Decisão sobre futuro das obras do Cais Mauá é adiada no TCE

Sem prazo para retorno, tema foi retirado da pauta do dia da Corte

Decisão sobre futuro das obras do Cais Mauá é adiada no TCE | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

Decisão sobre futuro das obras do Cais Mauá é adiada no TCE | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

O julgamento de um recurso que questiona uma decisão do Tribunal de Contas sobre as obras no Cais Mauá, em Porto Alegre, foi retirado da pauta do dia, nesta quarta-feira, sem data para que seja retomado. O conselheiro Alexandre Postal não concedeu medida cautelar pedindo a suspensão de qualquer intervenção no Cais até segunda ordem, como defendia o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Alexandre Da Camino. O caso precisa ser analisado pelo Pleno da Corte.

O movimento “A Cidade Que Queremos” contesta a forma como as obras estão sendo conduzidas e a falta de diálogo com a comunidade sobre o destino do espaço. O Estatuto de Viabilidade Urbanística do Cais Mauá foi aprovado por 20 votos favoráveis, três contrários e uma abstenção no Conselho Municipal do Plano Diretor no último dia 3. Da Camino, no entanto, solicitou a “suspensão da autorização de qualquer intervenção até que sejam sanadas e elucidadas questões em aberto.”

De acordo com o secretário do Gabinete de Desenvolvimento e Assuntos Especiais (Gades), Edemar Tutikian, o plano é que o Cais Mauá do Brasil, vencedor da licitação, tenha a Licença de Instalação (LI) em mãos até o fim do ano. Um dos itens apontados pelos movimentos contrários às obras do Cais se refere à falta da Carta de Estruturação Financeira da empresa, que garante, em tese, os recursos para a execução da obra. Os prédios passarão a ter bares, restaurantes, lojas, estabelecimentos culturais e prédios comerciais.

A revitalização do Cais Mauá vai acontecer em três etapas. Na primeira, está prevista a restauração dos armazéns do Cais, uma área de 37 mil metros quadrados. A segunda fase é a construção de três torres, de 100 metros de altura, 90 metros e 50 metros, na área das docas. A terceira e última etapa é um shopping de 75 mil metros quadrados ao lado da Usina do Gasômetro.

Ananda Müller / Rádio Guaíba / Correio do Povo



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:,

5 respostas

  1. Interessante ver que o grupo que defende o “cais para todos” fez um video clipe mostrando imagens do cais caindo aos pedacos e fechado para o publico. Vale a pena prestar atencao na letra da musica (infelizmente nao tenho paciencia para escutar ate o final). Segue o link.

    https://www.facebook.com/caismauadetodos/

    Curtir

  2. Bando de …………, e essa cidade nunca vai pra frente. Se fosse possivel, colocava esse povo do contra em um container, e arremessava ele lá pra Mossul ou Pyongyang.

    Curtir

    • Já viste fotos de Pyongyang? Eles tem várias ideias de urbanismo que podemos copiar, podemos copiar o metro também.

      Ps: não estou falando da ditadura que existe lá, estou falando de soluções de urbanismo.

      Curtir

  3. Hahahahahahaha!!!
    Voltei agora do futuro e em 2083 o Vovô Kunze, rico, gordo e preguiçoso (como sempre foi) assume a prefeitura de Porto Alegre defendendo uma “nova matrix urbana” e a mudança dos paradigmas.
    Há sim, os ratos do cais mauá estão tão gordos e grandes que já tem mendigo (digo, neo-cidadão nãum-provido) fazendo costelão na brasa com os bichinhos.
    Te vejo lá!!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: