Aprovada permissão para uso de telhado verde em Porto Alegre

Edifícios poderão cobrir telhado com vegetação.  Foto: Divulgação/Blog 2020 Sustentável

Edifícios poderão cobrir telhado com vegetação. Foto: Divulgação/Blog 2020 Sustentável

A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou na sessão da quinta-feira, dia 19/12, projeto de lei que altera o Código de Edificações da cidade (lei complementar 284/92), permitindo o uso de telhado verde sobre lajes e demais coberturas do último pavimento de prédios. Conforme o projeto, de autoria do vereador Marcelo Sgarbossa (PT), o telhado verde deverá ter vegetação natural extensiva e não configurará pavimento utilizável, reservada a área para circulação de acesso ao equipamento técnico.

“Entre as principais vantagens desse tipo de telhado estão: compensar parcialmente a área impermeável que foi ocupada no térreo da edificação; facilitar a drenagem; fornecer isolamento térmico e acústico; produzir um diferencial estético e ambiental na edificação; e ser um atrativo em potencial para pontos comerciais e turísticos. Trata-se, portanto, de uma alternativa sustentável e viável a ser instalada sobre lajes e telhados tradicionais”, diz Sgarbossa.

Segundo o autor do projeto, essa tendência está em grande crescimento em todo o mundo. “Com ajuda de lei que permite abatimentos em impostos, cidades como Nova Iorque e Chicago mais que dobraram a superfície verde de seus prédios, resultando em uma cobertura verde que soma 87,7 mil metros quadrados, ou 10% da área construída da cidade de Nova Iorque. Essa atitude está por toda Europa e chega agora ao Brasil”, garante o vereador.

Texto e edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

Câmara Municipal



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Prédios, Sustentabilidade

Tags:, , , , ,

5 respostas

  1. O vereador pecou em dizer que telhados e terraços verdes “facilitam a drenagem”, pois eles fazem exatamente o oposto, reduzem a velocidade de escoamento, ou seja, a drenagem; no entendo é justamente isso que busca-se em termos de compensação da impermeabilização do solo.

    Curtir

  2. Acho que não tinha regulamentação e ele resolveu fazer, mas não que fosse proibido antes. Dava pra acrescentar também que mais áreas verdes diminuem o calor das ruas (justamente o que tá todo mundo reclamando em Porto Alegre).

    Curtir

  3. Tomara que isso se prolifere….

    Curtir

  4. Quer dizer que até agora não era permitido ou não era regulamentado?

    Pois a Gerdau ja tem telhado verde a um bom tempo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: