Outdoor “Porto Alegre est Charlie” é manifestação a favor da liberdade de expressão

Cartaz foi colocado na avenida Independência, no Centro da Capital

Na última quarta-feira, dois homens executaram funcionários da revista francesa Charlie Hebdo Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

Na última quarta-feira, dois homens executaram funcionários da revista francesa Charlie Hebdo Foto: Gilberto Simon – Porto Imagem (12/01/2015)

Um outdoor na Av. Independência, no Centro de Porto Alegre, traz uma mensagem lembrando os ataques terroristas que ocorreram na última semana em Paris. O cartaz – que está em frente ao Hospital Santa Casa – diz “Porto Alegre est Charlie”, uma adaptação da frase que correu o mundo em manifestações de apoio à revista Charlie Hebdo após atentado que matou 12 pessoas: “Je sui Charlie”.

De acordo com o diretor da empresa LZ, responsável pelo espaço, Luciano Zanetello, não é uma homenagem, mas sim “um lembrete de que somos solidários a um preceito básico da democracia, que é a liberdade de expressão”. Segundo Zanetello, “um grupo de comunicação deve obrigatoriamente ter opiniões. Algumas não precisam ser expressas, no caso em questão (os atentados), não posicionar-se já é um passo para cedermos ao objetivo maior, que é calar a liberdade de expressão”.

Na última quarta-feira, dois homens executaram funcionários da revista francesa Charlie Hebdo. Os atiradores estariam vingando Maomé. A revista faz sátiras ao fanatismo religioso e em 2006, uma série de tirinhas satirizando o líder muçulmano teria provocado revolta na comunidade desta religião. Os atentados se estenderam durante três dias, acarretando na morte de uma policial e reféns de um mercado, em Paris. Os terrorista, três no total, morreram em ações da polícia francesa.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

124 respostas

  1. que povo alienado esse que comenta aqui. tá louco! não vou me admirar se daqui a alguns anos descobrirmos que foi a própria UE a mando dos EUA que realizaram essa tragédia.

    Curtir

  2. First of all, CB is a retard and I advise him to stop drinking the kool aid from the propaganda machine. So much for “Free Speech”. Some people are born stupid, I get that, but for cry out loud, open your eyes, look how desperate the so called elite is getting..they are losers.

    French Authorities Demonstrate Defense of Free Speech by Arresting 54 People for Free Speech
    Read more at http://www.maxkeiser.com/2015/01/french-authorities-demonstrate-defense-of-free-speech-by-arresting-54-people-for-free-speech/#syRWgQet2mHWzbTj.99

    Curtir

  3. Excelente submissão do Juremir Machado à discussão: http://www.correiodopovo.com.br/blogs/juremirmachado/?p=6858#comments

    Curtir

  4. Marcelo faça o seguinte:

    • Te muda pra França,
    • Arrume emprego na revista,
    • tenha liberdade de expressão,
    • Crie uma charge ofensiva,
    • Insulte os muçulmanos,
    • Provoque a morte de 12 colegas teus de trabalho,
    • Compartilhe a dor de 12 famílias que perderam seus parentes, por sua causa,
    • E tudo isso por que você agora é Francês e está expressando livremente sua opinião num país que possui boa parte de muçulmanos que não gostam de ser insultados, mas enfim como tu disse: os Franceses são maioria na França, que se dane a minoria.

    Do que adiantou teu fanatismo em defender a liberdade de expressão? Tu provocou uma quase guerra e TALVEZ FUTUROS ATAQUES A FRANÇA, com mais mortes…

    Queres acabar com o terrorismo? Eu também quero, todos queremos, mas não é inflamando um grupo de fanáticos com uma charge que tu vai conseguir, pelo contrário só vai piorar, há outras maneiras de se conseguir as coisas além de manifestar opiniões que ferem.

    Em nenhum momento falei em me acomodar com a situação, estou falando que: Essas coisas não se resolvem com provocações.

    Outra coisa: Se no pais deles eles matam blogueiros por se sentirem ofendidos, não é porque ”agora” que tu mora na França que tu vai ser soberbo e ser ignorante a ponto de contra atacar-los com charges, pô não te rebaixa ao nível deles, não é inflamando-os que tu ira resolver as coisas…

    Se mesmo assim não entenderam, então deixa quieto o assunto…
    Abraço a todos

    Curtir

    • Já escrevi que a revista é escrota e blasfema. Nao quero nada a ver com ela. Minha maior indignação e preocupação é com o crescente aumento do Islamismo e seu status especial no mundo e, mais preocupante, na Europa. A liberdade de expressão é importante, mas a considero em segundo lugar nessa história toda. Abraços, sem mais comentários.

      Curtir

      • Blasfema? Isso só existe no vocabulário de um religioso. No mais, creio que convergirás em interesse se buscares na internet por Sam Harris e Christopher Hitchens. Excelentes argumentadores antirreligião.

        Curtir

    • Algumas guerras valem muito a pena serem feitas.

      Curtir

  5. FAVOR LER.
    CASO NÃO CONCORDE, PASSE PARA O PRÓXIMO BLOG.
    OBRIGADO.

    https://portoimagem.wordpress.com/o-blog/

    Curtir

  6. É impressionante como o brasileiro mediano aceita a postura de baixar a cabeça e se acomodar ante à violência e à injustiça sob a justificativa de “o mundo é assim mesmo”. Como se covardia fosse sinônimo de maturidade.

    Isso explica muita coisa sobre os nossos problemas políticos e sociais!

    Curtir

  7. É por isso que eles estão ganhando a batalha: Enquanto que nós não podemos NADA na terra deles, eles podem tudo na nossa terra, até exigir a nossa morte.
    .
    Tradução: “Matem aqueles que isultem o Islã/ Cortem a cabeça daqueles que insultem o Islã/ Europa, tu vais pagar, teu extermínio está a caminho”

    Curtir

    • Dito por um muçulmano ontem no GloboNews (programa Milênio, eu acho) – a religião islâmica vive na sua idade média. Mas falou isso querendo acreditar que um dia ela evoluirá para uma religião mais moderada, que aceite a laicidade do Estado e os direitos individuais das pessoas, assim como a igreja Católica evoluiu das Cruzadas e Inquisições para o que temos hoje.

      Talvez daqui a 500 anos isso aconteça, mas hoje eu não vislumbro qualquer possibilidade disso acontecer.

      Curtir

      • O problema é que o Ocidente teve um fator externo decisivo para a superação das rivalidades religiosas, a laicização do Estado e o surgimento intelectual de valores humanistas universais: a Guerra dos 30 Anos.

        http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Trinta_Anos

        Curtir

      • Não em lembrava dos efeitos dessa guerra, obrigado pela dica.

        Curtir

      • Não diga que as cruzadas foram algo do qual a Igreja Católica evoluiu. Isso não é correto,Julião. Não há nada para se envergonhar em relação às cruzadas. As Cruzadas ajudaram o Ocidente a manter sua cultura, rechaçando o domínio do Islã sobre a Europa. Devemos ser hoje extremamente orgulhosos e gratos aos cruzados.

        No ano 632, Egito, Palestina, Síria, Turquia, o norte da África, Espanha, França, Itália e as ilhas da Sicilia, Sardenha e Córsega eram todos territórios cristãos. Foi tudo conquistado à fio de espada pelos guerreiros muçulmanos.

        Cada uma das regiões mencionadas foi tomada, no transcurso de cem anos, do controle cristão por meio da violência, através de campanhas militares deliberadamente planejadas para expandir o território muçulmano a custa de seus vizinhos.

        Os ataques muçulmanos contra os cristãos seguiram já não só nessa região mas contra a Europa, especialmente Itália e França, durante os séculos IX, X e XI, o que fez que os bizantinos, os cristãos do Império Romano do Oriente, solicitassem ajuda aos Papas. Foi Urbano II quem enviou as primeiras cruzadas no século XI, depois de muitos anos de ter recebido o primeiro pedido.

        As cruzadas realmente representam o primeiro grande contra-ataque do Ocidente cristão contra os ataques muçulmanos que se deram continuamente desde o início do Islã até o século XI, e que seguiram logo quase sem cessar.

        .

        (do historiador Dr. Paul F. Crawford)

        Curtir

      • Marcelo, cuidado com a visão eurocêntrica. O papa tinha muitos interesses políticos ao pedir pelas Cruzadas, longe de ser apenas a retomada da terra. Os árabes muçulmanos tomaram as regiões da cristandade, e não de alguma nação que hoje pudesse reivindicá-los. Além disso, os romanos haviam se apropriado das terras dos nativos eslavos, egípcios, hebreus, medos, persas, etc, portanto teu ponto de corte para definir a posse é totalmente arbitrário. No mais, um abraço.

        Curtir

  8. Depois de uma lenta e custosa evolução da humanidade fomos construindo e definindo princípios universais, daí vem um bando de fundamentalistas religiosos ignorantes querendo impor, através da força e do medo, o que é certo ou errado, o que pode e o que não pode, seja membro da religião ou não. Alto lá, não conseguiram fazer a humanidade retroceder a BARBÁRIE.

    Je suis Charlie!

    Vive la France!

    Abaixo aos fanáticos e seus apoiadores ingênuos ou imbecis.

    Curtir

    • Vive la civilisation occidentale.
      .

      Curtir

    • concordo com tudo que o julião falou
      mas minha frase de encerramento seria:
      Je NE suis Charlie!
      Vive la France!

      se os capetas matam os demônios
      condenarei a atitude de barbárie dos capetas
      mas isso não fará com que me identifique com os demônios e passe a usar camisetas deles
      pra mim os muçulmanos estremistas são estrume e a charlie habdo merda

      mas o povão adora tomar as dores das vítimas
      taí a marina silva que quase foi pro segundo turno às custas da morte do eduardo campos pra comprovar.

      povão não raciocina, não contextualiza a situação e cria seu próprio ponto de vista, simplesmente vai na onda!

      Curtir

  9. Tanto a revista quanto os assassinos (esses mais obviamente, lógico) estão errados
    Só pergunto uma coisa pra quem tem algum conhecimento histórico: em todos esses anos essa revista fica publicando essa charges ofendendo a tudo e a todos…. e nunca foi punida?
    Nenhum direito é absoluto, o direito de alguém se expressar livremente vai até o ponto em que atinge o direito do outro de não ser ofendido gratuitamente

    Curtir

    • Perfeito.

      Mas incrivelmente tem gente que não consegue entender o que tu escreveu.

      Curtir

    • Respondendo: No ano 2000 a revista foi advertida a parar de ofender os muçulmanos.

      Curtir

      • Não obedeceram essa ordem de um grupo religioso, então PENA DE MORTE PRA ELES!!!!

        Parabéns.

        Curtir

      • Advertida por quem? Pelo Comitê Francês da Defesa dos Direitos Muçulmanos? Pela Central Única dos Muçulmanos? Pelo Partido Islâmico francês? Pelo Controle Federal da Mídia?

        Curtir

      • tu és tão informado e não sabes disso? puxa estou admirado.

        Curtir

      • Imagino que se nenhuma associação muçulmana tenha entrado na justiça francesa ao menos deveria o orgão correspondente ao nosso ministério público federal na frança ter entrado

        Curtir

    • Isso é coisa de país SEM liberdade de expressão. Liberdade de expressão INCLUI ofender. Liberdade de expressão INCLUI ser politicamente incorrreto. NINGUEM é obrigado a comprar, concordar, apoiar ou financiar a revista. Nenhuma revista merece ser “punida” a não ser quando seus leitores NAO a comprem.

      Curtir

      • Nossa, agora tu extrapolou a margem de ignorância tolerada para um brasileiro médio: “Nenhuma revista merece ser “punida” a não ser quando seus leitores NAO a comprem.”
        hahaha, vai nessa, crie uma revista em qualquer país com democracia e estado de direito bem desenvolvidos: EUA, alemanha, frança (por isso minha surpresa pela revista não ter sido punida), inglaterra, canadá, áustria, etc e comece a ofender a tudo e a todos pra tu ver se não toma no lombo um série de processos que vai ter que viver 10 vidas seguidas pra conseguir pagá-las!
        Liberdade de expressão em países democráticos com estado de direito estabelecido envolve poder ofender, ser politicamente incorreto, xingar…e depois disso responder por tudo isso perante a lei!
        Se tu desconhece isso está abaixo do brasileiro médio inclusive

        Curtir

  10. Pessoal, o Blog não permite comentários anônimos e também não permite ofensas pessoais (a outros leitores). Usem seus e-mails verdadeiros. Somente a equipe do Blog terá conhecimento deles. Não tem necessidade de inventar endereços de e-mail. Nós temos controle total sobre os comentários, IPs, nomes, e-mails. Caso detectemos que sejam e-mails falsos, baniremos através de IP, e-mail e nome utilizado. Podem usar pseudônimos, mas não e-mails falsos. Isso é um aviso. Em seguida passaremos a deletar e a banir. Quem avisa amigo é. Boa noite !!!

    Caso tenham usado um e-mail falso, informe a equipe pelo e-mail blog@portoimagem.com.

    Consideraremos que a pessoa que nos informar por e-mail esteja se retratando e aceitaremos numa boa.

    Curtir

    • Ué, cadê o Marcelo para defender a liberdade de expressão.
      Meu pai tem 70 e poucos anos, não te e-mail (e se tivesse e não quisesse se cadastrar??) então não tem liberdade de expressão pra ele aqui??
      Afinal como ele disse ali embaixo:
      “Liberdade de expressão INCLUI ofender. Liberdade de expressão INCLUI ser politicamente incorrreto. ”
      MARCELO ME AJUDA AQUI!!
      Quer mais politicamente incorreto que NÃO DESEJAR SE CADASTRAR…
      Ou “banimento” é democrático (Que tu achas Marcelo?? É??)

      (e esse comentário aparecerá ou a liberdade de expressão será ofendida?? Aguardemos com print screen é claro!!)

      Curtir

      • O governo tem que ser democrático. O blog não.
        Aqui tem que seguir as regras, senão cai fora.
        Ponto final.

        E não sei se tu sabe, conforme a asneira que tu fala, eu posso ser responsabilizado também. Por isso que exijo que informem o e-mail correto.
        Não acha certo o blog, passa pro próximo. Isso é democracia. Ver somente o que quer.

        Curtir

      • O blog não é um local público. É uma propriedade privada, que estabelece suas regras. Se as regras do blog tem certas cláusulas que impedem a liberdade total de expressão, e você não concorda, mude de blog.

        O mesmo digo aos muçulmanos: a Europa tem regras que não impedem a liberdade total de expressão (por enquanto,e mal e porcamente obedecidas). Se a comunidade muçulmana não concorda, que mude de continente.

        Curtir

      • Marcelo tá uma máquina de despejar m*rda pelo teclado, hein.

        Acho que os europeus tem a mesma ideia quanto a ti, nao hesitariam em apertar o botão “deportar” pra ti.

        Curtir

      • E alguém precisa de IP???
        KKKKK
        Cheio de visita da França??
        E Suécia…
        KKKKK
        Sabe de nada inocente.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: