Imagens do Trend City Center

As fotos são dos últimos dias e mostram mais de perto os prédios que estão entre os mais interesssantes do gênero em Porto Alegre.

São de 2 autores diferentes.



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Fotografia, Prédios

Tags:, , ,

26 respostas

  1. Esse é Trend da Carlos Gomes, em fase de acabamento….

    Curtir

  2. shopping praia de belas está ficando rodeado de caixas de vidro. Arquitetura pobre.

    Curtir

    • As mais belas cidades do mundo estão cheias de “caixas de vidro”: Frankfurt, NYC, Londres, Berlim, Chicago… A não ser que tu seja fã das caixas de concreto rodeadas de espelhos d’água do Niemeyer.

      Curtir

    • E o consumo de energia para manter ‘habitável’ essas caixas de vidro no nosso verão… óóóó vai pro infinito.

      Curtir

  3. Não sou de Porto Alegre e sei como vocês daí são críticos. Mas o pouco que conheço da cidade, foi suficiente para chegar a conclusão de que POA é o mais perto de primeiro mundo que alguma cidade brasileira já chegou. Não estou sendo irônico, tampouco, exagerando. Sei que há problemas. Mas de todas as cidades que já conheci, analisando “o conjunto”, vejo que POA tem todo o potencial para ser uma referencia na América Latina. Creio que só haverá melhoria na cidade após um ponto fundamental e mais importante mudar: a relação cidadão-cidade. Me parece que a população porto alegrense relaxou, e decidiu não ser importante cuidar de sua cidade, da aparência das coisas e etc. Muda-se a cultura e o hábito, e todo o restante muda como consequência.

    Olha esses prédios! Maravilhosos! Parabéns!

    Curtir

    • O principal problema da cidade é o caos do centro, um problema aparentemente insolucionável.

      Curtir

      • Dentre tantas outras questões, não estou certo de que o centro em si seja o principal problema.

        De qualquer forma, creio que uma vez resolvida a questão dos meios de transporte da capital, com linhas subterrâneas e até mesmo de superfície bem planejadas, deixando o centro de ser uma rodoviária a céu aberto e com tantos terminais espalhados, devolvendo o caráter de bairro propriamente dito, sua recuperação e revitalização seria gradativa e natural. Haveria uma troca de público frequentador, bem como de procura para sua ocupação.

        Infelizmente não visualizo isto se concretizando nas próximas décadas, mas acredito que seja este o caminho.

        Curtir

  4. embora não me simpatizar muito pelos jerivás, eu ainda prefiro eles do que a Archontophoenix cunninghamiana conhecida como palmeira real australiana que assim como eucalipto, virou uma praga

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: