Concedida licença para ampliação do Aeroporto Salgado Filho

Ampliação da pista é uma das três reformas no aeroporto previstas para a Copa de 2014

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, ganhou nesta terça-feira Licença de Instalação, para realizar melhorias com foco para a realização da Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre. Concedida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), o documento prevê a ampliação do aeroporto.

Para as obras no Salgado Filho está previsto o aumento da pista de pouso, de decolagem e de manobras, incluindo a pavimentação e a macrodrenagem. O documento é válido até setembro de 2015. O secretário extraordinário da Copa 2014 do Estado, Eduardo Antonini, disse que a reforma do Salgado Filho é vital para a realização do Mundial.

A área aeroportuária aumentará 20%, passando de 360 hectares para 432,52 hectares. Dentre as condições e restrições incluídas na Licença de Instalação, estão as relativas à implementação de programas ambientais, à preservação e conservação ambiental, ao uso de óleos lubrificantes e ao manejo de resíduos sólidos provenientes das obras.

A ampliação da pista é uma das três reformas no aeroporto previstas para a Copa de 2014. Além dela, há a ampliação do terminal de passageiros e do pátio de aeronaves e a construção de um novo terminal de cargas. O valor total está estimado em R$ 792 milhões.

ZERO HORA

_________________________

Só faltava não autorizarem as obras…  isto nem deveria ser notícia….

A ampliação da pista, que eu saiba, já está acontecendo. Esta licença veio agora por mera formalidade.



Categorias:aeroportos brasileiros, COPA 2014

Tags:, ,

3 respostas

  1. obrigado Gilberto.

    Curtir

  2. alguem sabe dizer pq nao existem voos regulares para os EUA ainda? que eu saiba, para voo civil nao é preciso mais pista do que já tem

    Curtir

    • Olá Jake. Na verdade até pode haver voos diretos até a Florida por exemplo, como já houveram diversos, para a Disneyworld, em Orlando. Acontece que o avião não pode decolar com capacidade máxima de carga e/ou de passageiros, pois ele necessita muito combustível para decolar em uma pista curta como a do nosso aeroporto. Existindo uma pista mais longa, pelo menos 1km mais longa, este gasto do combustível não é tão extenso ao decolar, permitindo carga muito maior e, desta forma, viabilizando uma linha regular de carga ou de passageiros para destinos mais distantes, como EUA ou Europa. Atualmente é inviável. Por isto que se torna imprescindível esta ampliação, para viabilizar o turismo vindo de locais mais distantes e viabilizar o transporte de cargas entre o RS e os Estados Unidos e Europa, que só não é maior devido ao tamanho da pista.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: