Começa hoje FESTIVAL ARTE.MOV

Eventos paralelos à Feira do Livro de Porto Alegre vão movimentar a Usina do Gasômetro

Entre os dias 03 e 07 de novembro, é a vez de Porto Alegre sediar o arte.mov evento que propõe conectar vídeo, cinema e artes visuais, entendidos como práticas que se aproximam de formas particulares a dispositivos como celulares e GPS.

A programação contempla exposições audiovisuais – com seleções que oferecem um amplo panorama da produção feita com mídias portáteis, simpósios e atividades paralelas com temas ligados ao universo do festival. Cada cidade reúne os melhores trabalhos das Mostras Regionais, acompanhados de mostras especiais (nacionais e internacionais), produções de anos anteriores e debates.

Em 2010, o arte.mov já passou por Belém e Salvador. Depois de  Porto Alegre, Belo Horizonte (18 a 21 de novembro) e São Paulo (24 a 28 de novembro) recebem o evento.

O arte.mov 2010 é financiado pela  Lei de Incentivo à Cultura (LIC-RS) do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e tem o patrocinio da Vivo.

Confira a programação e assuntos dos simpósios que acontecem paralelamente à mostra:

_mobilidades e imobilidades do contemporâneo

Palestrantes: Martijn van Boven (NL),  Lenara Verle (BR – Poa), Eduardo Pellanda (BR-Poa)
mediador: Lucas Bambozzi
Quando: 04/11, das 19h às 21h30m
Onde: Sala P.F. Gastal – Usina do Gasômetro

Que formas de deslocamento são possíveis num contexto de crescente complexidade dos enclaves urbanos de grandes dimensões? Nestes espaços, cuja inviabilidade estimula formas de não sociabilidade e acentua diferenças, qual o papel das tecnologias em rede, que supostamente acenam com novas formas de aproximação e abrem diálogos antes inexistentes? Há aspectos do urbanismo contemporâneo que geram imobilidade (social, física) ao invés de estimular o deslocamento. De que forma as redes inseridas no espaço público, assim como as novas formas de linguagem que surgem neste contexto vêm problematizando esta tensão entre fluxo e ausência de movimento? O que estas redes tem oferecido em termos de alternativas plausíveis para os problemas das grandes cidades?

_ expandir o presente e contrair o futuro

Palestrantes: Tapio Makela (FIN), Heidi Kumao (EUA), Letícia Ramos (BR-Poa)
mediador: Marcus Bastos
Quando: 05/11, das 19h às 21h30m
Onde: Sala P.F. Gastal – Usina do Gasômetro

As formas de utopia tem uma dimensão positiva, de permitir sonhar com futuros menos problemáticos que os tempos correntes. Por outro lado, há uma dimensão da utopia que pode ser, ela mesma, problemática: protelar os esforços para solucionar, hoje, problemas que acabam legados às próximas gerações. Em parte, a tensão entre presente e futuro espelha outra tensão mais imediata, entre países em que as tecnologias são centrais e outros que ainda se relacionam com elas de formas precárias. Há um espelhamento curioso: lugares que apresentam-se como futuro de outros onde ainda há ausência e falta. O que significam estas temporalidades que convivem em espaço próximos? Como pensar o diálogo entre países que apontam tendências e ditam caminhos e outros que buscam ainda consolidar infra-estruturas, numa época em que os conceitos de centro e periferia foram redesenhados?

. novas formas de negociação da vida no espaço

Palestrantes: Santiago Garcia Navarro (ARG), Elaine Tedesco (BR – Poa) , André Parente (EUA)
mediador: Rodrigo Minelli
Quando: 06/11, das 19h às 21h30m
Onde: Sala P.F. Gastal – Usina do Gasômetro

Diante da complexidade crescente das tecnologias de rede, surgem formas de uso cotidiano de equipamentos e programas que propõem tipos de negociação visando desviar as prescrições presentes nos usos pré-frabricados dos aparelhos. É uma prática que se desdobra, também, em formas de negociação entre artistas, curadores, instituições culturais e patrocinadores. São procedimentos que exploram os recortes artesanais, muitas vezes ligados ao improviso e à gambiarra, que surgem com a disseminação das tecnologias portáteis. Mais que subverter aparelhos e programas, no entanto, são dinâmicas que indicam processos em que o compartilhamento e a transparência prometem espaços públicos em rede onde o coletivo e os processos de baixo para cima são motores de práticas civis até então restritas.

Confira a programação completa aqui : http://www.artemov.net/noticia.php#20

O que ? arte.mov POA
Quando? de 03 a 07 de novembro 2010
Onde? Usina do Gasômetro, térreo e 3º andar  (Avenida Presidente João Goulart, 551 – Centro
Quanto? Entrada franca
Horário: 9h às 21h

www.artemov.net

Informações para a imprensa – Rio Grande do Sul
Eliz Viana e Angélica Segui
contato@angelicasegui.com – (51) 8207 5449



Categorias:Cultura, Eventos

Tags:,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: