Fifa consulta Arena do Grêmio sobre receber jogos da Copa

Diretor da OAS revelou que houve conversa informal para substituir Arena da Baixada caso não fique pronta

Diretor da OAS revelou que houve conversa informal para substituir Arena da Baixada caso não fique pronta.  Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / CP Memória

Diretor da OAS revelou que houve conversa informal para substituir Arena da Baixada caso não fique pronta. Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / CP Memória

A Fifa fez uma consulta na semana passada à OAS Arenas, que administra a Arena do Grêmio, sobre a possibilidade de o estádio receber jogos da Copa do Mundo. O local ficaria de reserva da Arena da Baixada, em Curitiba, que passa pelo risco de não ficar pronta para o evento. Quem fez a revelação foi Carlos Eduardo Paes Barreto, diretor-superintendente da OAS Arenas, em conversas com jornalistas na véspera do primeiro evento-teste da Arena das Dunas, em Natal.

Segundo Paes Barreto, no entanto, é muito difícil que isso aconteça por questões logísticas, sendo a saída mais simples para substituir Curitiba espalhar as quatros partidas previstas para o estádio do Atlético-PR pelas outras sedes (são outras 11 no total).

“Realmente a Fifa nos procurou para uma consulta, coisa informal, porque temos um bom relacionamento. Porém, acho que é uma opção bem remota. O estádio está pronto para isso, mas a logística toda seria complicada agora”, relatou o diretor da OAS.

Os atrasos nas obras da Arena da Baixada têm sido alvo de preocupação da Fifa. O estádio é um dos que não cumpriram o prazo determinado pela entidade que comanda o futebol mundial para serem entregues (dezembro de 2013). O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, deu um últimato aos responsávelis no último dia 21. O cartola afirmou que se não houver avanços até 18 de fevereiro, data em que está prevista nova visita ao local, a cidade poderá ser eliminada do torneio.

O temor com a situação da sede é generalizado. Em entrevista recente, Mario Celso Cunha, secretário estadual da Copa em Curitiba, admitiu: “Do jeito que está, a Arena da Baixada não fica pronta a tempo da Copa do Mundo.

A Arena do Grêmio, por sua vez, foi inaugurada em dezembro de 2012 com um amistoso entre Grêmio e Hamburgo (ALE). Porto Alegre já será sede da Copa com o Beira-Rio, cujas obras estão na reta final. Para o estádio do Inter estão previstos cinco jogos, um deles pelas oitavas de final. A tabela do Mundial prevê que a Arena da Baixada receba os seguintes confrontos: Irã x Nigéria (16 de junho, às 16h), Honduras x Equador (20 de junho, às 19h), Austrália x Espanha (23 de junho, às 13h) e Argélia x Rússia (26 de junho, às 17h).

Correio do Povo



Categorias:Arena do Grêmio, COPA 2014

Tags:, , , ,

28 respostas

  1. Pessoal, para saberem as datas e horários de todos os jogos da copa, separados por sede, visitem o site http://www.calendario.com.br .
    Há os calendários de todas as cidades brasileiras, incluindo as 12 sedes. Vale a pena conferir.

    Curtir

  2. Observações:
    1- se a copa do mundo fosse disputada somente no RS, não haveria superfaturamento nos estádios, por uma razão: Beira Rio e Arena são particulares, não tem porque superfaturar uma obra particular, ao contrário do Maracanã e Mineirão que são municipais e há desvio de dinheiro e indigna o povo.

    2- Os manifestos contra copa nesse momento devem servir pra mostrar que o povo está atento, porém o cancelamento da copa nesse exato momento seria um desastre financeiro completo, (agora deixa estar).

    3- Independente da copa, acho que Porto alegre deveria investir em turismo pro ano todo, a cidade tem potencial pra isso, gera emprego e riqueza e faz bem pra auto estima do Porto Alegrense.

    4- Já citei algumas ideias para o turismo pra Poa, e vou repeti-las:

    a) Uma roda gigante ao estilo a de Londres na beira do Guaíba entre o Barra e o museu.
    b) Construção de parques ao estilo Tanguá de Curitiba.
    c) Letreiros gigantes ao estilo Hollyhood, no morro da polícia, escrito PORTO ALEGRE, esse morro tem uma vista fantástico da cidade e poucos conhecem.
    d) Restaurar partes históricas da cidade.

    Curtir

    • Muitas cidades mundo a fora fabricaram pontos turísticos e se deram bem, concordo com tua colocação. Para fazer sucesso, no entanto, é mais fácil se houver uma combinação de pontos turísticos + infra-estrutura + cultura. Já temos todos, mas falta a auto-confiança. Já viajei para lugar bem menos estruturado que PoA e adorei, pois havia um orgulho local, uma vontade de mostrarem o que é seu. Tem muita cidadezinha em que tu encontra gente falando outra língua (normalmente o inglês, o que já ajuda bastante) e fazendo todo um esforço para tratar o turista bem e mostrar para os visitantes o que têm de bom. O gaúcho parece que é orgulhoso mas é também fechado em si mesmo, parece que não quer dividir sua terra com ninguém.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: