Zona Sul. Empresa defende loteamento em Ipanema

zona-sul-maiojamaA construtora Maiojama divulgou ontem um comunicado oficial sobre o caso do Loteamento Ipanema, que tem sido contestado por moradores e entidades da zona sul por supostamente acabar com a mata atlântica da região. Apesar de o STF ter liberado o loteamento do terreno de 12,9 hectares, entidades de bairros obtiveram liminar para proteger a vegetação.

De acordo com a Maiojama, todos os ritos foram seguidos pela empresa durante a tramitação do processo para obter a liberação da obra. A construtora ressalta que haverá benefícios à cidade, como pagamento de R$ 2,5 milhões como compensação ambiental, doação e implantação de um parque público de quatro hectares com áreas verdes de preservação e recreação, implantação da malha viária e redes hidráulicas e de energia, canalização do arroio Espírito Santo e a possibilidade de recuperação da orla da avenida Guaíba por meio de PPP.

Jornal Metro – 29/11/2018

Para saber mais:

maiojamaZS2018



Categorias:Meio Ambiente, Outros assuntos

7 respostas

  1. Ipanema pra que? Preservem esse lugar. Vão lá mais pra baixo, tem uns terrenos baldios no bairro Hípica, não precisa ser ali. Muito lugar pra fazer loteamento na cidade sem tirar essa mata nativa.

    Curtir

  2. Há tantos imóveis abandonados que alimentam a especulação imobiliária na cidade. Portanto, a cidade definitivamente não precisa construir em área verde, precisa renovar/restaurar o que já está construído.

    Curtir

  3. Ainda que eu ache que o pessoal na verdade não quer ter mais vizinhos, de fato termina sim com a mata atlântica que tem ali. E canalização de arroio por exemplo não é um benefício a cidade, é só transformar o arroio em um esgoto de fato!

    Curtir

  4. Sempre a “laia” do contra, atrasando nossa cidade….Mistura de Petralhas e burros/desocupados……sera um grande e ótimo empreendimento para nossa cidade…..Vamos em frente….Chega de prestigia os “DO CONTRA”……

    Curtir

  5. Esse pessoal está mais preocupado em não ter mais vizinhos do que propriamente em defender a mata atlântica, muitos inclusive provavelmente têm suas casas exatamente sobre onde antes era a mata atlântica.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: