Prefeitura de Porto Alegre contará com R$ 60 milhões para novo centro de eventos

Capital está no grupo das cidades com forte atuação no turismo de eventos. Foto: Gerson Ibias

Capital está no grupo das cidades com forte atuação no turismo de eventos. Foto: Gerson Ibias

Os estudos preliminares de viabilidade encaminhados pela Prefeitura de Porto Alegre ao Ministério do Turismo para a construção de um novo centro de feiras e convenções na Capital foi acolhido pelo órgão federal, que destinará R$ 60 milhões para a construção do equipamento. O empenho do recurso para o município foi feito na segunda-feira, 3, pelo MTur. Os recursos fazem parte do conjunto de R$ 660 milhões que o PAC do Turismo destinará a 10 capitais do país para o aprimoramento de sua infraestrutura para eventos. O próximo passo será a assinatura de convênio entre o MTur e a prefeitura para o repasse do dinheiro.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Luiz Fernando Moraes, o projeto do município é para um equipamento estruturado com o que há de mais moderno em arquitetura e tecnologia, de médio porte em relação aos padrões internacionais, mas com área de feiras de 26 mil metros quadrados de área locável, o que corresponde a quase três vezes o maior espaço disponível para feiras em Porto Alegre atualmente, que fica na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul – Fiergs. O espaço para convenções, de 9 mil metros quadrados, terá capacidade para 6.450 pessoas sentadas, e a área de estacionamento oferecerá 6 mil vagas

A localização, inicialmente prevista para a construção do Porto Alegre Centro de Convenções, é uma área de 27 hectares localizada na avenida Bento Gonçalves, no bairro Partenon, selecionada após estudos e avaliações pelas secretaria municipais de Turismo, Meio Ambiente, Obras, Urbanismo, Fazenda, Gestão e Departamento Municipal de Habitação. A partir do terreno selecionado, a prefeitura vislumbra o desenvolvimento de um projeto ambientalmente sustentável, integrado às áreas naturais de preservação existentes no terreno, com reaproveitamento de água de chuva, energia solar, entre outros.

Estratégico – Reivindicação de muitos anos das entidades e empresas do Turismo da Capital, um centro de eventos de classe mundial e adequado à realizações de grande porte é apontado como necessidade básica para a continuidade do desenvolvimento turístico da cidade desde o planejamento estratégico do setor, elaborado em 2007 com a participação do trade turístico, do município e outros setores da sociedade. “É um fator estratégico para a disputa feroz que ocorre com outros destinos na captação de eventos para a cidade”, destaca o presidente do Sindicato dos Hotéis de Porto Alegre e vice do Sindicato de Hotelaria e Gastronomia, Daniel Antoniolli.

O dirigente defende que o segmento de eventos é a forte vocação da cidade. “Mas hoje há uma limitação em nossas estruturas que precisa ser enfrentada e esse investimento, que é uma conquista de todos, com certeza vai mudar a cara do turismo de Porto Alegre”, festeja o líder empresarial confessando que seria impossível se “conformar” com a construção de um novo centro de eventos em outra cidade gaúcha que não fosse a Capital do Estado.

A Capital gaúcha está no seleto grupo das cidades com forte atuação no turismo de eventos desde 2002, mas oscila muito de posição no ranking da ICCA (International Congress and Convention Association), principal entidade internacional do setor de eventos. No balanço de 2012, por exemplo, a cidade perdeu duas posições entre os destinos brasileiros que mais receberam eventos internacionais, saindo da 5ª para a 7ª colocação. Para o secretário Luiz Fernando Moraes, “O Governo Federal foi sensível ao compreender que está nesse segmento um grande potencial de crescimento do turismo nacional e, no caso de Porto Alegre, cuja vocação para eventos é notória, permitirá que a cidade mude o seu patamar de competição nesse disputado mercado internacional.”

Prefeitura de Porto Alegre

________________________

Será esse o terreno então ?

centro-eventos-partenon



Categorias:Centro de Eventos do RS

Tags:, , ,

29 respostas

  1. O centro de eventos não vai sair, deixem de falsas esperanças.

    Curtir

  2. Aliás, tava lembrando agora que tão falando na construção da 4º Perimetral, que faria um caminho justamente “facilitador” entre Aeroporto e ali, pois essa suposta perimetral teria o seguinte trajeto:

    Aeroporto > Severo Dullius > Dona Alzira > Paula Soares > Inocêncio Luis > Antonio de Carvalho.

    Curtir

  3. Vai ser aonde favorecer os interesses da especulação imobiliária.

    Curtir

    • E como ali é uma área de forte interesse das construtoras…..

      Não está no raio de limitação por causa do aeroporto, tem bastante área pra construir e por aí vai.

      Mas até não vejo problemas nisso. Pelo menos ajeita a região. Só tenho pena de quem mora depois dali (Viamão, por exemplo). Se hoje esses moradores sofrem com ônibus precários e lotados e congestionamentos por vezes piores do que a BR-116, imagina depois que o lugar “encher” de gente!

      Curtir

  4. Um lugar horrível para combinar com POA. Uhu!

    Curtir

  5. Bom, pelo menos vai revitalizar aquela região, porque hoje em dia é tenso a situação ali….

    Curtir

  6. Poderiam ter encontrado algum lugar menos turístico que esse?

    Curtir

  7. Deviam colocar isso na zona sul, não só pela beleza natural como para ajudar a desenvolver essa região. Mas o terreno sozinho custaria uns 50 milhões, então acho que o governo pretende usar um terreno próprio e economizar esse valor.

    Curtir

  8. Se for essa o Terreno é de aclive como o Santa Tereza!
    Vai passar o “BRT da Bento”… na frente do tal terreno.. Então fiquei pensando aqui com os meus botões…
    .
    Vão requentar o projeto básico do Oscar #RIP Niemeyer e o concurso público.. bye bye!

    PS: a direita da imagem (sentido Poa/Viamão) tem uma cratera, cheia de água, dos tempos da antiga pedreira de Porto Alegre e parece que tem uma APP, apesar da vila ideal e outras.

    Curtir

  9. acho que nao é o da foto…parece ser muito pequeno o terreno…

    Curtir

  10. Ótima notícia! Muito bom!

    Curtir

  11. Acho que o local é um pouco mais adiante, na Agronomia. Tem uma área enorme, descampada. De qualquer forma é longe de tudo e um local sem atrativo turístico nenhum. O mais importante mesmo é que será em Porto Alegre, como seria o mais lógico e conveniente.

    Curtir

    • O terreno da Agronomia é subindo o morro Santana. Muito aclive. Creio que não será ali, até porque já não é mais bairro Partenon, é Agronomia.

      Curtir

      • Não Gilberto, a área de que falo fica situada um pouco depois da confluência entre a Bento e a Antônio de Carvalho, acho que em torno de umas quatro quadras no sentido Viamão, ou seja, do outro lado do terreno que vai até o morro Santana. Veja pelo Google Earth que entenderás do que estou falando. Parece estar localizado na divisa entre o Partenon e a Agronomia e é uma área enorme.

        Curtir

      • Analisando melhor as imagens, parece que também tem um aclive acentuado, daí porque estar esta área enorme disponível e sem construções.

        Curtir

  12. Uma pergunta: nesse terreno existem ÁRVORES?

    Curtir

  13. Na Bento Goncalves o unico terreno livre que tem fica la’ perto do Morro da Cruz, deve ser por la’. La’ e’ um bom lugar para uma boca-de-fumo, mas para um centro de eventos nao sei. O ideal seria perto do aeroporto, em um daqueles latifundios.

    Curtir

  14. Alguém sabe que terreno é esse? Só consigo imaginar terreno desse tamanho lá depois da sede campestre da Casa de Portugal, que já é um negócio longe pra raio.

    Centro de Eventos com acesso porco de transporte coletivo, vendido como a oitava maravilha do mundo. Yep, estamos em Porto Alegre mesmo.

    Curtir

    • Não se apreocupe: despois nóis traca um BRTrash, a mais melhor coisa boa do mundo para o frete de rebanho humano.

      Curtir

    • Ali existe 27hec nesse terreno! Mobus.
      Terreno é da massa falida máquinas condor. Que passou para as mãos da Caixa Federal.
      Na testada desse terreno há um trapézio irregular a onde foi doado ao DEMHAB para construção de um MCMV para famílias do São Guilherme (algumas em áreas de risco outras não). Além de uma Creche Municipal e uma USF (unidade de saúde da familia
      Vão mandar o Google pro email do Porto imagem. abr

      Curtir

      • Quem disse que a Máquinas Condor faliu ??? Que eu saiba não faliu não. Vc deve estar equivocado.

        Curtir

        • Que eu saiba não faliu. O fundador morreu e os herdeiros estão de desfazendo de todos os terrenos que ele tinha, dentro dos quais um que vai do aeroporto até a Assis Brasil.

          Curtir

          • Eles não estão se desafazendo dos terrenos simplesmente. Existe um braço da empresa que é a Condor Empreendimentos Imobiliários, que é responsável por toda a urbanização de muitas áreas da cidade, incluindo, no passado, de praticamente todo o bairro Chácara das Pedras, Três Figueiras, Bela Vista, etc. O Jardim Europa está todo em área urbanizada por eles. Foi uma associação entre eles e a Goldzstein neste caso. Aquela área da Terceira Perimetral, ao longo da Tarso Dutra é deles também. E esta área em torno do aeroporto também. Eles tem/tinham vasta área da cidade.

            http://www.ceisa.com.br/

            Curtir

        • Ok! Tinha a informação que tinha falido, enfim… esse terreno foi vendido a caixa federal em troca de quitação de divida.

          Curtir

  15. Sábia decisão fazer o centro em Porto Alegre e não perto do parque de exposições de Esteio, iria apenas congestionar ainda mais a 116…

    Espero agora que façam um bom projeto!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: