SOS SOS SOS

O viaduto Otávio Rocha pede socorro. Não é novidade que aquilo nunca permanece pintado por muito tempo, mas um dos principais cartões postais da cidade está quase morto. Virou hotel de mendigos, está coberto -como sempre- de pixações, tem infiltração, as calçadas estão esburacadas, o comércio é ridículo e a iluminação noturna tímida.

Poh, prefeitura, que adianta gastar dinheiro pintando os ônibos da Carris com alegorias da Copa se o turista quando chegar aqui vai ver as cenas abaixo?

Preciso dizer aos administradores o que fazer?

1- Colocar câmeras e utilizar tintas anti pixação

2- Renovar os contratos dos comerciantes ali para colocar cafés e  lojas de artigos para turistas.

3- Iluminação cênica naquela coisa toda.

4- Remoção imediata dos sem teto para outro lugar. Duvido se eu colocar um colchão e dois caixotes de papelão na porta do Palácio Piratini que no mesmo dia não serei convidado a pastar.

Clique para ampliar!

Perai, essa última acima é o mesmo local???

 



Categorias:Abandono, Arquitetura | Urbanismo

Tags:

9 respostas

  1. Mas, durante a reforma, onde durmiriam os mendigos?

    Curtir

  2. Eu lembro da iluminação na época da Copa. NÃO PARECIA O MESMO LUGAR

    Curtir

  3. O que um pouco de cuidado e criatividade não faz

    Curtir

  4. No início dos anos 2000 esse viaduto passou por ampla reforma. Essa última foto deve ser do período pós inauguração.

    Lamentável que a falta de manutenção e as depredações façam o viaduto ter que passar por novos reparos.

    Com relações aos mendigos, é complicado dizer alguma coisa. Acho que a maioria prefere viver do jeito que vive, catando lixo na rua e usando drogas do que trabalhar e ganhar seu dinheiro. Para eles, é muito mais fácil pedir dinheiro para os transeuntes.

    Curtir

    • Muitas vezes já se aproveitam de locais com pouca iluminação e vigilância para “pedir” de forma mais intimidadora a um idoso ou a um moleque qualquer com jeito de “otário” fácil de roubar.

      Curtir

    • Houve uma reforma em 2001 e hoje já está desse jeito; ou seja, precisamos de programa de manutenção permanente desses locais de interesse turístico, como o viaduto da Borges (o belvedere do morro Santa Teresa é outro exemplo). Isso seria possível se os comerciantes concessionários das lojas sob o viaduto pagassem essa manutenção e preservação em troca do uso do espaço.

      Curtir

  5. ÉÉÉ amigo…
    Mas se a prefeitura faz algo com os mendigos, perdem votos, por que tem aquela parte da população anti mundo capitalista destruidor de crianças inocentes, que diz que é direito deles dormirem onde bem entenderem, por que isso e aquilo.

    Mas concordo com esse post, ta na hora de fazer algo..

    Curtir

  6. Ótimo post e sugestões Gilberto, um dos monumentos mais belos da engenharia de Poa da década de 20/30 do século passado atirada as traças, ou seja aos mendigos…

    Curtir

  7. ASSINO EMBAIXO! CONCORDO EM GRAU E GÊNERO!!!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: