Metrô: Obras iniciam em 2011 ou 2012 afinal ?

Primeiro, o Ministro das Cidades diz que as obras do metrô iniciarão ainda em 2011. Mas hoje, Zero Hora publica entrevista com o Prefeito José Fortunati, em que ele afirma que as obras começarão no segundo semestre de 2012 !!!

O que impede o início em 2011 ?

Quem diz o que realmente vai acontecer ?

Matéria da ZH de hoje:


Para ver a entrevista com o Prefeito, clique aqui.

Matéria de ZH do dia 28 de março:

Link da matéria de ZH:http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=1&contentID=175042&channel=49



Categorias:Metro Linha 2

Tags:,

9 respostas

  1. Essa do aeroporto que o portofan postou é inacreditável.. pq sempre fazem projetos de ocasião ? Se vai construir um terminal novo.. o mínimo que se pode fazer nesse caso, é construí-lo pensando no futuro.. não somente para a copa.. e mesmo com esta, 3 gates a mais é muito pouco.. não dá pra acreditar nessa gente, não dá pra acreditar que esse tipo de gente desqualificada está decidindo coisas tão importantes.. não tem ng que supervisiona isso ??? não existem profissionais racionais para informar que 3 gates é pouco ??? qual é o problema desse país ???

    Curtir

  2. Bem Augusto, Essas pendengas que tu colocou acima:”” Vejam nossas cidades o caos que estão. É muita miséria..nossa! Drogas, lixo pelas ruas, mendigagem, gente desocupada vagabundeando, violência, falta de qualificação total.””

    Sao coisas que podem ser resolvidas razoavelmente rapidas, mas NUMCA serao resolvidas enquanto essa mentalidade piegas, retrograda, pequena e politacamente correta persistir!!

    Drogas: esqueca, o Tarso e’ a favor delas afinal os traficantes contribuem para o PT.
    Lixo : Simples falta de vontade e falta de cidadania, querem que o estado faca tudo!
    Mendigos: Mandam embora empreendimentos bilionarios e nao investem em educacao estao mais preocupados tentando fazer politicagem na sala de aula.

    Violencia: mesma coisa o crime organizado e’ protegido por todos da elite Portoalegrense

    e por ai vai….so’ que nao querem votar em alguem que resolveria esse problema por pura birra ideologica.

    Curtir

  3. Aos poucos, os tais projetos mirabolantes que alardearam quando o Brasil foi escolhido pra Copa e Olimpíadas, vão caindo na real. Pura propaganda eleitoreira do Lula e das prefeituras.
    Tem gente que acredita até em metrô…quando nem sequer uma hidrovia muquirana conseguem fazer.

    Mas se querem saber…a minha grande frustração nem é com os projetos-fantasma, mas com a nossa miséria generalizada e crescente. Vejam nossas cidades o caos que estão. É muita miséria..nossa! Drogas, lixo pelas ruas, mendigagem, gente desocupada vagabundeando, violência, falta de qualificação total.
    Temos MUITAS etapas ainda para transpor (se é que conseguiremos)antes de chegarmos em um nível social razoável.

    Curtir

  4. GILBERTO, o comentário que tu colocastes é bem sensato. Impossível que iniciem ainda este ano e digo mais! A pessoa que teceu o referido comentário foi até mesmo um pouco otimista, pois não acredito que as obras iniciem no ano que vem também. Vão enrolar até a copa e depois irão descartar a obra. Já começaram com essa história de que adotarão um “novo sistema” nas obras, em que as escavações não são profundas e que farão a via exatamente abaixo das avenidas. Pelo que entendi, quebrarão as vias para irem fazendo a linha de metrô e depois recobrirão as vias novamente, ao invés de fazerem as tradicionais escavações de túneis profundos, em que se abre um buraco de um lado e só se “vê as obras” lá na outra ponta do túnel, pois não são vistas por quem passa no nível do solo. Deram um nome chique para apenas abrirem aos poucos uns buracos embaixo das vias e recobrirem os mesmos depois. Isso com certeza barateará as obras e acelerará os prazos, mas gerará interrupções nessas vias, nos trechos em que estiverem ocorrendo as escavações e instalações das estações e vias do metrô, até que se dê o seu recobrimento após a finalizaçãos dos referidos trechos. Se POA já quase fica parada em seu engarrafado trânsito, imagine como ficará quando houver desvisos e interrupções na Farrapos, Benjamin Constant e Assis Brasil devido às escavações superficiais (leia-se, cavar buracos, construir e depois tapá-los com a camada asfáltica das vias). Inadmissível em qualquer lugar do mundo. Nem precisamos sair do país, pois nem mesmo em SP fazem as obras dessa forma. Sem falar na via elevada, do terminal triângulo até a fiergs, para deixar a entrada de poa via zona norte com cara de subúrbio do rio de janeiro. Hoje em dia as cidades destróem viadutos e os evitam ao máximo possível (Rio quer destruir a perimetral e SP o minhocão), já POA vai construir um totalmente desnecessário para o trecho de via elevada só para termos mais pichações, mendicância morando lá e mais criminalidade. Deveriam fazer aquele trecho de maneira subterrânea também, e da maneira correta/tradicional inclusive.

    Por falar em Governo Federal e suas soluções “inovadoras”, aí vai uma BOMBA para todos nós entusiastas da cidade e seguidores deste blog que sempre nos tráz alguma esperança de mudança nessa cidade: até tinha me animado quando a Infraero publicou essa semana a licitação indicando que fará aquela reforma de quase 350 milhões da 1ª fase até a copa, embora tenha estranhado o fato, já que a mesma deveria ocorrer exatamente na área em que já pretende construir um terrível módulo operacional provisório de papelão.

    A grande BOMBA nos ânimos de todos nós é que a referida reforma será medíocre ao extremos. Li os documentos no site deles e observei que o terminal (que atualmente possui 10 – dez – pontes de embarque) passará a ter APENAS 13 (treze) após as DUAS ampliações previstas (a de 350 milhões prevista para ficar pronta em junho de 2013 E a maior prevista para o pós-copa, prevista para ficar pronta em junho de 2015). Ou seja, depois de DUAS reformas milhonárias o Salgado Filho ganhará míseras 3 (TRÊS) novas pontes de embarque para se somarem às 10 já existentes. Acrescentar-se-á ao terminal pouco menos que 20 mil m² para se somar aos 37mil m² já existentes, totalizando 56mil m2 após as DUAS ampliações, a PRÉ-Copa e a Pós-Copa. Fico curioso em saber como que duas ampliações, sendo que a menor delas prevê a aplicação de quase 350 milhões de reais até antes de 2014, conseguirão acrescentar apenas 3 (TRÊS) pontes de embarque e menos de 20 mil m² ao nosso aeroporto. Está lá, para quem quiser ver. Dizem que com essas medidas nosso Salgado Filho estará pronto para atender 10 milhões de pessoas a partir de 2015 e que comportará o movimento previsto para ele até 2018. Além de duvidar de que apenas 20 mil m² e 3 pontes de embarque a mais dêem conta desse movimento, acho incrível como que não pensam a longo prazo, já que inaugurarão um terminal, após duas ampliações, na metade 2015 quando em apenas 2 anos e meio depois (2018) a capacidade do mesmo já estará novamemnte saturada, conforme eles mesmo reconhecem. No exterior se fazem obras para durarem por pelo menos 30 anos.

    Os DETALHES da obra também são magníficos. Irão reformar o terminal 1 e, para dar um jeitinho para que a parte nova não fique com poucas pontes de embarque, arrancarão todas as já existentes e as reaproveitarão dispondo-as em novas disposições ao longo do terminal, em sendo possível reaproveitá-las, conforme está lá escrito. Não acreditei quando li aquilo. Achei que modernizariam o terminal 1, que já têm 10 anos, mas não imaginei que arrancariam as pontes de embarque e, “se der”, as reaproveitarão redistribuindo as mesmas entre a parte atual e a parte nova, que ganhará apenas mais 3 pontes. Achei que elas continuariam onde estão e que ganharíamos pelo menos 10 (DEZ) NOVAS pontes.

    Ah, irão fazer a 1ª etapa (a de 350 milhões – até junho de 2013) na ala leste do terminal 1, na forma de concourse. Já na ala oeste (a segunda ampliação, mais cara, prevista para o pós-copa – junho de 2015), farão um concourse quase em frente ao antigo terminal 2, paralelo à ele, mas deixando espaço para que continue sendo possível estacionar e taxiar em frente ao terminal 2. O concourse ficará no meio do pátio, não interligado ao terminal 1, ao contrário do concourse leste, que terá ligação com o terminal 1. Creio que a ligação do concourse oeste com o terminal 1 deverá ser subterrâneo, já que ao nível do solo inexiste ligações entre eles. A reforma acrescentará mais 6 posições remotas (aquela em que as pessoas pegam um ônibus e vão até o avião, onde sobem a escadinha), bem como a casa de máquinas será colocada onde atualmente estacionam os aviões cargueiros, entre o terminal de cargas atual (teca) e o terminal 2. Pelo que percebi, na redisposição das pontes de embarque não mais existirão aquelas duas mais próximas do teca, onde geralmente param os aviões da aerolíneas argentinas.

    Há um desenho com legendas de onde será cada uma das etapas, mas ainda não há plantas nem renders. Quem quiser conferir é só entrar lá no site de licitações da infraero. Uma decepção só.

    REFORMA MILHONÁRIA DE 350 MILHÕES + REFORMA MAIS MILHONÁRIA AINDA = 3 NOVAS PONTES DE EMBARQUE (ISSO É BRASILLLLLLL!!)

    Curtir

  5. viixii, até retirarem todas as minhocas, formigas, ratos, baratas, cemiterios indiginas entre outras coisas que vão encontrar nesse caminho do metrô, as obras só vão começar em 2045… claro, dando uma graninha pra alguem liberar, se não vamos esperar mais.

    Curtir

  6. As obras começam em 2012, mas o projeto como um todo, o que inclui os atos preparatórios e o planejamento para as obras, começam já em 2011, a partir da escolha dos projetos que serão financiados pelo tal PAC.

    Curtir

  7. Caros Amigos

    Se a definição do metrô fosse feita hoje, não há possibilidades de começar a obra antes da metade de 2012, é necessário o chamado projeto executivo, e muitas pessoas, inclusive o prefeito, estão dizendo bobagens.

    Um projeto executivo é baseado em várias informações básicas que ainda não existem, por exemplo para definir como serão os túneis, no mínimo que se deve ter são sondagens geológicas. Tomando uma distância mínima de 50 metros em cada uma, teremos para 15000m 300 furos de sondagem, que na região rochosa deverão ser feito por sonda rotativa (estou supondo um furo no eixo, porém nas estações certamente precisarão mais do que isto). Deverá ser feito um cadastro de redes, para verificar as interferências entre elas. Com estes dados básicos e outros (levantamento topográfico da área) se começa a fazer o projeto.
    Talvez o que o ministro esteja falando é que até o fim do ano se começa com o projeto a partir dos levantamentos preliminares. Não esqueçam que um projeto para uma obra deste porte pode custar mais do que 5% do valor da obra.

    Curtir

  8. A minha interpretação do discurso dele é a seguinte. Nada vai sair. Não vai haver metrô. Tudo não passou de um movimento em conjunto de 3 prefeituras pra ganhar manchetes, publicidade e dividendos eleitorais.
    As informações desencontradas são indícios consideráveis. Brotam a todo instante informações imprecisas, divagações, lucubrações e hipóteses.
    Ele deixou transparecer que nada de concreto há nesse caso do metrô. Apenas tratativas e desejos unilaterais. Nada daquela história de dinheiro liberado nem projeto confirmado pela União.
    Tudo indica que é mais um conto do joão-sem-braço para que possam se manter na mídia e brilhar aos holofotes usando a credulidade popular.

    Curtir

    • Um comentário de uma pessoa conhecida feito há alguns minutos:

      “Não há polêmica. Dia 12 de junho o governo federal anuncia os projetos selecionados. A partir dai será formatado o projeto básico e, na sequencia, iniciará a licitação. Ou seja, as obras iniciarão em 2012, como ressalta o prefeito! O otimismo do ministro é louvável, mas o prazo de fato é 2012.” Giuliano St.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: