Obras do metrô de Porto Alegre devem começar entre julho e setembro de 2013

O metrô está previsto para ser concluído em 2017   créditos: Divulgação

O metrô está previsto para ser concluído em 2017 créditos: Divulgação

O ano é de preparação para a Copa do Mundo, mas a obra que promete marcar 2013 é a construção do metrô de Porto Alegre, um dos três projetos eleitos pelos gaúchos como prioritários para o desenvolvimento do Estado. Orçada em R$ 2,4 bilhões, volume de investimento raras vezes visto por aqui, a linha subterrânea entre o Centro e a Zona Norte deve começar a ser escavada entre julho e setembro, se o cronograma for obedecido.

É verdade que o ano do metrô começou com um adiamento: na quinta-feira, a prefeitura transferiu de 10 de janeiro para 7 de fevereiro o prazo concedido para que as empresas interessadas apresentem seus projetos e estudos técnicos. Foi o segundo adiamento. O limite inicial era 12 de novembro.

O cronograma, no entanto, foi mantido. A previsão é de que as obras sejam concluídas em 2017. Segundo o secretário municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Urbano Schmitt, o prazo extra dado às 12 empresas no páreo permitirá um maior detalhamento dos projetos, o que representaria economia de tempo na próxima fase do processo.

— Com esses 30 dias a mais, poderemos ter propostas melhor acabadas. Se elas vierem mais completas, o prazo para fechamento do edital vai diminuir. Por isso, não alteramos o cronograma — afirmou.

O adiamento foi concedido a pedido de parte das empresas participantes. Elas estavam com dificuldade para concluir suas propostas. Não se de tarefa fácil. O que está em jogo neste momento é a elaboração de como será o metrô de Porto Alegre nas mais diversas dimensões.

As empresas precisam apresentar projetos sobre tipo de trem, concepção das estações, forma de escavação dos túneis, esquema de integrações com outros meios de transporte, bilhetagem eletrônica e urbanização da área ao longo do trajeto de 14,88 quilômetros, incluindo paisagismo e ciclovias. Essas definições devem ser apresentadas já com preço, sem extrapolar o orçamento total.

A melhor proposta será selecionado por uma comissão, que poderá solicitar melhoramentos e adições. É essa fase que Schmitt espera tornar mais ágil, ao dar mais tempo para as empresas detalharem os projetos agora. A previsão é de que o edital de licitação para implantar o metrô, baseado na melhor proposta, seja lançado ainda no primeiro trimestre.

O sistema de trens subterrâneos foi eleito um dos três Projetos para o Rio Grande, ao lado da duplicação da BR-386 e da construção de uma ponte entre Brasil e Argentina. Em 2009, Zero Hora convidou a população a votar quais, dentre 15 grandes projetos, eram os mais importantes para o Estado. O jornal se comprometeu a acompanhar todos, até sua conclusão.

Se não houver imprevisto, 2013 pode ser o ano não apenas do início do metrô, mas também da inauguração da primeira obra eleita: a duplicação da BR-386. Confira nestas páginas o que mudou deste o último acompanhamento feito por ZH, em abril.

Autor: Da redação | Postado em: 09 de janeiro de 2013 | Fonte: Zero Hora

MOBILIZE.ORG



Categorias:Metro Linha 2, Trensurb

Tags:, ,

39 respostas

    • A China é milenar, tem a segunda maior economia do mundo,mas seu mais antigo Metrô é de 1961. Logo: Esse tipo de comparação é idiota e absurda.

      Curtir

  1. Reivindicações e mais reivindicações e eternamente reivindicações de múltiplos grupos e linhas de interesse, cada qual pensando apenas em si e destilando arrogância e ao que parece nunca na cidade como um todo. Poa está atrasadaça, portanto deixem o prefeito (finalmente um) dar continuidade aos trabalhos, visto que está é a grande chance desta capital começar a sair do lodo em que foi submergida. Que avance a primeira linha!

    Curtir

  2. Qual a possibilidade de intervir no projeto ainda?

    Tem aquela empresa METROPOA que foi instalada na Pd. Cacique, poderiamos apresentar uma pauta de reinvindicacoes.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: