Uma imagem: Porto Alegre sem o esqueleto (década de 50)

Cartão postal de Porto Alegre – década de 50. Retirado da página “Porto Alegre (Fotos Antigas)” do Facebook



Categorias:Fotografia, Fotos antigas

Tags:, , , ,

46 respostas

  1. não consigo compreender por que o predio da guaspari é revestido agora por um latão ,antigamente era tão bonito como mostra na foto ?

    Curtir

  2. Cheio de erros nos comentários… Primeiro que a cidade inteiro NÃO se resume ao centro. Se é pra comparar a modernidade da década de 50 e a modernidade de hoje em dia, usem, no mínimo, a parte mais moderna da cidade atualmente (terceira perimetral, Moinhos, Bela Vista, Iguatemi…), sem entrar no mérito se foi boa ou não essa mudança de eixo econômico da cidade (eu, particularmente, acho negativa). Também não seria nada injusto botar a culpa dos problemas atuais da cidade nessa geração das décadas de 50, 60, 70 e e 80. Foi nelas que a população disparou sem controle, favelas surgiram, a cidade começou a ficar suja, vieram os camelôs, os blocos “modernistas” que hoje estão mofados e caindo aos pedaços, o desleixo, as drogas… E hoje nos resta consertar esses erros (ou fazer de tudo pra não piorarmos mais ainda). Falando em termos gerais, o processo de modernização da cidade é muito mais ligado ao rápido crescimento populacional e econômico do que à estabilização de uma população mediana como temos agora. Na década de 50 éramos uma das capitais que mais cresciam no país, com índices maiores que os chineses atuais, entrando dinheiro de todos os lados, e o resultado óbvio foi uma cidade desenvolvida e pujante que fomos. Faz quase vinte anos que a população de Porto Alegre empacou. Não adianta em nada dizer que hoje temos a população quatro vezes maior se esse número foi alcançado há muito tempo. Hoje, relativamente, somos “menores” do que naquela época. Esse processo se deu em todas as capitais (é só ver que NENHUMA tem um centro que está melhor hoje do que há 50 anos atrás), porém aqui está mais avançado. Hoje temos índices sócio-econômicos muito melhores, menos pobreza, mais riqueza, porém mais favelas e pior qualidade de educação (mesmo sendo universalizada). Tem que fazer um balanço de dados, e não jogar toda a culpa na Porto Alegre de agora e achar que tudo era um paraíso naquela época. Nem vou comentar sobre as covardes comparações que estão fazendo entre Porto Alegre e cidades 5 vezes o tamanho dela… Pra não me alongar, só vou relembrar para alguns que em NENHUM índice somos a 12ª capital. Na população municipal (pouco usada para fins comparativos) somos a 10ª mas a região metropolitana (dados que são usados NO MUNDO TODO pra comparar tamanhos de metrópoles, e não esse conceito brasileiro ridículo de que cidade=município) POA é a 4ª maior do país. Desmerecer a própria cidade já é absurdo, mentir pra fortalecer sofismas é o cúmulo da falta de ética pra mim.

    Curtir

    • “Primeiro que a cidade inteiro NÃO se resume ao centro.” – nós sabemos, mas o assunto do post é o centro.

      Depois, Curitiba acho que tem o centro bem melhor hoje. Floripa talvez também. Ambas na região sul do país.

      Curtir

      • O post é sobre o centro, mas alguns comentários generalistas insistem em dizer “Porto Alegre era isso”, “Porto Alegre era aquilo”. Minha resposta foi aos comentários, e não ao post. Curitiba realmente tem umas 4 ou 5 ruas que estão melhores hoje (as mais turísticas, por sinal), mas, no geral, o centro de lá está lotado de lojas de quinquilharia e ruas tão problemáticas quanto as problemáticas do centro de cá. Fora que na década de 50 o centro de Curitiba (assim como o de POA) era o lugar com o comércio mais luxuoso da cidade e hoje está bem longe disso. Florianópolis tem uma população bem menor e é turística, então não vem ao caso (mesmo achando que o centro de lá está levemente pior).

        Curtir

      • O comércio luxuoso até pode ter saído do centro de Curitiba, mas ainda é um bom bairro… E curitiba nos anos 50 não dava nem meia porto alegre, não tinha nada da infra que tem hoje, nem os BRT’s. O que o centro de POA ganhou desde lá? O camelódromo?

        Floripa é turística então não conta? Por que? O rio também não conta? Floripa nos anos 50 era uma vila…

        Curtir

    • Perfeito comentário VOP!

      Curtir

    • O crescimento econômico vem antes do crescimento populacional. As pessoas são atraídas por oferta maior de oportunidades e não o contrário.
      A população de Porto Alegre está estagnada como um reflexo da estagnação econômica. Não adianta desejar o aumento da população. Tem que desejar a melhora da economia: o resto é consequencia.

      Curtir

  3. Ricardo, na década de 50 não existia o Largo Glênio Peres e neste local circulavam os bondes e todas as ruas do centro tinham mão dupla.

    Curtir

  4. Olha ali os carros estacionados no Largo!Então não foi o Fortunati que lançou a moda.

    Curtir

    • Na real não sei quem começou a moda, mas nessa época tinha uma rua ali. Dá pra ver o telhado das paradas de ônibus.

      Curtir

    • Apesar de parecer coisa recente, na verdade o centro era mais aberto aos carros antigamente do que hoje. Ali no Largo Glênio Peres era rua, assim como o calçadão da rua da Praia na praça da Alfândega e a frente da prefeitura (a fonte Talavera era num canteiro no meio da rua).

      Curtir

  5. …isso de IDH não tem nada haver,
    O IDH como indicador não mede a geração de renda e nem a de empregos,
    Ao invés do IDH eu prefiro ver P.Alegre colocada entre as 10 cidades mais competitivas do mundo,
    Competitivas é quando o atributo considerado é a “força econômica”.
    Hoje na ordem são elas: N.York, Londres, Cingapura, H.Kong, Tóquio, Zurique, Washington, Chicago e Boston.
    Pesquisei e a nossa amada P.Alegre não está nem entre as 200ª cidades mais competitivas do mundo,
    S.Paulo vem no 62º lugar e B.Aires na 60ª posição.
    As 10 mais cidades competitivas estão cheias de arranhas-céu.
    Porto Alegre a única capital no mundo que não tem arranhas-céu !!!!

    Curtir

    • Mas IDH mede a qualidade de vida (o que é mais importante que isso?), e inclui renda sim, dá uma olhada na fórmula:
      http://en.wikipedia.org/wiki/Human_Development_Index#New_method_for_2011_data_onwards

      Renda, educação, expectativa de vida. Um índice que acho importante é o Gini… um país que tem ambos elevados sim é um país que atende bem a população. O Brasil mesmo está bem no IDH mas não no Gini.

      Curtir

      • Brasil bem no IDH? Em 84º? 6ª economia e 84ª em desenvolvimento humano? Atrás de Chile, Argentina, Uruguai, México, Panamá, Cuba, Peru, Venezuela, Equador, Costa Rica, só pra citar a América Latina… defina “bem”.

        Curtir

      • …Felipe X você não manja mesmo do assunto, um toque para você, cuidado com o wikipedia, pois ele/a é acadêmico demais!!!!!
        Olha a culpa não é sua, assim como a culpa também não é das pessoas que caíram no conto daquele partido,
        Aquele que ficou 16 anos na prefeitura da capital,
        Eles adoravam inventar indicadores e estatísticas.
        Era um tal de POA “ a maior capital verde do país” ; “o melhor pôr do sol”; “o melhor transporte público” ; “ a melhor educação” ; “ o melhor saneamento” ; “ a melhor saúde”; em fim era um festival de melhor e maior.
        O IDH é um index que não serve pra nada mesmo, é um tipo de miopia.
        O IDH não posiciona uma cidade nem por atributo físico e muito menos por atributo de valor.
        Para quem é do ramo sabe que o IDH pode ser manipulado e comprado.
        Continuo achando bem melhor para a nossa cidade estar colocada entre as 10 mais competitivas do mundo.,
        Você acha que as dez mais estão dando bola para IDH????
        Porto Alegre e o seu plano diretor bobinho.
        Porto Alegre a única capital do mundo que não tem arranhas-céu.

        Curtir

  6. Aproveitando…
    O Centro foi a única região da cidade que regrediu, economicamente falando.
    O primeiro mandato do Fogaça prometia, quando ele falou na revitalização e lançou o Viva o Centro. Mas por algum motivo as coisas foram morrendo…

    Curtir

    • Os Portais da Cidade também morreram…

      Curtir

    • Eu até acho que ele melhorou o centro, foi uma das poucas coisas que fez aliás. Revitalizou diversos prédios públicos, construiu o camelódromo, fizeram os decks do mercado público, reforma do xalé… etc

      Curtir

      • O Fogaça entrou pro hall dos melhores prefeitos de todos os tempos simplesmente porque teve os cojones de tirar os camelôs das ruas – apesar de ter erguido um dos 3 prédios mais feios do mundo (o camelódromo).

        Curtir

  7. Esse ranking que o pessoal fala de “maior capital” se refere a população, o que de forma alguma é uma coisa positiva. Quanto menos a população da cidade cresce, mais chance tem a prefeitura de proporcionar os serviços e infra-estruturas adequados. Não tem que ficar correndo atrás da explosão populacional.
    Se hoje somos a 12ª, que bom! Prefiro ser a 12ª capital em população do que a 5ª. Mais gente significa mais tranqueira, mais filas etc Isso porque a cidade não está preparada nem para uma população menor, que dirá para ser a 5ª!

    Se é pra crescer, que se cresça em IDH. Isso sim que temos que ficar atentos.

    Curtir

    • Essa pergunta aí é importante! Veja a entrevista da Manuela no G1:

      “Cristina Ranzolin: Porto Alegre já foi por três vezes considerada pela ONU como a melhor capital brasileira em termos de qualidade de vida, mas perdeu esse posto há 10 anos. Desde 2002, não é mais. Como voltar a liderar esse ranking?”

      “Manuela D’Ávila: Modernizando a gestão, fazendo Porto Alegre ter um projeto de futuro. Qual cidade nós queremos ser amanhã? Não apenas resolver os problemas como se eles fossem fatias, como se fossem retalhos da cidade.”

      PÉSSIMO! MUITO RUIM! RESPOSTA EVASIVA E VAZIA!

      Curtir

  8. …não consigo acreditar!!!! na foto localizei um arranha-céu lá no alto da Av. Salgado Filho…não pode ser verdade…arranha-céu em Porto Alegre???…kkkk
    Nessa época P.Alegre era 5ª maior capital do Brasil, hoje somos a 12ª maior capital brasileira, acho que hoje ganhamos só de Florianópolis … kkkkkk
    Em minha opinião isso é péssimo, em alguma coisa estamos errando, nós não estamos crescendo, P.Alegre parou em tudo, inclusive no tempo.
    P.Alegre a única capital do mundo que não tem arranhas-céu !!!!!!…kkkk

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: