Túnel na Anita está em análise

ANTES

 DEPOIS

Com o objetivo de verificar os impactos ambiental e comercial que da obra de construção de um túnel na Anita Garibaldi, em Porto Alegre, vereadores que compõem a Comissão de Urbanização, Transporte e Habitação (Cuthab) da Câmara Municipal farão hoje uma visita ao local. A obra visa melhorar o tráfego de veículos na região, mas moradores dos bairros Mont”Serrat, Boa Vista e Bela Vista são contrários à construção. De acordo com a moradora Cristina Strubinsky, a obra não irá resolver o problema do trânsito na região. “Será um gasto em vão para a abertura de um buraco de mais de 800 metros e que vai estragar a praça Japão e ruas que possuem mais de cem anos de existência”, declarou.

A visita ocorre na Anita, perto do número 1515, às 11h30min. O encontro contará com representantes da Smam, da Smic e da EPTC, além do Movimento dos Comerciários da rua.

Correio do Povo



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:

114 respostas

  1. Pergunto a todos, por que a cidade e o Estado do Rio Grande do Sul evoluiu tanto desde o início do século XX até o meio deste (1950) e após isto ficamos somente um estado de vive de seu passado sem saber exatamente qual foi seu passado?

    Talvez a chave de todo estado atual de coisas tenha por origem isto.

    Curtir

  2. ANTES DE APOIAREM O PROJETO DA OBRA…SE INFORMEM ANTES…..

    Muitos estão acreditando que o transito irá melhorar…é mentira!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Depois de pronta não terá como retira-la de lá!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  3. Sou porto-alegrense, mas infelizmente tenho que constatar e desabafar: o nosso povo é o mais chato da face da terra. Observem que o porto-alegrense sempre que colocar tudo em debate, o que deveria ser bom, mas não o é pelo simples fato que esse mesmo povo c.a.g.a. para as grandes questões e problemas da cidade (veja a votação popular do pontal que foi bem minguada na quantidade de participantes), mas quando atinge o seu próprio umbigo ou mexe no próprio bolso, aí ele vira o povo mais politizado e democrático do mundo e tenta usar a palavra para obstruir as coisas e, não, para construir (e nem falo no sentido literal desta palavra) uma tentativa de um futuro melhor. Agem como se quisessem voltar à Grécia antiga, onde tudo era decidido por todos do povo diante do Parthenon, mas esquece que estamos numa metrópole onde não é possível decidir tudo olhando apenas para o próprio umbigo e o próprio bolso. Está aí a única situação em que os políticos são melhores que o povo, pois prefiro eles administrando ainda que mal a cidade do que essas pseudo-associações de bairro, que estão mais interessadas em defender o “eu” (anseios particulares que nem sempre refletem o melhor para a cidade), do que o “nós” (cidade).

    Curtir

  4. Se o movimento contra o túnel for vitorioso, como a não derrubada das árvores é tão importante para manter o micro-clima (como alegado pelos mesmos), sugiro que levando adiante o espírito conservacionista e ecologista dos moradores da zona, que se mude o Plano Diretor da cidade de tal forma que inviabiliza a construção de edifícios sobre os belos jardins que restam na região. Ou seja se a população em geral tem que dar a sua cota de sacrifício para manter as árvores, micro-clima e a ecologia, por que os principais beneficiários não dão a sua cota de sacrifício?

    Curtir

  5. A Carlos Gomes era linda, mesmo, com casarões e árvores. Conheci ela assim. Porém os moradores da Carlos Gomes podem reclamar de tudo, MENOS que lhes roubaram o diraito adquirido e seu sossego, já que todos sabem que há 40 anos já se sabia que havia planos coretos de alargá-la e fazer uma grande artéria nela. O PT apenas executou o que várias prefeitos nunca executaram dos planos para aquela áreaa.

    Curtir

    • Corretissimo, agora é importante ressaltar que pouquisimas casas na Carlos Gomes precisariam ser demolidas e vendidas para os grandes prédios, pois já existia o recuo viário previsto nela.
      O pessoal abriu mão da beleza de seus jardins, do microclima agradável, da contribuição a natureza por $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      Curtir

  6. Até a ilustração que vocês botaram está errada. As pinças (pistas ao lado do túnel propriamente dito) terão ambas o sentido de entrar na Carlos Gomes. Procurem se informar melhor acerca da realidade da região e da total pertinência das reclamações dos moradores. Além de danos ambientais, de não trazer qualquer melhora para o trânsito, e outras questões, é uma obra irresponsável que põe em risco a vida de milhares de pessoas, pois não foi feito qualquer estudo técnico acerca dos eventuais danos que um buraco de oito metros naquela rua estreita pode causar na estrutura dos prédios, que estão praticamente colados ao leito da rua.

    Curtir

  7. Com a obra, não será possível realizar conversão a esquerda na Carlos Gomes e os carros no sentido aeroporto serão somados aos que seguem em frente pela Anita em apenas duas pistas. Logo, as retenções irão permanecer ou até aumentar, pois todo esse fluxo irá se direcionar para a rua Engenheiro Alfredo Correa Daudt, rua residencial e estreita de mão dupla separada por um canteiro, que hoje já tem um intenso movimento de veículos que com o projeto será intensificado. Já a Alameda Raimundo Correa se tornará mão única levando o trânsito da Nilo Peçanha para a Anita Garibaldi. Aumentando ainda mais o fluxo para a rua Correa Daudt.

    Querem diminuir sinaleiras na perimetral… mas apenas no cruzamento da Anita…
    Novas sinaleiras estão sendo instaladas na Perimetral…
    Não dá para entender a incoerência de idéias!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  8. Só que essa foto é na Cristóvão…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: