Traçado da ciclovia muda para reduzir guarda-corpo

Jornal Metro – Porto Alegre



Categorias:Bicicleta, ciclovias

Tags:, ,

26 respostas

  1. E pensar que toda essa discussão sobre guarda-corpos nem estaria acontecendo se tivessem colocado a ciclovia no lugar certo, ou seja, entre a calçada e o lado direito da pista. (Mas preferiram colocar os ciclistas do lado do esgoto a céu aberto…)

    Curtir

    • Claro, noss adiscussão é incrivel, por que não gastar milhões só para evitar uma discussão..
      haha…

      Mas realmente, era só fazer mais uma faixa na ipiranga, perto do diluvio, e criar a ciclovia no lado ad calçada, assim todo mundo iria ganhar..
      😀

      Curtir

  2. Esse guarda-corpos é um horror. Mas Porto Alegre está nessa onda: “é bagaceiro mas serve”. O pior é que a “matação” é cara, ainda por cima.

    Curtir

  3. Ciclovia aqui de Fortaleza… percebam a genialidade de quem projetou

    Curtir

    • esse cara deve estar com bastante trabalho, vi um trabalho dele lah na restinga outro dia

      Curtir

    • E eu ainda reclamei da ciclovia da Ipiranga! Não sabia como estávamos sendo privilegiados.

      Curtir

    • se cortam a arvore reclamam, se não cortam reclama, ae fica dificil..
      haha

      Curtir

      • Existe uma solução nesses casos, Guilherme, mas custa trilhões de dólares e só os países de primeiríssimo mundo estão prontos para adotá-la: se chama “desviar das árvores”.

        Curtir

        • Sim, e ai as mocinhas vão reclamar dos obstaculos, que iriam andar em zig zag na ciclovia…
          haha

          Eu fiz esse comentario por que ja rolou isso num tópico sobre a ciclovia, faz tempo ja, reclamaram das arvores, alguem deu a idéia de cortar as arvores (que não deveriam estar ali..) e ai uma moça teve um surto com a idéia.

          Obvio, queriam tirar uma pista da Ipiranga pra por uma ciclovia.. haha

          Curtir

    • Quem “projeta” isso são POLÍTICOS e não técnicos como arquitetos/engenheiros.

      Aí dá nisso…

      Curtir

    • Essa região era um corrego, uma valeta por onde corria esgoto, ai aterraram, botaram canos e etc… ficou bem ajeitado, o problema todo é esta dificuldade de atentar aos detalhes… 200 milhões em obras, 4 anos e ninguém reparou em um detalhe

      Curtir

    • Não sou a favor da pena de morte, mas nesse caso poderiam abrir uma exceção.

      Curtir

    • este é o engenheiro da obra

      Curtir

  4. Curral ou um brete como o gado que vai para o abatedouro. Mesmo assim vai continuar caindo carro no arroio e agora quem sabe ciclistas. Meu humilde sonho de consumo: cercar a nascente, lá em Viamão, fechar com concreto, se possível!!!,(claro, com acesso), limpar o arroio e canalizar direito até a saida no Guaiba, acho até que o Guaiba está mais alto que o Arroio pq nos dias de chuva é o contrário…. e se não for pedir muito, aterrar BEM e fazer estacionamento de ambos os lados, com espaços para floreiras, bancos e não mexer nas árvores, só em caso extremo………

    Curtir

    • Queeeeeeeeeee???

      Curtir

    • O Maluf tinha um plano assim pro Tietê. Tás bem acompanhada, Gladis.

      Curtir

    • Canalizar arroio?
      Eu li isso?

      É…

      Curtir

    • Canalizado o arroio já é, Gladis. Agora, tapar ele e fazer estacionamento é trocar um problema por outro maior ainda. Com todo respeito, é uma ideia de jerico. Você já ouviu falar no ria CheongGyeCheon, em Seul (Coréia do Sul)? Era um riacho que foi tapado, colocaram uma via expressa em cima, na década de 1960.

      A região, que já era degradada, piorou ainda mais, evidentemente, e os problemas de trânsito aumentaram (por um fenômeno chamado de “demanda induzida”, ou seja: a construção de mais espaço para carros apenas atrai mais carros, num círculo vicioso).

      Até que alguém teve ideia contra-intuitiva, mas brilhante, de tirar a via expressa e revitalizar a região. Tiraram espaço dos carros e os devolveram para as pessoas. O resultado: aquele lugar hoje é o maior cartão-postal da cidade!

      Curtir

  5. Faz sentido… não tem porque criar um corredor em trechos onde há bastante espaço.

    Curtir

    • Se tiver 1,5m nos lados não precisa de guarda corpo. Mas se notar o talude é pequeno para ter 1,5m + 2,5m + 1,5m.

      Curtir

  6. Eu não posso ser o único que questiona a existência desse guarda-corpo do lado da ipiranga. Não seria melhor colocar só do lado do arroio?
    Assim como está fica parecendo um corredor de curral.

    Curtir

    • Bom, eu acho que não precisa ter pro lado do arroio, pra cair pra la o cara precisa se puxar, se um dia a ciclovia começar a terum movimento grande, ai sim…

      Mas no lado da pista, ai eu concordo, qualquer coisa que aconteça, se a pessoa cai na pista, ja era…
      Alias, sempre foi meu medo, tropeçar na calçada, cair no asfalto e algum carro/onibus/caminhão finalizar a obra..
      haha

      Curtir

    • A norma técnica diz que ciclovia a menos de 1,5m da via precisa de guarda-corpo pra proteger o ciclista caso se acidente e va pra pista. Lembrando que se o ciclista cair na pista já era, vai cair no lado dos veiculos com mais velocidade (e não no acostamento caso fosse na calçada).

      Eu ainda to duvidando que algum tecnico da prefeitura autorize o Zaffari a nao precisar gastar pro guarda corpo. Em todos os acidentes (ainda mais se tiver vitima fatal) vai ser responsabilizado na justica o não cumprimento da norma.

      Curtir

      • Li em algum lugar, e não sei se é bem verdade, que é a prefeitura que paga o guarda-corpo. O dinheiro do zaffari vai só pra ciclovia propriamente dita, asfalto e tinta.

        Curtir

    • pra fazer direito tinha que acabar com estacionamento ou com pstas de rolagem da Ipiranga. mas aí a gritaria ia ser maior, né? quem enfrenta os motoristas?

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: