Conduto Álvaro Chaves-Goethe muda a vida da cidade

 

A inauguração do Conduto Álvaro Chaves-Goethe, que completou um ano nesta quarta-feira, foi um marco para a comunidade da região. Moradores e comerciantes comemoraram junto o fim dos alagamentos, motivo de grande preocupação nos dias de chuva, e o término das obras, com o retorno à normalidade nas ruas, sem escavadeiras, operários e buracos abertos.
Zero Hora

________________________________

Esse blog não faz apenas criticar a admistração atual: o que é bom, tem que ser reconhecido.

Parabéns pela construção do conduto.  Dizem que obras embaixo da terra não rendem votos – e por isso prefeitos anteriores só ficavam no blá-blá-blá, mas nunca fizerem nada.

Ricardo Haberland



Categorias:Uncategorized

Tags:, ,

4 respostas

  1. Abaixo, veja o que fala o DMAE:

    Matéria da ZH de hoje
    “Os moradores de casas e apartamentos térreos da Rua Xavier Ferreira, no bairro Auxiliadora, em Porto Alegre, foram novamente supreendidos na quarta-feira ao perceber o esgoto invadindo suas residências. Um problema em uma tubulação provocou o alagamento de pátios e o interior de algumas casas da região.

    Assustados, muitos moradores entraram em contato como Departamento de Esgotos Pluviais (DEP), acreditando que o problema estaria ligado às obras do conduto Álvaro-Chaves, encerradas em 2008. Foram pelo menos 12 reclamações, entre elas, a do morador Juliano Fonseca, que teve a residência tomada pela água fétida.

    — O esgoto cloacal verte do chão. Há três dias eu não durmo no apartamento. Meu assoalho está podre e meu prédio já teve um prejuízo de R$ 7 mil. A minha vizinha tem fezes dentro do apartamento dela — afirmou o professor.

    Fonseca afirma que há tantas moscas em seu apartamento que ele juntou as mortas em um saco de lixo. Além disso, ele relata a presença de ratos no apartamento.

    _____________________________________

    CONTRAPONTO:

    Segundo Sérgio Zimmermann, diretor da divisão de Obras e Projeto do DEP, o que ocorreu no local foi a sobrecarga de um coletor — que recolhe o esgoto em terrenos particulares — que é antigo e está sobrecarregado.

    Conforme ele, a estrutura é do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). Uma reunião foi realizada ontem à tarde entre engenheiros do DEP e do DMAE para decidir que medida será tomada no local. A decisão será anunciada hoje”

    Curtir

  2. Faz 4 dias que não consigo entrar na minha casa pois foi tomada de esgoto cloacal. EXISTE FALHAS NA OBRA DO CONDUTO ALVARO CHAVES.
    Perdi todo piso do meu apartamento, todas madeiras estavam podres devido a enchente anterior e agora o esgoto está vertendo do solo. O prédio já gastou 7 mil reais com desentupidoras para limpar os dejetos que vão parar lá no meu prédio.

    Não temos dinheiro para pagar tudo isso e eu não consigo entrar na minha casa. No desepero, pagamos com cheque pré-datado para a desentupidora levar o esgoto cloacal que parou no meu apartamento.

    Perdi todos alimentos e toalhas da casa por um ataque de moscas varejeiras. Retirei mais de uma sacola de supermercado lotada de moscas mortas. Os ratos transitam livremente pelo pátio e pelo corredor. O cheiro é insuportável, há chance de contrair lepitosprose e hepatite, as fezes são visíveis.

    O DMAE disse que o DEP precisa resolver e o DEP diz que precisa do DMAE.

    Prefeito, por favor, ajam de forma imediata. Gostaria que os responsáveis pela obra tivessem ação imediata, gostaria de ver técnicos abrindo bueiros, engenheiros preocupados, funcionários trabalhando. Da mesma forma que foi dias antes do senhor inaugurar, pois foi o dia que mais movimentação teve. Por isso acho que a sua palavra pode fazer com que os seus colegas não deixassem eu perder o resto do meu apartamento.

    Em nenhum momento eu recebi ajuda da prefeitura. Sou professor, trabalho o dia todo, pago meus impostos e não consigo dormir na minha casa.

    Gostaria que o senhor fosse pessoalmente na minha casa, eu faço questão, pois afinal quando falamos em conduto lembramos da prefeitura. Podemos agendar uma reunião para que os senhores possam nos passar informações referentes ao conserto?

    Podemos agendar um dia em seu gabinete.

    Sr. José Fogaça, tenho 29 anos e estou lutando para construir minha vida e exercer minha cidadania. Solicito ajuda imediata na resolução do problema.

    Juliano
    99460820

    Curtir

  3. Sou morador da Rua Xavier Ferreira. Meu prédio é construído bem nas imediações da magnífica obra do Conduto Álvaro Chaves.

    Senhores, já lhes aconteceu de chegar em sua residência após um dia cansativo de trabalho e ao entrar em seu lar se deparar com mais de mil moscas varejeiras?

    Moscas de esgoto, fazendo barulho ensurdecedor com suas asas aflitas tentando achar uma saída dentro de um apartamento trancado por motivos de segurança.

    O cheiro na qual sinto é difícil de descrever tal qual a sensação que é ver seu travesseiro, lençol limpo (até o momento) e seu box do chuveiro repleto de moscas de esgoto.

    Não é a primeira vez que isso acontece nesse prédio, desde a obra do conduto, presenciamos desvio do esgoto para nosso terreno. Já tivemos gastos altíssimos com desentupidora em função do problema que não é do prédio. A última vez que chamamos foi cobrada de 10 moradores a quantia de cinco mil reais. Ao verificar a quantidade de sujeira o técnico disse que seria impossível ser tudo do prédio.

    Técnicos da Prefeitura já realizaram diversos testes com corantes para identificar a direção dos esgotos e constataram que isso tudo vem de fora.

    Hoje completa uma semana que não consigo entrar em meu apartamento.

    As moscas são repugnantes, não são uma ou duas varejeiras, me refiro a uma parede lotada de moscas, mais de mil.

    Tenho duas sacolas plásticas de supermercados cheias de moscas mortas que juntei na última tentativa de pegar uma troca de roupa limpa e fugir de minha casa.

    Não estamos falando de um bairro qualquer, é o bairro Auxiliadora. Considero um local de classe média alta, onde o custo de vida não é barato.

    Moro na rua de trás do Zaffari da Cel. Bordini.

    O apartamento da minha vizinha constantemente é inundado por fezes, as paredes de nossos dormitórios são úmidas de esgoto.

    Tenho vontade de chorar cada vez que entro em meu apê.

    Senhores autoridades, que me representam como cidadão: – por favor, consertem o problema da obra Conduto Álvaro Chaves.

    Não é algo para demorar! Considerem como um incêndio onde os bombeiros necessitam vir o mais rápido possível.

    Eu estou falando de quilos de fezes, milhares de moscas e um odor insuportável.

    Saio de casa as 07h30min da manhã, retorno às 20h, às 20h15min já deu tempo de eu chorar, pegar uma muda de roupa e ir para casa de um parente esperar a solução.

    Fico muito triste, pois no site do DEP só é citado o sucesso que foi essa obra e realmente vocês não estão dando atenção diversos moradores que estão sendo prejudicados, tendo seus lares deteriorados, destruídos, que ficam submetidos a contrair doenças infecciosas tudo fruto do grande problema de distribuição que não foi terminado na Rua Xavier Ferreira.

    Solicito ao senhor prefeito, ao responsável pela obra, á autoridade que cabe essa obrigação de ir até o local e ver com seus próprios olhos, sentir o odor com suas próprias narinas.

    Meu objetivo é resolver esse problema que para vocês é muito simples, pois depois de terem construído toda essa estrutura faraônica, isso deve ser café pequeno.

    Aguardo contato.

    Urgente.

    Juliano
    juliano135@yahoo.com.br

    Curtir

  4. É verdade… Os amigos que moram nas redondezas do conduto também são só elogios ao fim dos alagamentos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: