régis de Freitas Lima, Antonini, Pegoraro, Gustavo Pinheiro e Cristiano Koehler. Preis viu muita boa vontade por parte de todos em promover ajustes na redação do aditivo que aumenta o financiamento da Arena para R$ 260 milhões. Preis no Twitter: “Então, todos os temas tratados na reunião de hoje tiveram “final feliz”. Questões a menos para preocupação das Comissões.”

Adalberto Preis comemorou com tuitadas: “Foi aceita também a ponderação relativa ao orçamento. OAS apresentou com justificativa do aumento do custo e o Grêmio terá prazo p/ auditar. Ponderação de @alexaguiarpoa de que a redação permitia entender que os investimentos p/ compensar incentivos fiscais seriam pagos pelo Grêmio… Redação deixará claro que tais investimentos não poderão afetar receita do Grêmio na Superficiária.”




Categorias:Arena do Grêmio

Tags:, , ,

7 respostas

  1. O Grêmio precisa do novo estádio, pois não pode ficar atras do rival.
    Nesse grenal fora de campo os dois podem sair derrotados.

    Curtir

  2. Pelo andar da carroagem, Portinho terá 2 estádios para 2014.

    Curtir

  3. O negocio e’ bom para os dois. Obvio que o melhor mesmo seria ter estadio e CT por conta propria, pagando juros baixos do BNDES, mas dentro do que e’ possivel esta parceria Gremio-OAS e’ o melhor jeito. O co-irmao, que fara’ apenas uma reforma no estadio, teve que “baixar as calcas” para a construtora, imagine o Gremio, que recebera’ um estadio novo e mais um CT profissional.

    Curtir

  4. A imprensa poderia se preocupar mais com o estádio Beira-Rio… que será palco da Copa e está parado há quase três meses.

    Curtir

    • Pois é, uma coisa que me intriga é porque a imprensa gaúcha se preocupa tanto com a Arena do Grêmio se o estádio indicado para receber a Copa de 2014 em Porto Alegre é outro.

      Curtir

  5. Em tempo, a Arena receberá também uma subestação de energia elétrica que barateará o gasto com energia e aumentará a confiabilidade desse sistema.

    Curtir

  6. Conforme o aditivo tivessemos as seguintes alterações:

    Novos direitos da OAS:
    – poderá pegar um financiamento maior, a ser pago com receitas da própria Arena, agora de até 260 milhões. Antes o limite era de 170 milhões. O resto será pago exclusivamente pela OAS
    – terá 35% do lucro da Arena, durante o pagamento do financiamento. Antes a sua parte era zero;
    – poderá transferir as propriedades do negócio dentre as empresas do grupo OAS sem anuência do Grêmio:

    Novos direitos do GRÊMIIO:
    – Ganhará a construção de um CT com dimensões e parâmetros estabelecidos em comum entre Grêmio e OAS;
    – todos os setores exclusivos do Grêmio dentro da Arena serão mobiliados;
    – terá aumentado os setores próprio do clube dentro da Arena, como vestiários, memorial, salas administrativas, camarotes e salão de reunião.
    – receberá 2 mil cadeiras na Arena para usar como quiser

    MUDANÇAS DA ARENA:
    – receberá um aumento de 4 mil cadeiras, sendo 2 mil exclusivas do Grêmio;
    – deve sera adptada para receber a certificação LEED;
    – poderá começar a operar mesmo antes da sua conclusão;
    – estará em condições de uso e operação esportiva em 30 de novembro de 2012

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: