Skip to content

Alteração do nome da Avenida Castelo Branco é proposta

01/12/2011

A Câmara Municipal de Porto Alegre discutiu, no período Preliminar de Pauta desta quarta-feira (30/11), projeto dos vereadores Pedro Ruas e Fernanda Melchionna, ambos do PSOL, que altera a denominação da Avenida Presidente Castelo Branco para Avenida da Legalidade. Os autores justificam que esta é uma forma de homenagear as gaúchas e os gaúchos que participaram e apoiaram o Movimento da Legalidade, ocorrido em 1961, e refazer o sentido da história do País, lembrando de fatos que contrapõem o regime autoritário civil-militar que vigorou no Brasil no período de 1964 a 1985 e que foi marcado por diversos crimes contra a humanidade. Também é destacado que a Avenida Castelo Branco é uma das vias públicas mais importantes de Porto Alegre, sendo caminho de pessoas que saem ou que chegam à Capital.

Câmara Municipal

___________________________

Tanta coisa pra eles fazerem, vão mudar nome de avenida ????

About these ads
27 Comentários leave one →
  1. 01/12/2011 9:15

    Sou favorável à proposta, pois não se trata de mera mudança de nome, mas de remoção do entulho autoritário. E o nome proposto resgata um movimento legítimo, de defesa da constituição, liderada por Leonel Brizola. Por isso, com certeza, o prefeito Fortunati (PDT) concordará com a mudança proposta.

    • Phil permalink
      01/12/2011 11:30

      Sim prq Leonel Brizola nao foi nem um pouco autoritario! kkkkkkkk. Ele so’ ROUBOU aquilo que nao lhe pertencia e passou para o estado.

  2. Guilherme permalink
    01/12/2011 9:32

    Ufa..
    Pensei que iriam mudar o nome pra Avenida Ditador Tarso Genro

    Ou… Avenida Hugo Chaves…

    Sabe como é… idolos de alguns

  3. Felipe X permalink
    01/12/2011 9:33

    Eu dei gargalhada quando li.

    Mas entulho autoritário? O que significa isso?

    • 02/12/2011 15:13

      A resposta é muito simples, Felipe X, é tudo aquilo que, gerado em períodos ditatoriais, remanesce após a queda de uma ditadura (normas, práticas, “homenagens” forçadas de todos os tipos – a herança, enfim). Stalingrado, por exemplo, mudou de nome, e foi uma mudança muito boa e necessária. Mas a direita e a esquerda autoritárias/conservadoras são semelhantes nesse aspecto – acham que seus ídolos são intocáveis. Ditadura é ditadura, não importa o sinal.

  4. Julian Gritti permalink
    01/12/2011 9:38

    Podiam colocar esse nome no lugar da Av. Tronco, a Castelo Branco já é conhecia assim a muito tempo, vai ser estranho mudarem de nome agora.

  5. Roberto Ilhescas permalink
    01/12/2011 9:39

    Não vejo, fundamento nenhum para esta alteração, pois autoritário ou não, é parte de nossa história!
    Sem falar que temos problemas mais importantes em nossa cidade para serem analisados pelos vereadores.

  6. Felipe X permalink
    01/12/2011 9:43

    O Castelo Branco era da linha dos militares que queriam sair logo, depois entrou a turma do Costa e Silva, que era alinhada com os EUA e deu no que deu. E concordo, essa mania de reescrever a história da maneira que me agrada….

    A idéia da Tronco é uma boa.

  7. Mateus Berg permalink
    01/12/2011 10:20

    Que façam um memorial então, mas mudar avenida de nome, acho meio estranho.

  8. 01/12/2011 10:28

    O mais puro rancor vermelho. Só faltava sugerirem mudar o nome para Avenida Mao Tsé-Tung logo de uma vez…

    As minhas convicções políticas não vem ao caso agora, mas essa histeria revanchista contra os militares passa dos limites…

    • 02/12/2011 16:01

      Não se trata de “rancor vermelho”… se trata de incentivar a democracia, que foi roubada pela ditadura militar.

      Não foi correto então, a derrubada do Muro de Berlim?

      Também não foi correta a derrubada das estátuas de Saddan Hussein, de Stalin?

      • 03/12/2011 1:22

        Derrubar as estátuas do Saddam e do Stalin são outros 500. E a “ditadura” militar não “roubou” democracia nenhuma, a intenção era evitar que os Guevaristas, Maoístas e outros vermelhos o fizessem…

  9. GersonLondon permalink
    01/12/2011 10:35

    “…projeto dos vereadores Pedro Ruas e Fernanda Melchionna, ambos do PSOL..”
    hahahaha…tinha que ser desses “dois”!!,

  10. Fernando permalink
    01/12/2011 10:36

    Não acho apropriado. Independente do catáter da homenagem anterior (um presidente do período militar), querendo ou não, o nome se consolidou, e as pessoas já conhecem assim.

    Penso que a homenagem é válida, mas acho que existem outras vias, praças, monumentos, etc. que podem recebê-la sem alterar um logradouro já consolidado.

    • Fernando permalink
      01/12/2011 10:38

      E eu não tenho simpatia nenhuma com o regime militar. Muito pelo contrário! Mas isso aí é achar pelo em ovo só pra complicar.

      Tenho de que esses vereadores, dos quais tenho bastante respeito, tem projetos mais úteis para a cidade.

  11. Ricardo permalink
    01/12/2011 10:42

    Esperavam o que de vereadores do PSOL? Compromisso com o desenvolvimento e a geração de empregos?

  12. Paulo Roberto permalink
    01/12/2011 12:18

    Absurdo, parece até que nao há problemas para resolver na cidade e está sobrando tempo para os nobres, ociosos e entediados vereadores. Além de já consolidado, o nome Castelo Branco soa até mais bonito e imponente do que Legalidade, ainda mais sabendo-se que somos o país da ilegalidade. Hehe. No Rio mudaram o nome da principal avenida da Barra da Tijuca, a que margeia a orla, de Sernambetiba para Lúcio Costa, urbanista responsável justamente pelo projeto de criaçao de todo o referidobairro e ainda assim todos a chamam de Sernambetiba e muitos sequer sabem onde fica a Lúcio Costa ou quem foi o cara. Nao colou e acabou gerando mais confusao do que qualquer outra coisa.

    • Felipe X permalink
      01/12/2011 13:06

      Verdade, como se já não fosse um problema a Redenção, Rua da Praia, Pça da Alfândega e da Matriz, e por aí vai

  13. Jorge B permalink
    01/12/2011 14:59

    Pergunta: O que a população de Porto Alegre sabe sobre o movimento da “Legalidade”??
    Isto me lembra George Orwel em “1984” O Big Brother rescrevendo a história. Também não dá para esperar muito destes dois vereadores. Não tem nada mais útil para propor? Por falar nisto esta vereadora é contra o alargamento da Av. Tronco, ela quer que continue tudo do jeito que está.

  14. Sebá permalink
    01/12/2011 18:49

    Leiam e depois reflitam se foi bom ou nao o periodo dos governos militares e nao a ditadura militar

    http://mais.uol.com.br/view/e8h4xmy8lnu8/militar-e-incompetente-demais-0402CC19346EDCC11326?types=A&

    • 01/12/2011 23:27

      Com certeza os militares foram melhores do que esses vermelhos. Na época dos militares a censura era declarada, mas hoje os esquerdistas usam do aparato estatal para promover represálias a quem manifesta-se contrariamente a eles.

  15. 02/12/2011 9:56

    Mais vale o verde-oliva do que o verde-melancia dos econazistas portoalegrenses e o vermelho do PT.

  16. 02/12/2011 17:34

    Estou aprendendo muito aqui … Uma das coisas que eu não sabia: Castelo Branco era um grande democrata, apesar de ter sido um dos líderes golpistas e o primeiro “presidente” do regime militar. Queria entregar o poder aos civis em poucas semanas (cerca de 24 mil semanas, mais ou menos …). Outra: como é grande o número de jovens viúvas da “redentora” (a maioria delas nem tinham nascido quando o golpe militar foi desferido). Mais uma lição: a discussão mostra que a questão da sonoridade do nome é fundamental (legalidade é palavra cacofônica, castelo branco é pura música …). Legal.

    • Jorge B permalink
      03/12/2011 14:58

      Um dos pricípios da democracia (talvez o maior deles)é deixar as pessoas terem opiniões diversas…sem patrulhamentos.

  17. 08/12/2011 9:59

    A Rua DIÓGENES SOBROSA DE SOUZA, CEP 91550-600, em Porto Alegre, recebeu este nome pela Lei nº 9.465 de 19 de Maio de 2004. Ela fica no Loteamento Quinta do Portal, na Lomba do Pinheiro.

    É uma homenagem ao “grande herói” que, junto com Lamarca e outros terroristas, assassinou o Tenente ALBERTO MENDES JÚNIOR, da Polícia Militar de São Paulo, PMESP em maio de 1970.

    Até quando vamos tolerar que terroristas, assassinos, ladrões, bandidos, corruptos e toda uma fauna da pior espécie continuem sendo glorificados, enquanto essa canalha toda que manda no (que restou do) Brasil insiste em se vingar daqueles que impediram que continuassem levando o País a uma ditadura sanguinária e perversa, nos moldes do “camarada Mao” e de outros quetais?

    Até quando vão continuar mudando a nossa História e denegrindo os nomes de pessoas dignas e honradas que dedicaram integralmente suas vidas à Pátria?

    Queiram ou não, Castelo Branco é um nome que honra o Brasil e será sempre respeitado na memória das pessoas de bem, que, felizmente, ainda existem.

  18. Antonio Carlos Mesquita do Amaral permalink
    08/12/2011 16:58

    Pedro Ruas e Fernanda Melchionna deveriam criar vergonha e fazer algo de útil apresentando projeto para adcantação do ArroioDilúvio.

  19. Manoel permalink
    09/12/2011 9:16

    Devia ser mudado o nome do militar golpista para LEONEL BRIZOLA, este favoravel a legalifdade democratica. É uma estupidez a principal Av de acesso a POA ter homenagem a um ditador e golpista. A extrema direita mais fascista nao tem votos, nao aparece ninguem com coragem para defender a deploravel ditadura militar que despedaçou este país, afora o louco bolsonaro, mas sempre tem escribas escalados e saudosistas deste periodo obscuro da politica brasileira. VIVA A DEMOCRACIA! DITADURA MILITAR NUNCA MAIS!

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.561 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: