Prefeitura apresenta trajetos para prova da Fórmula Indy em Porto Alegre

Engenheiro da categoria deve vir à capital nos próximos dias para verificar a viabilidade técnica do circuito

Reunião apresentou trajetos para a possível prova na capital gaúcha - Foto: Robinson Estrásulas

Na manhã desta quinta-feira, a Prefeitura apresentou a representantes da Fórmula Indy três trajetos possíveis para a realização de uma prova da categoria na capital. Um engenheiro da organização desembarcará na cidade nos próximos dias para analisar os percursos, a fim de averiguar a viabilidade técnica do circuito.

A Secretaria Municipal de Obras e Viação apresentou três trajetos. Um deles é o entorno da Usina do Gasômetro, em percurso que segue pelo Beira-Rio e retorna pela avenida Padre Cacique. O segundo fica no Jockey Club, no entorno da avenida Diário de Notícias. O último se refere a uma área nas proximidades do shopping Iguatemi.

O próximo passo para as pretensões da prefeitura é a visita de um técnico da Indy a Porto Alegre. Ele vai analisar as possibilidades de percurso mostradas em mapa pelo diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Vanderlei Capelari.

— O que nós fizemos foi o levantamento de locais. Eles nos enviaram normas técnicas para avaliarmos superficialmente. Pelo que nos passaram, é viável. Agora depende do engenheiro deles — afirmou Capelari.

Segundo José Fortunatti, a organização da Indy entrou em contato com a prefeitura no início de novembro. Caso a cidade apresente a estrutura e os recursos necessários, a prova poderá ser realizada a partir de 2012.

— Eles indagaram da possibilidade de realizar a prova aqui, e eu manifestei interesse. Nós queremos a Fórmula Indy em Porto Alegre.

A reunião desta quinta foi a segunda entre a prefeitura e os representantes brasileiros da Indy, Willy H. Herrmann e Carlo Gancia. O encontro também teve a presença do presidente da divisão comercial da organização, Terry Angstadt.

— Já tinha ouvido falar muito a respeito da cidade e confirmei tudo que ouvi. Porto Alegre é uma cidade linda e acolhedora — elogiou o norte-americano. — Muitas coisas têm que acontecer ainda, mas existe a possibilidade. Lula já demonstrou interesse.

Porto Alegre terá de investir para se tornar sede do evento automobilístico. Os números, no entanto, não foram divulgados. Os custos não envolvem somente reformas de infraestrutura, mas também valores referentes a direitos de exploração da imagem da corrida, transmitida para quase 200 países.

Para obter a soma necessária, Fortunatti afirmou que buscará apoio dos governos federal e estadual, além de parcerias com iniciativa privada.

— A Fórmula Indy abre possibilidades de investimento privado, diferentemente da Fórmula-1, que tem poucos parceiros. Hoje vou conversar com o Tarso Genro, e já foi feito contato com Lula e Dilma. Temos condições adequadas para a realização da prova.

Zero Hora

 

Share



Categorias:Eventos, TURISMO

Tags:

1 resposta

  1. Vai ser legal um carro de Indy voando sobre as lombadas sonoras e os quebra-molas da Edvaldo Pereira Paiva. Vai ser o circuito mais emocionante da temporada.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: