Não torço pelas Palmeiras

Clique nas imagens para ampliar

VOU TOCAR NUM assunto que tenho certeza que vai gerar muitos comentários negativos, mas vamos lá. Gostaria de falar da plantação de palmeiras na cidade. TODO empreendimento novo só planta palmeiras (shopping da Independência, no museu Iberê Camargo,etc etc etc) Nas vias, só se planta palmeiras. Em empreendimentos públicos -o camelódromo, a Farrapos, ao redor do Laçador, por exemplo- só se planta palmeiras.

Não sou contra palmeiras, principalmente as imperiais. PORÉM, com o verão escaldante desta cidade, considero estupidez a plantação em massa de palmeiras pois elas não dão sombra.

Abaixo, onde você gostaria de estacionar o seu carro sob 35C em Janeiro?

Gostaria que algum vereador considerasse uma lei obrigando a todo empreendimento novo, público ou privado, a plantar pelo menos 50% de novas “plantações” por árvores frondosas como o Ipê, o Jacarandá ou outra árvore que dê bastante sombra, marque a mudança das estações e embeleze a cidade com flores.

A cidade estufa o peito a cada floração roxa dos nossos jacarandás, mas não se plantam mais jacarandás. Porque? Se há alguma objeção realista contra os jacarandás, o que há de errado com os Ipês? Os plátanos? As paineiras? As tipuanas?

Chega de palmeiras, uma cidade quente como essa precisa de (muita!) sombra.



Categorias:Outros assuntos

117 respostas

  1. A POA das feiosas calçadas do ditatorial modelo único de calçadas (e que além de enfeiar a cidade, nem assim combate à precariedade delas), assim poderá passará a ser a cidade da arborização única, ao gosto da espécie que melhor agrade os vereadores. Quero uma POA plúrima, onde haja espaço até mesmo para as palmeiras.

    Curtir

  2. @José Truda Palazzo Jr.

    Caro José Truda Palazzo Jr., não me venha defender o indefensável. Ele é igualzinho aos demais, isso se não for pior, já que votou contra a atual Arena e contra o Pontal, quando se dizia favorável, sob o argumento de que tinha que seguir a cartilha da orientação partidária, quando é público e notório que diversos petistas famosos já à ignoraram quando contrariava suas respectivas convicções pessoais. Soa meio demagógico isso. E só se manifestar aqui no blog quando é algo extremamente cômodo (e até desnecessário) aí ele faz, mas no restante do tempo ele faz cara de paisagem e isso também assim o soa. Eu sou favorável à RENOVAÇÃO TOTAL DO QUADRO DE VEREADORES da Câmara Municipal de POA. Se é para errar ou não fazer quase nada, que um novo tenha a oportunidade. Prefiro novas pessoas errando do que as mesmas pessoas igualmente errando, pois nas novas ainda resta a possibilidade do acerto.

    @Marcelo

    Marcelo, eu sei que com um simples canetaço ele pode resolver, mas o quero ocupado com coisas realmente importantes em que a participação ATIVA de um vereador efetivamente se faça necessária e imprescindível, como as várias causas já discutidas aqui no blog e ignoradas por ele. Não precisamos que POA tome mais uma medida ditatorial. Só porque gosto das palmeiras, não gostaria de ver todo mundo sendo obrigado à plantá-las. O mesmo deveria valer para os favoráveis às demais árvores. Precisamos de mais liberdade nessa cidade cada vez mais amarrada e engessada. Prefiro a mais terrível das democracias do que a mais doce das ditaduras. Deve haver imposição apenas quando outra solução não é possível. Deveriam ter feito isso no caso do Pontal, mas ali quiseram fazer pseudodemocracia onde a população realmente assim impedia qualquer construção ali e com isso perdeu a cidade de ter uma área mais viva, já que agora não terá vida depois das 18h e antes disso só engravatadas enjaulados trabalhando. Quero poder escolher o que plantar na minha casa! Que o Sr. Adeli Sell se preocupe em recuperar a Copa das Confederações e segure a Copa do Mundo em POA, seja transferindo para a Arena, seja colocando o Inter EFETIVAMENTE contra a parede. Não é hora mais para fazer cara de paisagem com a Copa e os seus milhões indo pelo ralo e depois bancar de vereador engajado em causinhas como esta aqui. Francamente, vereador!

    Curtir

    • Corrigindo: A população, iludida pela mídia (com a omissão consciente do Poder público), acreditava que assim impedia qualquer construção ali no Pontal.

      Curtir

    • Olha, meu caro, uma das vantagens de ter independência e mais de dois neurônios em série é se poder defender quem quiser quando se quiser, sem ter medo de patrulhas tipo “não me venhas”… defendo o direito do Adeli querer ajudar a qualificar nossa arborização com a autoridade de quem detesta o ParTido dele e o que eLLes representam para o brazíu. E combato a tua visão pseudo-desenvolvimentista de quem acha que entregar a orla a qualquer empreiteiro especulador é “pogreço” e que uma política pública de arborização, algo tão importante para a cidade, deve ser deixada a cada um resolver por sua conta e visão estética. Entre isso aí e o Adeli, fico com este. rsrsrsrs

      Curtir

      • Meu filho, dar um canetaço obrigando as pessoas a plantarem ou deixarem de plantar algo não é política pública, é política ditatorial.

        E a tua visão contrária o antigo projeto do pontal mostra que de anti-pt tu não tens nada, estás mais para filiado e dizimista de carteirinha do pt. rsrsrs.

        Saudações apartidária e favoráveis ao progresso e à liberdade da cidade.

        Curtir

        • Se quem é a favor de uma cidade menos feia e porca, não vendida aos interesses dos especuladores e das corporações pagadoras de jabá, é PT, cruzes, então eu que sou direitista assumido devo ser PT… para susto dos filiados deste último! kkkkkk

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: