Mensagem enviada: os cartazes usados nas manifestações pelo Brasil

cartazes-manifestacoes

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 19/06/2013



Categorias:Manifestações

Tags:, , ,

42 respostas

  1. o povo ta cansado de ser humilhado por essa politica … presizam ser melhorada as condiçoe , .. e só assim que eles vao se esperta …

    Curtir

  2. Estou tentando colocar os verdadeiros cartazes, e o que realmente esta placas dizem mas não estou conseguindo aqui no Blog, me envie um e-mail para que possa lhe enviar e tu se achar melhor divulgue, ok…Tem placa ate do Senador Pedro Simom…vale a pena…me envie um e-mail…prometo nao divulga-lo..ok, aguardo, obrigado

    Curtir

  3. No video do Pele tem 587.176 pessoas viram
    Gostei 742 Não gostei 29.660
    Realmente Ele calado e um poeta.

    Curtir

  4. Vamos fazer diferente, vamos expor nosso país sem dentes. Vamos contar o que se passa aqui e dedurar quem cura campo e esquece os hospitais. Sim! Tais como estradas e nosso território. Vamos abrir espaço para um sonho que dividido dá um pouco para cada um de nós. Vamos divulgar a impunidade e desavergonhar as pessoas de qualquer idade que queiram delatar e esbarrar naquele que corrompe.
    Vamos fazer nosso dever de casa! Mas vamos fazer da rua o nosso palco mais real, de brasileiros que mesmo criticados por Jabores escritores e dissabores da imprensa pragmática nos seus interesses mais sombrios, estão na rua pelo outro. Pelo pão preto que já comemos há séculos. Vamos fazer daqui uma nação que grita por sermos um povo bom que deixou seu país solto em acreditar ingenuamente na bondade daqueles que lideraram até aqui. Somos bravos e não fugimos de luta alguma. Convoco o desarme do executivo e o apoio do judiciário numa causa que só precisa fazer valer o legislativo, a nossa Constituição.
    Carlos Henrique R. Fernandes

    Curtir

  5. Pérola do dia: PELÉ DIZ QUE TODO MUNDO DEVE ESQUECER AS MANIFESTAÇÕES E PENSAR NO FUTEBOL

    http://jesusmanero.blog.br/pele-diz-que-todo-mundo-deve-esquecer-as-manifestacoes-e-pensar-no-futebol/

    Curtir

  6. Ninguém comentou sobre o novo cabeçalho do Blog… gostaram?

    Curtir

  7. Reprodução da tabela acima
    Ocupação no setor público…….1995……………2002……………..2010

    Número de vínculos diretos…..5.515.594………6.998.140…….. 9.399.738
    Federal (%)………………………..15,6…………… 11,5……………..10,1
    Estadual (%)……………………….45,3…………….41,5……………..37,3
    Municipal (%)………………………39,1…………….47,0……………..52,6

    Curtir

    • Os dados são surpreendentes, mas eu me pergunto. Como se faz para reduzir o “estado” nos municípios?

      Curtir

      • Pablo, os munícipes estão bem mais próximo do governo municipal do que o estadual e federal, logo é preciso de transparência.
        .
        Houve uma época que um prefeito de Canela teve mais de 200 diárias pagas pelo município por viagens feitas até São Chico.
        .
        Tem um grupo de pessoas interessadas em diminuir a roubalheira nos municípios, que me parece ter transparência no nome, que ensinam como fiscalizar os prefeitos, eles já tem todos os esquemas para conseguir isto, é só procurar na rede. Eles já conhecem todas as mamatas e mostram como fazer uma fiscalização efetiva.

        Curtir

      • Basta ser competente e não ser desonesto….

        Curtir

  8. Essas manifestações são um “saco de gatos”, não tem rumo nem objetivo definido, e enquanto abrigar em seu meio grupos de baderneiros e esquerdoides radicais que acham que a solução é quebrar tudo, eu estou fora.

    Curtir

    • Você está por fora mesmo.

      Os “esquerdoides”, pelo menos os que portam bandeiras de partidos, estão sendo escorraçados na maioria dos protestos.

      Curtir

      • Diogo, os “esquerdóides estão conseguindo em todo o Brasil diminuir a tarifa do transporte público, não tem ninguém pedindo para diminuir impostos para BMW, Mercedes (carros não ônibus) e Ferraris.
        .
        Eu tenho um bom carro e por outros motivos o utilizo para o meu transporte, mas preferia pagar o preço da gasolina mais caro para que esta subsidiasse o transporte público.

        Curtir

    • E daí que não tem direção?

      Curtir

  9. Este é o reflexo de um país que não respeita os cidadãos, em que o processo democrático é maquiagem de terceira categoria, em que se procura usar os impostos dos cidadãos para que o ente privado se enriqueça explorando o povo brasileiro.

    Há mais de 25 anos os cidadãos ficaram a assistir o que esse bando de políticos fizeram neste país, aliás, a corrupção tomou proporções imagináveis, em que a impunidade é a bandeira dos Agentes Públicos que comandam municípios e Estados e o país.

    Basta, muito embora haja violência de parte da população (minoria) devemos seguir as lutas, mesmo sabendo que muitos partidos buscarão espaços para criticar ainda mais o Governo, alegando que o que está aí não atende aos interesses da sociedade, mas deve ficar claro que esses partidos a partir de agora também não nos representam mais.

    Certamente, o próximo pleito eleitoral esses movimentos irão demonstrar nas urnas as novas regras que o povo brasileiro deseja.

    A quem aposte que o movimento irá parar, enganam-se, para se livrar do povo brasileiro deverão mudar os rumos deste país, caso contrário, irão pagar caro por esta aposta.

    Curtir

    • Que nada, os impstos sao desperdicados com salarios e aposentadorias de FUNCIONARIOS PUBLICO. Diminua o tamanho do governo, numero de funcionarios, estatais e resolve-se os problemas, sobraria mais para servicos como seguranca, saude e educacao.

      Curtir

      • (2)

        Menos Estado e mais qualidade.

        Curtir

        • Diogo, menos estado quer dizer mais apropriação do dinheiro público por grandes grupos privados.
          .
          Vide todos os casos de corrupção que estão sendo levantados, superfaturamento de 100% em obras públicas devido a construções de obras que firmas de mesmos donos fizeram os projetos.
          ,
          Isto sim está comprovado.
          .

          Curtir

      • Discordo totalmente… a culpa não é do funcionalismo público e, sim, dos políticos que enchem os orgãos e empresas públicas de Cargo Comissionados. A maioria destes indicados políticos entram com más intenções, defendendo interesses particulares e causando desorganização na administração pública de forma proposital para facilitar a atos ilícitos.

        Curtir

      • Acho ridículo querer culpar o funcionalismo público pelos problemas do país. Trabalhei mais de 10 anos no setor privado e agora estou no setor público há pouco tempo.

        A ampla maioria dos concursados estudaram muito para conseguir uma vaga de emprego no setor estatal. Tiveram que estudar Constituição Federal, direito administrativo e uma infinidade de leis… coisa que nenhum político precisa para se candidatar, por exemplo, para deputado federal.

        Se o setor público é ineficiente, a culpa é em grande parte dos políticos que preenchem os cargos de gestão, em sua maioria, com indicados políticos.

        Estes indicados políticos é que estão corroendo a administração pública!!!

        Curtir

      • Estas afirmações não resistem a dados concretos, o número de funcionários públicos no Brasil não atingem 6% da população (dados de estudo do IPEA), enquanto em outroa países estes valores atingem bem mais altos, por exemplo em 2010 os Estados Unidos, país que se diz livre do ranço estatal, tinha em relação a população 74% A MAIS DE FUNCIONÁRIOS PÚBLICO DO QUE O BRASIL, nem vou falar dos países Europeus, onde em alguns países o número de funcionários é o DOBRO que no Brasil.
        .
        Há outro mito, que a máquina pública está inchando, pois vou colocar uma tabela de valores históricos percentual de funcionários públicos em relação as unidades da Federação.
        Ocupação no setor público………….1995………………2002……………..2010
        Número de vínculos diretos…..5.515.594………6.998.140…….. 9.399.738
        Federal (%)………………………………..15,6……………… 11,5……………..10,1
        Estadual (%)……………………………….45,3……………….41,5……………..37,3
        Municipal (%)………………………………39,1……………….47,0……………..52,6
        Na tabela se vê claramente que tanto a União como os Estados vem caindo o número de funcionários com o tempo, as prefeituras que eram 39,1% do total dos funcionários passou a 52,6%, mas isto não indica que está havendo um aumento nestas, simplesmente indica que parte dos serviços que eram feitos pela União e Estados está sendo assumido pelas prefeituras.
        .
        Há um estudo detalhado sobre isto feito pelo IPEA
        http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/comunicado/110908_comunicadoipea110.pdf
        e neste estudo se vê inclusive que o número em relação a população está DECRESCENDO.
        .
        Porém é extremamente simples colocar a culpa nos funcionários, e a inexistência de funcionários é EXTREMAMENTE ATRATIVO PARA EMPRESAS DE CONSULTORIA E PROJETOS QUE VINCULADAS A EMPRESAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ASSUMEM TAREFAS DE ESTADO PERMITINDO ATRAVÉS DISTO O SUPERFATURAMENTO DE OBRAS E SERVIÇOS.

        Curtir

      • Vamos a outro dados interessantes, o número de funcionários públicos federais CONCURSADOS em 1991, havia 991.996 servidores na administração pública brasileira (civis e militares) e 46.196 aposentados –2,2% a mais do que em 2010, quando havia 970.605 servidores e 36.600 aposentados.
        .
        Ou seja, se o estado melhorasse com a diminuição de funcionários públicos, o serviço público federal estaria uma beleza, pois enquanto a população aumentou, o número de funcionários ativos (e por incrível que pareça) os inativos DIMINUIU.
        .
        Toda esta balela de Estado Mínimo é para que o ESTADO NÃO TENHA CONDIÇÕES DE FAZER PROJETOS E ORÇAMENTOS E FISCALIZAR.
        .
        EU DESAFIO QUALQUER UM QUE MOSTRE POR SÉRIES HISTÓRICAS OU POR COMPARAÇÃO A OUTROS PAÍSES QUE O NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS ESTÁ INCHADO OU É MAIOR DO QUE OUTROS PAÍSES.
        .
        APRESENTEM OS DADOS OU VÃO PROCURAR OUTROS CULPADOS.

        Curtir

      • Sou funcionário público e concordo em parte. A amplitude salarial no funcionalismo público é enorme, algo do tipo 700-27000. Os que ganham mais ainda tem uma série de benefícios que não contam como salário, como vale-alimentação, auxílio-moradia, processos judiciais que retroagem por anos, o que não raro resulta em uma bolada no contracheque a cada ano.

        Acho que precisamos de uma folha de pagamento mais européia, no sentido de que o cargo pior remunerado, menos intelectual, recebe um salário digno, ao passo em que o mais bem remunerado não recebe nada exorbitante. Digamos, uma amplitude salarial do tipo 1500,00-10000,00. Sem verbas ocultas.

        Eu acho que com isso, a meritocracia não ficaria abalada, pois com uma compressão dessa faixa salarial, os espaços públicos ficariam mais qualificados em detrimento dos privados, bem como progressos em infraestrutura.

        Acho que o privado também precisa ser melhor fiscalizado e tributado. Devem ser criadas mais faixas de contribuição além dos 27,5%. O brasileiro não está acostumado a pensar num espaço público compartilhado. Ficamos babando com a abordagem de bem-estar social da Europa, mas quando é hora de mudarmos algo por aqui, ficamos no “veja bem”.

        No mundo privado, é preciso lutar pelas reduções de jornadas, férias com maiores possibilidades de fracionamento, licença-maternidade decente e sem ameaças. A meritocracia precisa ser recompensada de forma mais logarítmica e menos exponencial… e isso vale tanto no público quanto no privado.

        Curtir

      • Se soubesse oq ue fala saberia que o que mata o governo é o pagamento da dívida.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: