Metrô: o sonho vira realidade, por José Fortunati

“Quando o Rio Grande do Sul se une, as coisas acontecem.” Usei essa frase em 14 de outubro de 2011, quando a presidenta Dilma Rousseff esteve aqui para anunciar recursos federais para o metrô de Porto Alegre. Hoje, passados exatos dois anos de muito trabalho e aperfeiçoamentos necessários, repito a afirmação para comemorar o sonho porto-alegrense que finalmente começa a sair do papel e a se tornar realidade.

A presidenta veio a Porto Alegre no sábado, 12, para consolidar o encaminhamento definitivo que irá viabilizar uma obra há décadas desejada pelos cidadãos da nossa cidade. Nesses dois últimos anos, trilhamos um caminho intenso de negociações, projetos técnicos e estudos de mercado, todas as etapas fundamentais e inerentes à responsabilidade de realizar um investimento público de grande porte como o metrô, com construção orçada em R$ 4,8 bilhões.

Esse investimento vai transformar a rotina dos moradores e visitantes de Porto Alegre, colocando a nossa capital no patamar das grandes metrópoles mundiais que contam com o metrô como espinha dorsal do transporte público. Esta e as futuras gerações terão um transporte coletivo de alta qualidade e integrado com os demais modais, como o sistema BRT (transporte rápido por ônibus), o trensurb e as linhas da Região Metropolitana. O metrô será um marco na qualidade de vida dos mais de 320 mil usuários que diariamente farão o deslocamento entre o Centro, a Zona Norte e os municípios vizinhos de forma mais rápida, em uma infraestrutura confortável, segura e democrática.

Em nome da cidade de Porto Alegre, torno público o meu sincero agradecimento à sólida rede de parceiros formada em torno do projeto: à equipe do governo federal, que foi incansável ao apoiar a qualificação da proposta e buscar alternativas para viabilizar o investimento; ao governo do Estado, que trabalhou alinhado com a prefeitura para não deixar escapar a grande oportunidade para a Capital gaúcha; às lideranças políticas do Executivo e do Legislativo engajadas na nossa luta ao longo do tempo; e, especialmente, aos profissionais do município, dedicados a consolidar um novo horizonte para Porto Alegre.

Hoje, temos as condições técnicas e financeiras necessárias para tornar realidade o sonho porto-alegrense do metrô. Publicaremos nesta semana a nova proposta de manifestação de interesse para o mercado apresentar os estudos de viabilidade, etapa anterior à licitação que garante transparência, sustentação técnica e otimização dos recursos públicos. Não são poucos os desafios pela frente para tirar essa grande obra do papel, mas o projeto está sustentado no comprometimento em fazer uma cidade melhor no presente e para o futuro. Mãos à obra, porque temos um metrô a construir.

* José Fortunati –  Prefeito de Porto Alegre

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Artigos, Metro Linha 2

Tags:, ,

4 respostas

  1. Que piada… Para políticos render é um projeto e anúncio de repasse de verbas é realização de um sonho.

    Curtir

  2. Mas como alguns ainda insistem no metrô, claro que com custo maior, Porto Alegre deixa de implantar o Aeromóvel em escala maior e por menor preço. A quem interessa essa fortuna que será gasta com o metrô, que ao que parece, segundo as palavras do Pref. Fortunati, haverá total transparência em todos os atos, a exemplo do que ocorreu na Procempa, na Secretaria da Saúde e em outros órgãos públicos do Paço Municipal, em que a corrupção tomou conta.

    E Agora José, a vaidade em afirmar que eu trouxe o metrô para Porto Alegre, certamente em nada mudará o futuro de muitos Agentes Públicos, que usam as verbas públicas direcionadas a obras com fins eleitorais. Será que o metrô elegerá algum político.

    E Agora José????????????????????

    Curtir

  3. alguem já visitou o terminal triangulo?Horrivel não tem acessibilidade nenhuma e quem é a gestora Prefeitura e Poa. Tomara que o metro caia nas mãos de pessoa mais competentes na gestão. Em Tempo a maiorr parte dos moradores de Porto Alegre não terão acesso ao metro com esta configuração;mas vão ajudar a pagar.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: