Aeroportos menores na Copa

O governo federal montou um esquema para dividir o tráfego aéreo para a Copa do Mundo 2014. Em todas as cidades-sede, serão usados aeroportos menores e bases militares. No Estado, só de seleções, serão 300 voos entre junho e julho de 2014. Mas a ajuda será limitada. Porto Alegre receberá todos os tipos de voos, menos os VIPs. Único habilitado para voos internacionais. Canoas irá operar apenas com aeronaves consideradas VIP, que carregam autoridades, chefes de Estado ou delegações. Caxias do Sul só voos domésticos das companhias Gol, Azul e Trip. Pelotas só voos particulares, fretados por executivos ou agências de turismo. E, em caso de problemas, Passo Fundo para voos fretados, Florianópolis para linhas domésticas e voos particulares e Curitiba para voos internacionais e domésticos.

Affonso Ritter



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho, aeroportos brasileiros, Aviação, COPA 2014

Tags:, , ,

3 respostas

  1. Que vergonha! Que vergonha! A incompetente da Dilma tinha uma oportunidade de OURO para dotar o país de aeroportos modernos, novos aeroportos, aeroportos para os próximos 20 anos, e tudo acabou em puxadinhos e remendos. E tudo atrasado. Boa “gerenta” realmente é essa “presidenta”.

    Curtir

  2. Bem coisa de aeroporto chinfrim, de cidade de 3º mundo. Se tivéssemos um aeroporto realmente “decente”, com grande capacidade de fluxo de passageiros, terminal e pista(s) compativeis com o que desejamos para a cidade em termos de importância e influencia da mesma, não necessitaríamos de ficar dividindo o recebimento de vôos e pagando mico para o mundo inteiro. Imaginem as delegações descendo dos aviões, em escadinhas, na pista da Base aérea de Canoas. Realmente ridículo.

    Curtir

  3. É o famoso Jeitinho Brasileiro (a maior praga deste país) !!!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: