Grêmio lança Arena rebatendo provocações e projetando crescimento do clube

Daniel Cassol – UOL

Em Porto Alegre

o prefeito de Porto Alegre fez a entrega da licença que permite o início da obra, que deve ficar pronta em 30 meses

A mobilização em Porto Alegre era de final de campeonato. A carreata, de título. O Grêmio reuniu nesta segunda mais de cinco mil pessoas no bairro Humaitá, zona norte da capital, para o lançamento oficial de sua futura Arena, que deve ficar pronta em 30 meses. Provocações entre rivais e projetos de títulos marcaram o evento.
 
“Dói deixar o Olímpico para trás. O sentimento de nostalgia se confunde com a esperança no futuro. O sonho agora é concreto”, disse o presidente do Grêmio, Duda Kroeff. O tom dos discursos foi de resposta aos “adversários” da Arena e de projeção de um Grêmio que recupere a hegemonia no futebol.

No início da tarde, uma carreata saiu do estádio Olímpico e rumou para o local da Arena Grêmio. Mesmo com o feriado no Rio Grande do Sul, o trânsito ficou complicado em Porto Alegre, dado o tamanho da fila de automóveis. Um avião com uma faixa escrita “chiqueiro de aluguel” sobrevoava o Olímpico, numa provocação rival em relação ao fato de que a Arena será da construtora OAS por 20 anos.

No local onde será construída a Arena, uma cerimônia reuniu autoridades locais, dirigentes do Grêmio e mais de cinco mil torcedores. O ex-zagueiro do Grêmio, Hugo de León, se encarregou de levar um pedaço do gramado do Olímpico para a Arena. O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, entregou a Licença de Instalação, que permite o início das obras.

Sonho de concreto

“A Arena dita virtual passará a ser uma realidade”, disse Adalberto Preis, presidente da Grêmio Empreendimentos. Uma resposta aos “adversários” do projeto, segundo o dirigente. “Essa Arena que nossos adversários diziam que era de papel, daqui a pouco ela passará a ser uma Arena de concreto”, completou.

De acordo com a OAS, a Arena ficará pronta em 30 meses, o que significa que o prazo inicial, de dezembro de 2012, não será cumprido. Os primeiros seis meses serão dedicados às fundações do terreno. No pico, a obra deve empregar cerca de dois mil funcionários.

O novo estádio do Grêmio deve ficar concluído em março de 2013, a tempo de sediar a Copa das Confederações e se credenciar como apoio à Copa do Mundo de 2014. “De agora em diante, as máquinas só vão parar quando a Arena estiver concluída em 30 meses”, afirmou o diretor da OAS, Carlos Eduardo Barreto.

O Grêmio só entregará o estádio Olímpico à OAS assim que a Arena estiver concluída. Por 20 anos, será da OAS a gestão da Arena, para recuperar os investimentos de R$ 400 milhões. No evento, as lideranças gremistas procuraram afirmar que a Arena ajudará o Grêmio a crescer como clube e voltar a conquistar títulos.

“Com a construção desse estádio, o Grêmio vai recuperar a hegemonia no futebol gaúcho e brasileiro. Vamos ser de novo o melhor do mundo”, disse Paulo Odone, ex-presidente do Grêmio, em cuja gestão foi assinado o contrato com a OAS.

Fonte: UOL – http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2010/09/20/gremio-lanca-arena-rebatendo-provocacoes-e-projetando-crescimento-do-clube.jhtm



Categorias:Grêmio e Inter

Tags:,

2 respostas

  1. so pode ser colorado para escrever uma besteira desta!tu sabes quanto custa um engresso na europa?

    Curtir

  2. DOIS ESTÁDIOS FIFA ? E DAÍ ? VOCÊS JÁ SABEM O PREÇO DOS INGRESSOS ? OU VOCES ACHAM QUE A “OAS” VAI FAZER ´PAGA UM ENTRA DOIS ? TALVEZ PAGUE US$ 300
    E ENTRA DOIS. FIFA É DÓLAR MEU CHAPA. A CHINELAGEM FICA NO SHOPPING.
    TE FLAGRA MEU. NÃO TE PAPEIA ANTES DA HORA.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: