Catamarã começa a circular na zona Sul de Porto Alegre em 12 de dezembro

A partir do ano que vem, novas estações no Beira Rio e na Região Metropolitana podem entrar em operação

Bibiana Borba / Rádio Guaíba

Empresa que opera a rota há três anos aguardava apenas os trâmites burocráticos finais para iniciar o novo trajeto | Foto: André Ávila/ CP Memória

Empresa que opera a rota há três anos aguardava apenas os trâmites burocráticos finais para iniciar o novo trajeto | Foto: André Ávila/ CP Memória

No dia 12 de dezembro ocorrerá a viagem inaugural do catamarã na zona Sul de Porto Alegre. O píer para embarque e desembarque de passageiros, em frente ao Barra Shopping Sul, pronto desde junho do ano passado, deve passar apenas por algumas adequações. O ponto será a parada final da travessia hidroviária que hoje começa em Guaíba, na Região Metropolitana, e chega até o Cais do Porto, no Centro da Capital. A empresa CatSul, que opera a rota há três anos, aguardava apenas os trâmites burocráticos finais para iniciar o novo trajeto.

Já a partir do ano que vem, a linha pode passar a contar com uma parada intermediária na zona Sul, em frente ao estádio Beira Rio. Este é um dos avanços discutidos em uma reunião nesta manhã, entre a Metroplan (Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano) e o governo federal. A instalação do atracadouro deve contar com suporte financeiro do Sport Club Internacional. Também fazem parte do Plano Hidroviário Metropolitano novas estações para o catamarã em Eldorado do Sul e São Jerônimo, na Região Carbonífera. O superintendente da Metroplan, Oscar Escher, garante que os percalços que atrasaram o início da operação na zona Sul da Capital foram superados e, a partir da estrutura desenvolvida, os novos projetos devem ser agilizados em até dois anos.

A licitação para extensão da rota do transporte hidroviário até o rio Jacuí é apresentada nesta quinta-feira, pela primeira vez, ao Ministério das Cidades. A diretora do Departamento de Mobilidade Urbana do ministério, Luiza Gomide de Faria, manifestou apoio ao projeto e garante que o incentivo a meios de transporte alternativos é prioridade do governo federal. Ao sobrevoar Porto Alegre a caminho do encontro, a diretora ressalta que percebeu como Porto Alegre e a Região Metropolitana têm a geografia ideal para que as águas sejam aproveitadas para a mobilidade sustentável.

Além da Metroplan e do governo federal, o Plano Hidroviário Metropolitano é discutido com a Superintendência de Portos e Hidrovias do Estado (SPH), a Marinha do Brasil e a prefeitura de Porto Alegre. A secretária das Cidades de Pernambuco, Ana Suassuna Fernandes, também participa do encontro para relatar a experiência do estado com o projeto Rios da Gente, que serve de inspiração para a Região Metropolitana.

Correio do Povo

__________________

Totalmente sem nexo o píer do Barra ser o ponto final da travessia. (parte grifada do texto por mim).



Categorias:Catamarã

Tags:,

14 respostas

  1. Aleluia! Siga expandindo. Trecho em “U”!?!? Porque o trecho não é em “L”?

    Curtir

  2. Tudo isso so existe graças a Yeda.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: