Estado vai analisar proposta de lançar concurso público para construir centro de eventos

IAB não concorda com contratação, sem licitação, de escritório da família de Niemeyer

O Estado prometeu estudar a proposta do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) pedindo concurso público para construir um centro de eventos no Rio Grande do Sul. De acordo com o presidente da representação, a ideia foi “bem recebida” pelo Executivo. “Existe a possibilidade de que a gente siga dialogando na construção dessa alternativa”, revelou Tiago Holzmann da Silva.

O IAB defende que não é mais possível contratar o escritório da família de Oscar Niemeyer. “O notório saber (justificativa para abrir mão da licitação) foi com ele”, comentou Silva ao recordar que o arquiteto morreu em dezembro do ano passado. A direção do instituto esteve reunida na tarde dessa sexta-feira com gestores da Secretaria do Turismo do Estado para propor a alternativa.

Professores da Ufrgs também estão mobilizados para que haja um processo de escolha pública e encaminharam via e-mail ao Ministério público do Estado inconformidade com o modelo proposto pelo Estado, lembrou Silva.

O local em que será construído o Centro de Eventos ainda está indefinido. Porto Alegre apresentou três áreas, nas zonas Leste, Norte e Sul da cidade. Um dos terrenos, com cerca de 15 hectares, fica na avenida Bento Gonçalves, próximo ao supermercado Carrefour, do bairro Partenon (L). O outro, de 5 hectares, fica atrás da sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), no bairro Sarandi (N). O terceiro fica no Morro Santa Tereza (S).

Correio do Povo / Rádio Guaíba

_________________________________

centro-eventos-concurso-ja

Concurso para o Centro de Eventos é moralmente obrigatório

Grupo no Facebook: Concurso Internacional para o Centro de Eventos



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Centro de Eventos do RS, Concursos Públicos para projetos arquitetônicos, Eventos

Tags:,

2 respostas

    • Bah, os caras falham por dar tiro para todos lados. Reclamando até de “privatização do cais e do hipódromo”.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: