Porto Alegre fica em 10º lugar na capacidade de hospedagem no país

Quatro capitais concentram 40% da capacidade de hospedagem do País

A rede de hospedagem das 27 capitais brasileiras contava, em 2011, com 5.036 estabelecimentos, que possuíam 250.284 unidades habitacionais e capacidade total de 373.673 leitos. Quatro capitais concentravam 40,7% do total de estabelecimentos: São Paulo, com 19,3% (972); Rio de Janeiro, com 8,5% (429); Salvador, com 7,1% (358); e Belo Horizonte, com 5,8% (291). Os dados fazem parte da Pesquisa de Serviços de Hospedagem (PSH 2011) divulgada nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério do Turismo.

A maioria dos locais da rede de hospedagem eram hotéis (52,1%), com em média 50 unidades e 74 leitos cada. Embora o maior percentual de hotéis (37,6%) pertença à categoria econômico, 23,2% da rede apresentam padrão inferior de conforto/qualidade dos serviços (categoria simples). Os estabelecimentos declararam que apenas 1,3% de suas unidades são adaptadas para pessoas com necessidades especiais, destacando-se, em número de unidades, São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Brasília e Maceió.

Porto Alegre está em 10º lugar na rede de hospedagem

A Capital gaúcha concentrava, no ano passado, 3,8% dos estabelecimentos de hospedagem do País, o correspondente a 190, entre hotéis, apart-hotéis/flats, pousadas, motéis, pensões e albergues. Do total, metade são hotéis (96). Nesses locais, eram disponibilizadas 10.284 unidades habitacionais (suítes, apartamentos, quartos e chalés) e 14.625 leitos.

Correio do Povo



Categorias:hotelaria, Outros assuntos, TURISMO

Tags:, ,

4 respostas

  1. Não causa surpresa este índice. Não temos um centro de eventos de grandes proporções, não temos atrações turisticas que prendam a pessoa na cidade por mais de um dia. Não temos cais, não temos orla. Os hotéis que têm em Poa já dão conta da estacionada demanda, nem são necessários mais à medida que com a estagnação da economia gaúcha, o turismo de negócios também não tende a avançar.

    Curtir

    • Marcio, a economia do RS não está estagnada. Em várias áreas estamos indo de vento em popa. Não confunda a economia de Porto Alegre com a gaúcha.

      Curtir

      • Uhm está certo, sim podemos dizer que o RS (como um todo) está um pouco melhor que o contexto de Porto Alegre. Tens razão. Mas não está grandes coisas tbm e reflete direto em Porto Alegre

        Curtir

  2. Curitiba na frente, novamente… 😀

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: