Fonte da discórdia

Fonte Talavera ganhou nova cor e formato após restauração realizada por arquitetos de empresa espanhola

Danificada em 2005, reconstruída e devolvida à população três anos depois, a Fonte Talavera – monumento doado pela colônia espanhola a Porto Alegre, por ocasião do centenário da Revolução Farroupilha, em 1935 – está no centro de uma polêmica cultural e política. Isso porque o chafariz foi restaurado com formato e cor bastante diversos do original.

Afonte, localizada na Praça Montevidéu e de criação do artista espanhol Juan de Luna, foi danificada em julho de 2005, durante um protesto de carroceiros. Um dos manifestantes subiu no monumento e caiu, arrebentando partes do chafariz. O prefeito José Fogaça determinou que o monumento fosse restaurado pela mesma empresa que criou a fonte original, em Talavera de La Reina, cidade da Espanha. O custo foi de R$ 90 mil.

Foram dois anos de tentativas, já que a bacia maior (a copa superior da estrutura) foi feita e refeita mais de 10 vezes. Quando ela saía do forno de cocção, acabava se partindo. Esse seria o motivo pelo qual o formato original foi modificado: garantir sustentação, sem novas quebras. Antes, a bacia do topo tinha formato semelhante ao de uma taça de champanhe, e agora está com forma de cálice de vinho, mais alongada.

A explicação não satisfaz a ex-vereadora Margarete Moraes (PT), que foi secretária municipal de Cultura por dois períodos, entre 1995 e 2002. Ela diz que “levou um choque” ao passar em frente à fonte, já que tinha patrocinado reforma semelhante em 2000, quando atuava na secretaria. Tornou público o seu descontentamento em seu boletim de prestação de contas.

– No nosso governo, respeitamos os moldes de 1935. Agora a fonte virou um simulacro do original. É um outro monumento, caso para ser investigado pelo Ministério Público – justifica.

O Ministério Público já abriu uma investigação a respeito, e a coordenadora de Memória da Secretaria Municipal de Cultura, Miriam Avruch, foi chamada a se explicar. Ela repetiu a Zero Hora a resposta dada aos promotores:

– Os arquitetos espanhóis tentaram refazer a cerâmica diversas vezes, sempre quebrava. Aí nos consultaram se poderiam fazer num formato mais adelgado. Aceitamos, pois tínhamos de devolver o monumento à população.

Miriam acredita que a faixa azul na base da cuba, existente agora e que não era perceptível até 2005, sempre esteve ali. Ela supõe que a pintura estava desbotada e garante que a restauração foi feita com base em documentos da época em que a fonte foi construída.

> Logo após o dano, os cacos de cerâmica foram recolhidos e guardados. A Secretaria Municipal da Cultura iniciou, então, pesquisa sobre a composição da fonte

HUMBERTO TREZZI, Zero Hora, 12/01/2009

___________________

Após 4 meses de alertada pelo Porto Imagem, a grande imprensa se dá conta que a Fonte Talavera tem um problema. Motivo de matéria nos dias 08 e 11 de setembro de 2008, o Porto Imagem já alertava para este equívovo na restauração de um símbolo de Porto Alegre, a Fonte Talavera de La Reina. Com imagens de antes e depois da “restauração” feitas por Gilberto Simon, do Porto Imagem,  a matéria foi amplamente visitada no Blog e serviu de sugestão para matéria no Jornal da Capital.

Veja ma matéria do Blog Porto Imagem do dia 11/09/2008:

Imprensa ignora falha na restauração da Fonte Talavera !
Não estou conseguindo entender a total ausência de matérias sobre a falha na restauração da Fonte Talavera de La Reina, em frente à Prefeitura, na Praça Montevidéu.
 

Como que numa ordem superior, a Fonte deixou de ter certos traços, e passou a ter outros. Creio que ela ficou pior do que se tivesse sido falsificada no Paraguai !

Isso que eu chamo de um trabalho mal feito. Até que me expliquem o que aconteceu, e que a explicação seja no mínimo razoável. Não sei se existe explicação para isso.

ORIGINAL

Fonte original, antes de quebrar. Foto © Gilberto Simon - Porto Imagem

Fonte original, antes de quebrar. Foto © Gilberto Simon - Porto Imagem

 

 

 FALSIFICADA (OPS, QUER DIZER, RESTAURADA)

© Gilberto Simon - Porto Imagem

A Fonte após "restauração". Foto: © Gilberto Simon - Porto Imagem

 

Link para a matéria original no antigo Blog Porto Imagem:

http://portoimagem.zip.net/arch2008-09-01_2008-09-15.html#2008_09-12_02_15_06-3542604-0

 

Outra matéria do Blog Porto Imagem, de 08/09/2008

O que aconteceu com a Fonte Talavera ???

 

ORIGINAL

TALAVERA ORIGINAL
Foto: © Gilberto Simon – Arquivo Porto Imagem (2003)

QUEBRADA

TALAVERA QUEBRADA
Foto: © Gilberto Simon – Arquivo Porto Imagem (2007)

AGORA, APÓS “RESTAURADA”

TALAVERA 2008
Foto: © Gilberto Simon – Porto Imagem

Outra, de agora:

TALAVERA RESTAURADA
Foto: © Gilberto Simon – Porto Imagem

Notam a diferença ? Ela não é tombada ? Poderia ter sido modificada, mesmo que pouco ?

“A restauração deve dirigir-se ao restabelecimento da unidade potencial da obra de arte, sempre que isto seja possível, sem cometer uma falsificação artística ou uma falsificação histórica, e sem apagar as marcas do transcurso da obra de arte através do tempo”. (Cesare Brandi, Teoria da Restauração)

Explicando:
 
As bacias da fonte ficaram mais estreitas, num formato claramente diferente do formato original. Também a parte vertical da fonte, que une as duas bacias e que contem o encanamento está diferente. E sendo uma peça tombada – ela é de 1935 – nao poderiam modificar de jeito nenhum. Creio que foi um erro grave, ou talvez incompetência de quem coordenou a restauração. Não esperava que isso pudesse acontecer pois foi a Artersania Talaverana, da Espanha (a mesma que realizou a restauração anterior desta fonte) que fez a restauração, inclusive a partir de fotos originais dela que eu mesmo mandei para eles, em 2005. Creio que deverá ser revista a restauração.
Esta é uma fonte parecida com a Talavera de La Reina, mas não é ela.
 
Gilberto Simon, 09/09/2008


Categorias:Outros assuntos, Revitalização do centro

Tags:,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: