Obra da avenida Ceará tem previsão para recomeçar em janeiro

Trabalhos serão executados à noite devido à localização próxima ao aeroporto  Foto: Divulgação/PMPA

Trabalhos serão executados à noite devido à localização próxima ao aeroporto  Foto: Divulgação/PMPA

A Prefeitura não realizará nova licitação para execução da trincheira na avenida Ceará. O consórcio Farrapos, que inicialmente não aceitou os novos preços decorrentes da alteração da metodologia construtiva, continuará executando a obra. Os valores já estavam ajustados entre a Prefeitura, a Caixa Econômica Federal e Tribunal de Contas (TCE). A previsão é que os trabalhos retomem em janeiro de 2015.

A obra apresenta 20% de execução e o cronograma prevê 18 meses para implantação. Em função da localização da obra ser próxima à cabeceira da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho, a Infraero e o V Comando Aéreo Regional da Aeronáutica (Comar) impuseram restrição de horário de funcionamento do equipamento de escavação. Por questões de segurança da operação dos vôos, somente o turno da noite foi liberado para o funcionamento da máquina de escavação clamshell, de aproximadamente 22 metros de altura.

A obra – A obra é conhecida como trincheira da avenida Ceará e integra uma das cinco intervenções ao longo da Terceira Perimetral. Com extensão de 315 metros e largura de nove metros, o trecho será rebaixado em aproximadamente 5,5 metros. O fluxo da avenida Ceará, sentido bairro-centro, passará por baixo da avenida Farrapos.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

4 respostas

  1. Tenho minhas dúvidas, mas, eu pretendo usar apenas a parte de cima, não vou-me arriscar a usar o subterrâneo e numa dessas posso ficar soterrado e morrer esmagado. Os antigos já diziam: o precavido morreu de velho.

    Curtir

  2. “Prefeitura definiu aditivo para dar continuidade aos trabalhos… Problemas no solo encareceram e alteraram o projeto inicial, levando a um novo termo aditivo” – ClicRBS

    Interessante como a prefeitura omite os fatos.

    Curtir

  3. O que será que houve para voltarem atrás e aceitarem os valores? No mínimo reajustaram a propina… 🙂

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: